A população indígena, ainda, sofre muitos preconceitos nos dias atuais. Muitas pessoas acham que essa pequena parte da população brasileira atrapalha o desenvolvimento e que os índios não têm direitos para usufruirem de auxilios sociais básicos. Logo, esses pensamentos negativos contra os índios devem ser revistos e devem-se destacarem as valorizações deste grupo.

  Muitas pessoas, veem com maus olhos a população indígena devido o estilo de vida que eles levam. Mas, este fator é resultado de uma exclusão. Deve ser de conhecimento de todos, que a constituição de 1988 garante os direitos aos indígenas em toda e qualquer parte do território brasileiro e não apenas em suas reservas.

  A constituição de 1988, instaurou várias leis de forma protetiva a favor dos índios, também foi criado o estatuto do índio. Em uma dessas leis, deve ser observado o direito de terras originárias que garantem aos índios a posse de suas terras abtuais antes mesmo do estado. Um escritor de doutrinas constitucionais afirmou que as leis implantadas em 1988 salvou os indígenas do abandono completo, um passo muito importante para a valorização indígena.

  Outro fator interessante, é que a população indígena têm direito à educação dentro de suas aldeias, algo muito importante para o desenvolvimento étnico e intelectual desta população a fim de estarem atualizados com a sociedade atual. Essa medidas, podem ser consideradas uma forma de valorização indígena. O deputado Jair Bolsonaro, comentou na entrevita (Bolsonaro e os Índios: A verdade), que "os índios não querem viver como animais presos", além disso criticou a FUNAI.

  Portanto, pode ser concluido por meio dos fatos descorridos, que apesar de ter ocorrido uma valorização indígena na constituição de 1988, é nítido que essa população indígena merece mais atenção e respeito por parte da sociedade e do governo, pois eles também querem e precisam de melhores condições de vida.

Revisado por Editor do Webartigos.com