RESENHA LIVRO INTRODUÇÃO A LINGUÍSTICA TEXTUAL

Universidade Federal do Ceará
Departamento: Letras Vernáculas
Curso: Letras
Disciplina: Leitura e Produção de Textos Acadêmicos
Professora: Ana Cristina Lobo
Estudante: Geórgia Juliana C. A. Gonçalves



KOCH, I.G.V. Trajetória da Lingüística Textual. In: Introdução à lingüística textual. São Paulo: Ed.Martins Fontes, 2004. p. 01-46.



Resenha de "Trajetória da Lingüística Textual".


Ingedore Villaça Koch, licenciada em Letras e bacharel em Direito pela USP, é mestre e doutora em Língua Portuguesa pela PUC [SP] e livre-docente em Análise do Discurso pela Unicamp. A professora é a autora da obra "Introdução à lingüística textual" e coloca à disposição dos estudantes e profissionais das áreas de Letras e Comunicação Social um livro rico, com o estudo de momentos na evolução da lingüística textual e contendo ferramentas práticas para a construção textual.

A obra é dividida em duas partes, onde a primeira "Trajetória da Lingüística Textual", alvo desta resenha, constitui-se dos quatro capítulos iniciais e a segunda, "Principais objetos de estudo: o estado da arte", dos seis capítulos posteriores.

A docente, no capítulo "Análises interfrásticas e gramática de texto", faz passeio Histórico sobre o estudo dos mecanismos interfrásticos de acordo com orientações de cunho funcionalista, gerativista e estruturalista.

A virada da pragmática é o tema explorado por Koch no segundo capítulo. Remete ao período onde os lingüistas passaram a ver o texto como unidade básica de comunicação, nesse contexto a perspectiva pragmática segue com maior vigor conquistando a proeminência nas pesquisas sobre o assunto.

Koch segue relatando a contemporânea fase cognitivista no terceiro capítulo. Descreve a mudança de perspectiva onde o texto passa a ser considerado resultado de processos mentais, uma multiplicidade de operações cognitivistas interligadas, sendo posteriormente explicadas com a visão sóciocognitivo-interacionista.

No quarto capítulo da obra a doutora discute os critérios de construção textual do sentido e finaliza enfatizando a evolução dos conceitos de coesão e coerência.

Para finalizar essa primeira parte nada melhor que um convite deixado por Koch provocando seu leitor a seguir na discussão continuada dentro da perspectiva sóciocognitiva e interacionista que segue na segunda parte do livro.

A obra "Introdução a Lingüística Textual", abriga, sem dúvida alguma, um debate expositivo sobre a trajetória da lingüística textual e grandes temas. Uma leitura de fácil entendimento muito recomendada aos estudantes recém ingressados nas áreas de Letras e Comunicação Social.
 
Revisado por Editor do Webartigos.com
Leia outros artigos de Georgia Juliana Colares Augusto Goncalves
Talvez você goste destes artigos também
Sobre este autor(a)
Georgia Juliana, formada em Comunicação Social - Publicidade e Propaganda. Cursando pós-graduação MBA Gestão de Pessoas. Cursando Pós-graduação em Fotografia.
Membro desde outubro de 2010