RESENHA LIVRO INTRODUÇÃO A LINGUÍSTICA TEXTUAL
 
RESENHA LIVRO INTRODUÇÃO A LINGUÍSTICA TEXTUAL
 



Universidade Federal do Ceará
Departamento: Letras Vernáculas
Curso: Letras
Disciplina: Leitura e Produção de Textos Acadêmicos
Professora: Ana Cristina Lobo
Estudante: Geórgia Juliana C. A. Gonçalves



KOCH, I.G.V. Trajetória da Lingüística Textual. In: Introdução à lingüística textual. São Paulo: Ed.Martins Fontes, 2004. p. 01-46.



Resenha de "Trajetória da Lingüística Textual".


Ingedore Villaça Koch, licenciada em Letras e bacharel em Direito pela USP, é mestre e doutora em Língua Portuguesa pela PUC [SP] e livre-docente em Análise do Discurso pela Unicamp. A professora é a autora da obra "Introdução à lingüística textual" e coloca à disposição dos estudantes e profissionais das áreas de Letras e Comunicação Social um livro rico, com o estudo de momentos na evolução da lingüística textual e contendo ferramentas práticas para a construção textual.

A obra é dividida em duas partes, onde a primeira "Trajetória da Lingüística Textual", alvo desta resenha, constitui-se dos quatro capítulos iniciais e a segunda, "Principais objetos de estudo: o estado da arte", dos seis capítulos posteriores.

A docente, no capítulo "Análises interfrásticas e gramática de texto", faz passeio Histórico sobre o estudo dos mecanismos interfrásticos de acordo com orientações de cunho funcionalista, gerativista e estruturalista.

A virada da pragmática é o tema explorado por Koch no segundo capítulo. Remete ao período onde os lingüistas passaram a ver o texto como unidade básica de comunicação, nesse contexto a perspectiva pragmática segue com maior vigor conquistando a proeminência nas pesquisas sobre o assunto.

Koch segue relatando a contemporânea fase cognitivista no terceiro capítulo. Descreve a mudança de perspectiva onde o texto passa a ser considerado resultado de processos mentais, uma multiplicidade de operações cognitivistas interligadas, sendo posteriormente explicadas com a visão sóciocognitivo-interacionista.

No quarto capítulo da obra a doutora discute os critérios de construção textual do sentido e finaliza enfatizando a evolução dos conceitos de coesão e coerência.

Para finalizar essa primeira parte nada melhor que um convite deixado por Koch provocando seu leitor a seguir na discussão continuada dentro da perspectiva sóciocognitiva e interacionista que segue na segunda parte do livro.

A obra "Introdução a Lingüística Textual", abriga, sem dúvida alguma, um debate expositivo sobre a trajetória da lingüística textual e grandes temas. Uma leitura de fácil entendimento muito recomendada aos estudantes recém ingressados nas áreas de Letras e Comunicação Social.
 
Avalie este artigo:
(4 de 5)
7 voto(s)
 
Revisado por Editor do Webartigos.com


Leia outros artigos de Georgia Juliana Colares Augusto Goncalves
Talvez você goste destes artigos também