EU NÂO QUERO ESSE DEUS!
 
EU NÂO QUERO ESSE DEUS!
 


EU NÃO QUERO ESSE DEUS!

O que aqui escrevo é um desabafo. De fato é um protesto ao que tenho ouvido nos últimos tempos. Não permitirei que destruam meus valores, minhas crenças, minhas convicções tão arduamente adquiridas, acumuladas, vividas e percebidas até o dia de hoje.

Estão querendo me apresentar um Deus mudo e surdo, incapaz de me ouvir. Um Deus capaz apenas de fazer certas coisas e outras, não. Eu não quero um Deus frio, indiferente ao meu clamor. Não quero um Deus que me veja chorar e não se compadeça de mim. Que vira o rosto enquanto padeço. Um Deus que se mantém alheio ao meu sofrimento.

Mas existe um Deus assim, você se pergunta?
E tem esse Deus, adoradores?

Sim, por incrível que pareça. Começo narrando o meu primeiro contato com crenças estranhas. Quando cheguei à igreja Adventista do Sétimo Dia, pela primeira vez, após ter sido devidamente discipulada, após crer que o Sábado é o Dia Santo do Senhor, após crer que os Dez Mandamentos devem manter-se inalterados até o Final dos Tempos, pois a Lei é Boa, Perfeita,e Santa, aceitei o convite para assistir a um culto.

Tratava-se de uma reunião onde mulheres, às 3:00 hs. da tarde de uma terça-feira, se reuniam para orar, após terem terminado seus afazeres domésticos. Confesso que fiquei tremendamente chocada.
A responsável pela reunião, uma mulher melancólica, sem brilho, sem expressão, sem entusiasmo divino, falava de um Deus impotente para mudar situações. Ainda por cima nos dizia que teríamos que preencher determinadas condições, pois o amor de Deus é condicional. Dizia coisas como:

"As pessoas das outras religiões pedem coisas à Deus, sem estarem no centro de Sua vontade."Ou então:

"Dirigem-se à Deus apesar de seus pecados. Não entendem que devemos estar purificados e dentro de seus propósitos".continuando:
"As pessoas das outras religiões (ela se referia aos protestantes) ignorando a guarda do sábado crêem que em desobediência terão algum favor de Deus. Serão por Ele ouvidas."

Para dar ênfase às suas tristes palavras ela narrava histórias escabrosas:"Conheço uma mulher, casada com um médico aqui da cidade que vivia orando à Deus pedindo que seu marido fosse transferido para uma cidade menor, pois temia pela vida do filho ao ser exposto à violência urbana. Finalmente Deus ouviu as preces dessa mulher.

Às vezes, dizia ela, de tanto amolarmos a Deus com nossas petições, ele resolve nos atender. O fato é que o marido foi transferido. Eles puderam finalmente mudar-se para uma cidade menor. Poucos meses depois, a criança foi atropelada e morreu."
Será que ela tinha noção do sentimento amargo, derrotista, deprimente que suas palavras causavam nesse pequeno grupo de mulheres tão necessitadas do amor de Deus? Depois dessa mensagem, como haveríamos de orar? Onde buscar forças se ela, com suas palavras havia destruído o pouco que tínhamos.
Por que ao invés de dizer o que a Palavra de Deus diz sobre oração e fé ela priorizava as suas próprias palavras? Sua própria opinião.
A Bíblia não era aberta. Ela iniciou o culto lendo uma mensagem de um outro livro; MENSAGENS DIARIAS, desconhecendo que Deus só tem compromisso com sua Palavra, e não divide com nada nem ninguém a sua glória.
Depois, ela principiava a falar, com seu tom derrotista de mulher de pouca fé. E contou a história de Paulo. Mostrou como ele orou três vezes pedindo a cura de seu Espinho na Carne e não foi atendido.
Eu reagi. Não consegui manter-me calada. Eu disse a ela que não podíamos pegar um fato isolado, ocorrido especificamente na vida de Paulo e transforma-lo em doutrina. E todos os outros que foram até Jesus e foram curados? Porque ela não mencionava isso?
Com esse tipo de pregação a criatura ainda tinha a pretensão de batizar a sua tarde de oração de: Reunião de Poder, que limitava-se a umas ligeiras palavras cheias de POSSA.
"Que o Senhor possa fazer isso, que o Senhor possa fazer aquilo outro", tão diferente das orações de Davi, firmes, positivas, vigorosas, cheias de fé:

? "Porque tu, ó Senhor, me sustentarás (CERTEZA) com suas mãos, ao invés de: Que o Senhor possa me sustentar (Dúvida).
? Ensina-nos a contar os nossos dias, ao invés de: Que o Senhor possa nos ensinar...
? Lembra-te, Senhor, do opróbrio dos teus servos e não: Que o Senhor possa se lembrar...
Esse possa, mostra a dúvida, a falta de certeza, embute um questionamento: Será que Ele pode?

.Fiquei indignada diante dessa pregação e com pena daquelas tristes mulheres que não tinham e nem sabiam como exercer a sua fé, pois não sabiam nem orar como convém.
Nunca tinha ouvido, na minha vida, um discurso tão fraco, tão vazio, tão frustrante, sobre o nosso poderoso Deus.
Fui a umas três reuniões. Talvez na esperança de que eu estivesse enganada. Infelizmente, sai deprimida todas às vezes.
Decididamente o Deus dessa Instituição não era o mesmo Deus que eu havia conhecido no passado,quando eu estive nas denominações protestantes, onde sempre ouvi dizer que Deus era poderoso para fazer por nós muito mais do que pedimos ou sonhamos. (Ef 3:20,21)
E Ele fez. Sim, muito foi feito por mim e por aqueles com quem eu convivo. Mas ali, não. Não havia testemunhos da obra de Deus em suas vidas.

Desconhecem que O nosso Deus pode fazer infinitamente mais!

O apóstolo Paulo utilizou uma expressão pouquíssimo usada no Novo Testamento, huperekperissou, que pode ser traduzido do grego para o português como "muitíssimo mais" ou "infinitamente mais". Tal afirmação do apóstolo corrobora uma verdade expressa nas Escrituras: Deus não depende de circunstâncias favoráveis para realizar seus milagres. É nesse Deus que eu creio e Ele não é homem para que minta. Não é porque o mundo jaz no maligno, que Ele foi embora e não nos ouve mais.

Eu estava acostumada a ouvir sobre um Deus de amor que não se compraz com o sofrimento de seus filhos, por isso não creio que ao ir até Ele, Ele se negue a ouvir-me porque satanás também esta fazendo sinais e maravilhas na Terra.
.
Apesar dos pesares eu permanecia na igreja. Fui analisando, conhecendo melhor os seus membros e o que eu via me deixava cada vez mais triste.

A maioria dos membros, sem exagero nenhum, toma remédio tarja preta. Eram acometidos de profunda depressão. Havia casos de famílias inteiras padecendo desse mal. Inclusive mulher de pastores.

Um dia, um deles perguntou minha opinião à respeito desse assunto. Pensei três vezes antes de responder. Para mim estava claro que essas pessoas estavam debaixo da influência de espíritos malignos, os demônios. Eu não poderia expressar minha opinião "Pentecostal". A igreja não aceita. Não exerce o Ministério de libertação com o Poder do Espírito Santo. Por isso a Igreja é tão morta, tão sem mover (Não se sente o sopro do vento), sem sua doce presença, sem autoridade.

Ser "Pentecostal" é crer no Poder de Deus através de seu Espírito, é aceitar o sobrenatural de Deus agindo na igreja e na vida dos crentes, é a crença na influência e até possessão de espíritos malignos e exercer a autoridade para mandá-los embora.

É a crença nos dons que foi dado aos discípulos no dia de Pentecoste como a autoridade para repreender esses demônios e expulsa-los. É ter discernimento de Espírito. É ouvir a voz de nosso Deus em nosso coração, é sentir a sua direção. Isso é ser "Pentecostal".

Ser Pentecostal é sentir a manifestação do poder de DEUS em nossas vidas.
É poder dizer e ter a certeza de que somos filhos de Deus...
É ser provado pelo fogo e purificado... Este fogo se chama Espírito Santo, o GRANDE PODER!
O verdadeiro pentecostal cheio do Espírito Santo tem santidade, tem autoridade e tem poder. É perseguido pelos "saulos", e crentes "icebergs", que não acreditam no poder de Deus e na sua manifestação através do Espírito Santo. Porem a Santa Escritura diz que: Deus é o mesmo ontem, hoje e será eternamente.

Portanto o que Ele fazia no passado, também faz hoje, ou seja, continua se manifestando fortemente no meio dos que lhe amam, lhe obedecem e acreditam no seu poder. Pois sem a fé e santificação, é impossível receber o poder dos altos céus!

Não! Eu não poderia falar para o pastor essas coisas, falar de minhas reais crenças sob pena de escandalizá-lo e dele passar a ver-me como enviada de Satanás. Contive-me e resolvi citar a opinião simplória de sua profetiza, e respondi: Segundo E. W., depressão é ausência de Luz. Essa pessoa esta espiritualmente distante da presença de Deus.
Satisfeito ele disse: Também penso assim, e o assunto foi encerrado, infelizmente, pois essa é a situação geral da igreja.

Jesus se manifestou ao mundo para libertar os cativos de Satanás. 1João3:8
Infelizmente as pessoas pensam que basta estarem sentadas na Igreja para se verem livres da influência do Mal. Ledo engano.
As famílias estão sendo destruídas por adventistas que em casa é uma coisa e na igreja, ali sentados há anos, é outra. Precisam de Libertação e sentado não dá. Não se consegue essa libertação sentado. É preciso passar por orações de repreensão por alguém que tenha esse ministério.
Desconhecem ou rejeitam a oração de repreensão dos demônios e a conseqüente libertação dos cativos.
Ignoram que Paulo, Jesus, e os discípulos realizavam esse ministério?Que essa é uma ordem dada a todos que creram em Jesus?Mat.10:1 e 8
Jesus cura doenças físicas, mentais e emocionais ainda hoje. Ele não morreu. Ele não esta indiferente. Ele disse que estaria conosco até o fim dos séculos. Essa igreja doente, que rejeita as curas de Deus, possui famílias inteiras sofrendo tais influencias malignas. Passivas e resignadas, aguardam a volta do Senhor.
Eu diria que a primeira lição que Jesus nos deus é que o crente é sim ameaçado e muitas vezes atingido por espíritos malignos, pois ele mesmo o foi, lá no deserto, mas ele também nos ensinou a repreender e vencer o mal, que estaria ao nosso derredor feito leão, sempre nos querendo devorar..
No início de minha participação nesta igreja eu ficava confusa. As pregações eram na sua grande maioria sobre as sua doutrinas: A guarda do Sábado, o Juízo investigativo, Alimentação e saúde, o Sonho de Nabucodonozor, a Imagem da Besta, e a queda dos Reinos, a transferência de Jesus para o lugar santíssimo em 1844 coisas assim.
Temas que fora do dia do culto divino poderiam ser interessantes, mas que não edificam o espírito. Você entra vazio na igreja e sai pior ainda, porque o alimento sólido não é dado.
Falar do Plano de Salvação, sobre o Sacrifício de Jesus na cruz, sobre Jesus como o Caminho, sobre o Crisol do crente para a burilação de seu caráter, sobre Santificação, sobre o Poder Transformador do Espírito Santo em nossas vidas ajudando na nossa edificação, consolando e levando a toda Verdade não eram pontos enfatizados.
Não! Nada disso era pregado do púlpito.
Lembro-me quando certo sábado, a pregadora do dia mencionou algo sobre Pentecostes. Ao término do culto, na saída, ela foi surpreendida pelo ancião que a repreendeu: Irmã, você não deve falar sobre Pentecostes. Os adventista não gostam.
Hoje, sei que tal pavor deve-se a qualquer semelhança que por acaso lembre as Igrejas Pentecostais. Nem o nome pode ser pronunciado, tal a fobia.
Com o tempo, percebi que o que os Adventistas mais temem é justamente a ação avivada do Espírito Santo na Igreja, por confundi-la com a manifestação de demônios.
Aguardam a Chuva Serôdia, morrendo de medo que este dia chegue. Rejeitam, assim, qualquer coisa que tenha a ver com o Poder de Deus, pois pode ser O Poder do Demônio. Falta discernimento.
Neste sábado, no entanto, surpreendi-me com essas palavras ditas a pregadora. Fiquei perguntando-me se por acaso haviam retirado o livro de Atos 2 da Bíblia.
A igreja é morna sim. Eles se dizem a Igreja dos últimos Tempos, a igreja de Laodicéia, a última igreja, a Igreja Verdadeira. Aquela que Deus esta prestes a vomitar porque ela não é fria nem quente, é morna, mas tem as últimas revelações proféticas para o povo.

Esta igreja, por rejeitar manifestações ocorridas em Pentecostes, estava morta, sem a vida que existe em Jesus pelo seu Espírito, como conseqüência Ele se entristecera e se afastara. Ef. 4:30
O culto é triste, as pessoas são tristes e sem esperança.

Para piorar a situação E. W. diz em 1904, que os crentes não devem buscar aliviar seus sofrimentos por obras miraculosas de cura, pois teria sido instruída de que não devemos faze-lo pois Satanás exercerá seu poder pela operação de milagres, por isso os servos do Senhor deveriam abster-se de tais buscas. Eventos Finais pág. 147

Quem a instruiu? Como alguém ousa contrariar o que diz a Palavra? Por que devemos renunciar a busca de um socorro junto ao nosso Deus, Só porque existem falsas manifestações na terra?

Sabemos que haverá ou esta havendo um poder operador de milagres do mal, mas isso não deve impedir aos crentes de continuarem a exercer sua fé no Verdadeiro Deus em busca dos Verdadeiros Milagres.
Não posso aceitar que eu deva me subjugar ao poder do maligno renunciando ao poder de Deus.

Horrorizada, ouvi dizer que as maravilhas que ocorrem hoje em dia, no meio da cristandade são realizadas por Satanás.

Os ataques não pararam por aí. Recebi uns artigos de minha atual preletora (quis conhecer pessoalmente porque são considerados assim) que pertence a um grupo tido como seita, As Testemunhas de Jeová.
Da mesma forma que os Adventistas, crêem que Deus não cura mais. Sua mão esta entrevada. Os artigos condenam àqueles que buscam a cura nos dias de Hoje.
Ela teve a ousadia de dizer-me que as curas que obtive são obras de Satanás. Eu havia contado a ela como escapei de ficar aleijada, apoiando-me em bengala, caso não tivesse sido curada, após uma oração feita em meu quarto, sozinha com esse propósito.

É obra do diabo, ela disse, sem piedade. Lembrei-me que o mesmo aconteceu com Jesus. Ele foi acusado de fazer seus milagres pelo poder de Belzebu. Constituindo essa acusação e o fato de não reconhecerem a ação do Espírito Santo ,um Pecado imperdoável pelo Espírito Santo.Mateus 12:28-32

O pecado se instalou de tal forma na humanidade que o olhar maldoso do homem, não aceita o Bom, o Belo e o Agradável de Deus para sua vida. De fato olho o povo, que com desconfiança, dizem em sua ignorância: "Esmola demais o santo desconfia", ou
" É bom demais para ser verdade."

Não! Eu me nego a participar dessas crenças. Não quero um Deus em quem não possa me refugiar. Escolho crer verdadeiramente na Palavra de Deus. Naquilo que ali esta escrito. Estão querendo me apresentar um Deus mudo e surdo, impotente para realizar milagres. Um Deus que se sente ameaçado pelo poder de Satanás e resolveu se esconder. Um Deus que pode fazer certas coisas e outras, não. Uma delas, Ele não pode mais curar.

Os temas dos artigos, tentando me desacreditar diziam:

APROVA DEUS A CURA PELA FÉ? CURA PELA FÈ. COMO FUNCIONAM? CURAS MILAGROSAS AINDA ACONTECEM?

Santo Deus o que é isso? Em que nos transformamos? O que esta acontecendo? Porque tão facilmente destituem Deus de seus poderes transferindo-os para Satanás? Porque a primazia dos Poderes de Deus devem ser recolhidos e substituídos pelo poder de Satanás? Porque os poderes de Satanás devem prevalecer deixando Deus os seus filhos totalmente órfãos, inseguros, medrosos, destituído de bênçãos?

Não! Não aceito nenhum argumento que tire de Deus o seu poder na Terra. Ninguém terá argumentos suficientes para me convencer.
Não aceito a presença ameaçadora de Satanás. Porque os crentes estão se acovardando? Porque fogem do Pentecostalismo? Por acaso ignoram que esse ministério foi o que inaugurou o novo tempo da igreja, narrado em atos 2?

Eu creio no Deus do Impossível.
Eu creio no Deus capaz de tornar visível e manifesto aquilo que ainda não existe e eu espero, pela minha fé.

Quero orar como o rei Davi e dizer:
"Ouve, Senhor, a minha voz quando clamo; tem piedade de mim e responde-me". Slm.27:7

Quero crer que o Deus Jeová Chamá, o Deus Presente, me ampara e cuida de mim nas horas difíceis e dizer como Davi.

"Porque quando o meu pai e minha mãe me desampararem, o Senhor me recolherá." Slm.27:10

Eu creio em Jeová Jiré, o Deus que Provê minhas necessidades e não tem me faltado nada.

Sem fé é impossível agradar a Deus, pois temos que crer que Ele seja o galardoador dos que o buscam.

Terá Deus mudado? Mas como, se a Palavra diz que ele não muda?
Não ignoro que Deus tenha misericórdia de quem ele quer e por isso muitos que almejam cura não a obtêm. Ele sabe os motivos, não nos cabe questionar.
Não ignoro também que existem curas fora do Arraial Evangélico, como: Cura pela auto-sugestão, pelas técnicas da Parapsicologia, pelo esoterismo, pela Pajelança, etc.

Refiro-me as curas feitas pela fé em Jesus.
Um dos artigos dizia que Deus não depende de fé para curar. Eu digo, confiando na Palavra de Deus que sem fé ele nada pode fazer. A fé de quem dá ou de quem recebe é o elo de ligação entre a vontade do homem e Deus. Sem fé é impossível agradar a Deus. Hebreus 11:6

Cito a Palavra onde esta escrito que Jesus ao voltar à Nazaré nada pôde fazer pois não encontrou lá a fé necessária para seus feitos.
Mostra como foi a fé da mulher hemorrágica que a curou. O próprio Jesus disse isso. Jesus se surpreendeu com a fé do centurião e também com a fé da mulher sírio-fenícia.

Esses relatos mostram, ainda, não ser necessário ser de determinada religião para que haja respostas a nossa fé, por mais que isso desagrade aos defensores de que não é necessário a fé ou que ela esta restrita aos membros de uma determinada religião.
Glória à Deus por isso! Glória à Deus, porque Ele não faz acepção de pessoas e nem exige que estejamos circunscritos ás 4 paredes de determinada igreja ou religião. Ele socorre a quem tem fé, e não a quem pertence a essa ou aquela denominação:

"Com certeza vos digo que muitas viúvas havia em Israel nos dias de Elias, quando se fechou o Céu por três anos e seis meses, de modo que houve uma grande fome sobre a Terra; e a nenhuma delas foi Elias enviado, senão a uma viúva de Sarepta, de Sidon" (Lucas iv, 10-30)

Eu consegui meu milagre orando em meu quarto, como Jesus orientou.

Sim! Satanás anda fazendo suas curas em alguns lugares, que não cabe a nós julgar.
Mas isso não nos impede de clamar pelo seu Nome, o Nome de Jesus, crendo que Ele é poderoso para mudar situações aflitivas, pois no mundo teremos aflições, mas temos que ter ânimo, Jesus intercede por nós.

Não posso crer que o diabo seja mais poderoso que o meu Deus e tenha que prevalecer.
Não é porque o demônio faz suas maravilhas que irei renunciar as maravilhas de Deus.
Como recuar, retroceder e me submeter ao poder do maligno?
Como deixar de pedir cura, em nome de Jesus, a Jeová Rafá, o Deus que cura, porque o diabo esta, também, fazendo seus próprios sinais?
Não faz sentido. É ilógico. Não aceito.

Pesquisando sobre curas, percebo que Jesus curou na grande maioria das vezes as doenças colocadas por demônios: O mudo, o paralítico, a mulher hemorrágica, a mulher encurvada, etc. Curou algumas para a "GLÒRIA DE DEUS", o cego de nascença, mas não curou doenças psicossomáticas, pois essas fazem parte do homem caído. Cito como exemplo o problema de estômago de Teófilo e o Espinho na carne de Paulo.

No caso da minha coluna, eu havia caído de um balanço aos seis anos de idade. A queda provocou uma escoliose e uma lordose, que veio piorando de ano para ano, com dores terríveis, com as quais aprendi a viver. Recentemente não conseguia mais andar ereta e pensava em apoiar-me numa bengala, quando orei.
No dia seguinte, levei uma queda terrível, do alto de meus 1.71 cm, na rua. Essa queda (Rasteira dos anjos de cura) deve ter colocado tudo no lugar, pois nunca mais tive nada. No caso a cura foi para a Glória de Deus. Não foi satanás, como alguns interpretam.

INFINDÁVEIS DOUTRINAS

Os seres humanos não se aquietam nem diante do Soberano sobre a Terra e ousam sem o menor temor a ditarem suas doutrinas, mesmo que elas contrariem a sua Verdade, e a interpretam segundo sua vã filosofia. Estribam-se em entendimentos de fontes desconhecidas:
? Não é tempo para curas. Quem esta curando é o diabo.
? A Porta da Graça esta fechada. O Espírito Santo de Deus já não esta entre nós. Já se retirou.
? Jesus já veio e ninguém viu. (Parousia- Aparição e vinda)
? Alguns santos já ressuscitaram e foram arrebatados.

A grande variedade de doutrinas existentes perturbam o entendimento dos mais fracos. Cada Igreja se diz detentora da Verdade. Cada uma se diz ser a Igreja Verdadeira. É o diabo trazendo sua costumeira confusão.
Não existe Igreja Verdadeira. Isso é invenção humana, para causar divisões.
O QUE É IGREJA, AFINAL?
? A palavra Igreja (Eclésia) significa um a reunião de pessoas que foram chamados "para fora" do mundo. Uma congregação dos Separados, Eleitos e Escolhidos. Ef. 1:4
? É a comunidade espiritual formada por todos os cristãos espalhados pelo mundo: Hb 12.22,23
? É uma comunidade local formada por pessoas regeneradas por Cristo: 1 Co 1.2, Ef 1.1
? É o corpo de Cristo presente no mundo: 1 Co 12.12-27, Cl 1.24

EXISTE A IGREJA VERDADEIRA?
Onde ela esta?
Hoje em dia, muitas pessoas entendem a igreja como um prédio.
E brigam por isso. Têm o prédio de sua denominação como a coisa mais importante, mais do que os próprios membros, as Pedras Vivas de Deus. Sem elas, não existe igreja, pois a Igreja são os membros e não o prédio. Esta não é a compreensão bíblica de igreja. A palavra igreja vem da palavra grega "Ecclesia", que é definida como "uma assembléia", ou "os que foram chamados".

O significado primário de "igreja" não é de um prédio, mas de uma reunião de pessoas. É irônico que quando você pergunta às pessoas que igreja freqüentam, geralmente dizem Batista, Metodista, ou outra denominação. Muitas vezes eles se referem à denominação ou ao prédio. Leia Romanos 16:5: "...Saudai também a igreja que está em sua casa." Paulo se refere à igreja em sua casa, não à igreja prédio, mas um corpo de crentes.

A igreja é o Corpo de Cristo. Efésios 1:22-23 diz: "E sujeitou todas as coisas a seus pés, e sobre todas as coisas o constituiu como cabeça da igreja, que é o seu corpo, a plenitude daquele que cumpre tudo em todos." O Corpo de Cristo é feito de todos os crentes desde o tempo de Pentecoste até ao Arrebatamento. O Corpo de Cristo consiste em dois aspectos:

(1) A igreja universal é a igreja que consiste de todos aqueles que têm um relacionamento pessoal com Jesus Cristo. I Coríntios 12:13-14 diz: "Pois todos nós fomos batizados em um Espírito, formando um corpo, quer judeus, quer gregos, quer servos, quer livres, e todos temos bebido de um Espírito. Porque também o corpo não é um só membro, mas muitos." Vemos que qualquer pessoa que crer é parte do corpo de Cristo.

A verdadeira igreja de Deus não é nenhum prédio de igreja em particular ou uma denominação. A igreja universal de Deus é composta por todos os que já receberam a salvação através da fé em Cristo Jesus. Só isso. O resto é invenção humana. É querer ser melhor que os outros. È inventar para si prerrogativas que não foram dadas por Deus.

(2) A igreja local é descrita em Gálatas 1:1-2: "PAULO, apóstolo ... E todos os irmãos que estão comigo, às igrejas da Galácia." Aqui vemos que na província de Galácia havia muitas igrejas: o que chamamos de igreja local. Uma igreja Batista, igreja Luterana, igreja Católica, etc. não é A igreja, como a igreja universal, mas ao invés disso, uma igreja local. A igreja universal é composta por aqueles que já confiaram em Cristo para salvação. Estes membros da igreja universal deveriam buscar comunhão e edificação em uma igreja local.

Resumindo, a igreja não é um prédio, ou uma denominação. De acordo com a Bíblia, a igreja é o Corpo de Cristo: todos aqueles que já colocaram sua fé em Jesus Cristo para salvação (João 3:16; I Coríntios 12:13). Há membros da igreja universal (O Corpo de Cristo) em igrejas locais.

Por desconhecerem essa Verdade, certos grupos criam doutrinas exaltativas, fazendo-se um grupo especial. Deus falaria com eles de forma diferente revelando coisas nunca ditas a outros grupos.

Fazem isso porque ao invés de lerem a Palavra como ela é, ignorando que ela não seja de particular interpretação, se dizem inspirados criando novas doutrinas.

Sim, vivemos os últimos dias da Terra, mas apesar de todos os sinais a cada dia mais agravados, ainda não é o fim. Mat. 24
Enquanto houver esperança, é sinal de que Deus esta presente. No meio do caos que assola a humanidade, no meio da degradação total e completa dos seres humanos à nossa volta, Deus ainda faz a sua obra de Salvação.

Vidas têm sido transformadas, lares têm sido restaurados, os corações endurecidos têm se quebrantado, os enfermos estão sendo curados.

Glória a Deus! Por que Ele existe e esta entre nós.
Leila Gonçalves Oliveira
ANO 2010


 
Avalie este artigo:
5 voto(s)
 
Revisado por Editor do Webartigos.com


Leia outros artigos de Leila Gonçalves Oliveira
Talvez você goste destes artigos também
Sobre este autor(a)
Fui alcançada pelo Senhor há 15 anos. Eu fui desde mocinha, espírita, espiritista, espiritualista, esotérica, ocultista, Nova Era, etc. Após inúmeras perdas que atingiram vida pessoal, profissional, material e afetiva, totalmente destruída, pude finalmente render-me ao Senhor. Tudo ocorreu de for...
Membro desde julho de 2011
Facebook
Informativo Webartigos.com
Receba novidades do webartigos.com em seu
e-mail. Cadastre-se abaixo:
Nome:
E-mail: