ENCONTRADO O BICHO HOMEM
 
ENCONTRADO O BICHO HOMEM
 


ENCONTRADO O BICHO HOMEM

 

         Ontem, por volta das 15 horas foi encontrando um bicho diferente no continente africano. Trata-se de um bicho completamente diferente. Ao contrário dos outros animais que possuem 4 patas, este possui apenas duas. Anda de uma maneira bem estranha, totalmente ereto sobre dois pés, que apesar de frágeis sustentam um grande corpo.

        Analisando bem o animal, nota-se muitas diferenças e nenhum outro animal semelhante foi visto até agora. Ele não possui chifre, mas possui uma grande cabeleira, aliás cabelo em seu corpo é que não falta.  Há muito cabelo embaixo dos membros superiores, nas costas, e na parte da frente.

        Entre as pernas também há uma grande quantidade de cabelos, quase tapando a parte sexual e anal.

        A parte sexual deste animal é um pouco complicada. Nos machos a coisa é mais feia ainda. Toda a parte genital é externa. Eles possuem um testículo gigante que fica entre os dois membros inferiores. Por cima dos testículos existe um pênis que varia de tamanho dependendo do animal. Quando este pênis está intumescido ele cresce de tamanho ficando enorme. Depois se aniquila e fica quieto no seu canto.

        As fêmeas deste animal possuem uma genitália parecida com a das fêmeas de outros animais. Possui os lábios grandes e pequenos e varia também de tamanho em cada animal. O clitóris e as outras partes sexuais são todas internas.

        Este animal possui uma fome muito estranha pelo lado sexual.  Se deixar eles copulam o dia inteiro. É um forte concorrente  para o nosso amigo galo.

        Este animal não sabe viver sozinho e anda sempre em bandos. O macho anda sempre com um porrete na mão, visto não possuir nenhum outro tipo de arma. Em cada bando há um chefe e todos obedecem-no por bem ou por mal, já que ele se torna o tirano. Geralmente é o mais forte do bando. Em todo tipo de alimento que encontra, primeiro é retirada a parte do chefe e o resto é dividido entre os membros. Comem qualquer coisa que aparecer, tanto animal como vegetal.

        Para dormir estes animais procuram as grutas, os lugares bem escondidos, pois temem os depredadores que existem muitos por todos os lugares.

        As fêmeas assim que se embucham ficam 9 meses com suas crias em suas entranhas. Completado 9 meses fazem seus ninhos e parem. Geralmente só nasce uma cria por vez. Raramente nasce mais de um.

        Estas crias são cuidadas muito bem pelas fêmeas. Os machos não querem saber de nada. As fêmeas possuem dois grandes peitos  na parte da frente próximos ao pescoço. Diferem muito da vaca que possuem 4 peitos e ficam pertos da genitália. Geralmente são boas de leite e as crias se fartam a vontade.

        Os cientistas estão muito encucados. Como este bicho conseguiu sobreviver, pois se mostra totalmente frágil. Não possui nenhum tipo de garra, ferrão, esporão,veneno. Possui uma cabeça muito pequena a ponto de ser classificado como sem inteligência. Além de pequena a cabeça ainda possui 7 grandes buracos por onde pode entrar algum produto estranho.

        Parece ter vontade de falar, pois nota-se alguns sons guturais pela boca. Outra coisa que se descobriu é que estes bichos gostam de desenhar nas paredes das cavernas onde moram. Morrem de medo do fogo e andam todos nus. Quando conseguem uma caça, fazem uma verdadeira festa. Quase sempre levam a caça para comer em suas grutas.

        São bastante higiênicos, pois fazem suas necessidades fora da gruta e levam para longe os que morrem e colocam-no entre as pedras. Alguns choram como se fossem dotados de algum sentimento.

        Uma outra coisa que se notou é que são muito negativistas em relação aos seus próprios membros. São gananciosos, escondem as coisas dos outros, brigam a cada momento, tomam a comida dos outros.

        Apesar da rudeza e da imbecilidade, estes animais detestam ficar presos em algum lugar. Gostam muito de liberdade. Alguns emitem algum som como se estivesse cantando, ambos assobiam muito bem. Apesar de frágeis enfrentam animais perigosos e quase sempre conseguem vencer, matando suas presas para se alimentarem.

        Na falta de um nome mais bonito para estes animais, os cientistas resolveram da o nome de HUMANOS.  Vamos aguardar novas notícias sobre estes seres estranhos para fazer novos comentários. Aguardem.

 
Avalie este artigo:
 
Revisado por Editor do Webartigos.com


Leia outros artigos de Henrique Araújo
Talvez você goste destes artigos também
Sobre este autor(a)
Henrique Pompilio de Araújo - Paranaense, formado em Letras, Direito e Teologia. Professor aposentado. Escritor com alguns livros publicados e muitos artigos distribuidos por jornais e revistas. Atualmente dirigindo o Lar Espirita Caminheiros da Luz. Residente e domiciliado em Cuiabá, casado, pai de...
Membro desde maio de 2009
Facebook
Informativo Webartigos.com
Receba novidades do webartigos.com em seu
e-mail. Cadastre-se abaixo:
Nome:
E-mail: