Jogos e Brincadeiras
 
Jogos e Brincadeiras
 



Autor: Josenildo Tertuliano Santos Silva


1. INTRODUÇÃO


Desde o nascimento, o ser humano é herdeiro da cultura universal, fazendo parte de uma esfera social, num plano histórico-cultural da sociedade a que faz parte.
São múltiplos os fatores que contribuem para a construção de conhecimentos que marcam o comportamento do ser humano, mesmo na infância, através da relação com os seus semelhantes e pela experiência do cotidiano. Resultado na projeção interior em conjunto com o que lhes é externo, aquilo que assimila por herança familiar, pela educação e pela cultura.
Assim, é através da ação lúdica, independente de época, que a criança brinca e aprende melhor, de forma prazerosa, pois é uma característica própria da cultura infantil.
De forma genética, a educação infantil é o local mais propenso para onde à criança inicia a construção de regras sistemáticas, reforçadas pela idéia de espaço prazeroso em que o lúdico predomina e a experimentação é permitida. Considerando as brincadeiras e os jogos como atividades privilegiadas para a formação do desenvolvimento e da aprendizagem na criança.
Partindo do entendimento de jogo enquanto enfatizado e possibilitado de interferências na formação da criança psicofísico e social, surge a seguinte investigação, enfatizando a forma como os profissionais de educação infantil lidam com esse conteúdo.
Estabelecendo uma análise sobre as características pertinentes ao âmbito escolar, com relação aos jogos, torna-se relevante à valorização deste elemento lúdico da cultura, para transformar o cotidiano escolar num lugar de encontro prazeroso e humano, é mais uma perspectiva para realização desse trabalho.
Verifica-se de modo crescente e consciente que a nossa sociedade acaba restringindo o valor da cultura infantil, reduzindo à manifestação lúdica a possibilidade de atividades exclusivamente utilitárias e obrigatórias. A preparação para o futuro não apenas furta o lúdico da vida das crianças, como renega seu espaço no tempo marcado para seu desenvolvimento da criatividade da criança através de suas vivências lúdicas, como contribuições que desenvolvem através do prazer, um vasto conhecimento e descoberta de si mesma.Enfim, enriquecendo sua vida e compreendendo a sociedade, e ao mesmo tempo buscando desenvolver na criança a formação integral, considerando-a como ser pensante e inovador das descobertas do mundo ao seu redor, através do brincar e da realização de jogos lúdicos.
O lúdico é um instrumento de desenvolvimento e construção do conhecimento.Ao brincar, a criança investiga, negocia partilha e constrói o conhecimento de si mesma e do mundo; ela expressa, simbolicamente, fantasias, medos, desejos, conhecimentos, experiências, curiosidades e angústias.O lúdico pode evidenciar a forma como a criança reflete, ordena, desorganiza, reorganiza e reconstrói o mundo à sua maneira, favorecendo a construção da sua subjetividade.
É importante entender essa função do brincar, para sabermos aproveitar, em sala de aula, os momentos em que os alunos estão no processo da brincadeira, porque aí estão acontecendo transformações no desenvolvimento da criança. Assim, não interessa só o produto final dessa brincadeira, mas todo o desenvolvimento que está ocorrendo durante oi brincar.Assim, o conteúdo da atividade lúdica vai se tornando a própria ação da criança.


2-Justificativa


O presente projeto tem a finalidade de mostrar o jogo no processo escolar, na busca do desenvolvimento integral do indivíduo. Uma vez que as brincadeiras educativas levam as crianças a se socializarem e a se respeitarem uma a outra. Diante da realidade em que vivemos é preciso mudar o jeito de se educar fazendo com a criança passe a ver os seus colegas como um ser que pertencem à sociedade e tem direitos e deveres da mesma forma que ele. Então é preciso que a criança entenda que as brincadeiras como uma prática pedagógica, pois o que posso constatar é que alguns professores usam brincadeiras de forma aleatória.
A escolha deste tema é a investigação sobre o que está acontecendo nas escolas, diante da realidade em que vivenciamos a desvalorização, a auto confiança que não existe por parte de algumas crianças e o conhecimento que tem suas falhas, neste sentido é preciso criar jogos em que a criança sinta-se confiante no que está acontecendo e que ela participe de forma produtiva no processo de ensino de ensino aprendizagem. Então é preciso fazer uma analise em relação ao que os autores relatam nos livros pois brincar, jogar, imitar e criar ritmos e movimentos, as crianças também se apropriam de repertório da cultura corporal no qual está inserida.
Embora seja vista como forma desafiadora à educação infantil e ludicidade, precisa ser melhorada e aplicada de uma forma coerente pois faz parte do processo de ensino aprendizagem e a diversidade de prática que caracterizem o universo da educação infantil refletem diferentes concepções quando ao sentido e funções atribuídas ao lúdico no cotidiano da pré-escola. Isso traduz que faz necessária uma atenção maior no que diz respeito à educação infantil pois é a base de onde começa todo o processo do desenvolvimento infantil.


3-Caracterização do Estudo

O estudo tem por finalidade, busca informações mais detalhadas sobre o tema trabalhado fazendo,uma pesquisa bibliográfica tendo como base a idéias de alguns autores. Podendo assim fazer uma pesquisa de qualidade com aprofundamento sobre o tema, a partir de uma pesquisa exploratória, analítica com abordagem qualitativa.

4-OBJETIVO

Geral:

¿ Refletir sobre as atividades lúdicas , destacando a importância do uso de jogos e brincadeiras na educação infantil.


Objetivos específicos:


1. Identificar as interferências que o lúdico proporciona a criança na educação infantil.
2. Incentivar o desenvolvimento da criatividade da criança através de suas vivencias lúdicas.
3. Enumerar atividades lúdicas capazes de construir na maturação de crianças na educação infantil.


5-Fundamentação Teórica

Ao abordar esse tema, a ênfase é incidir na totalidade da construção do ser psicosocial dos indivíduos que vivem em sociedade, procurando desempenhar seu papel adequadamente numa visão ampla de descoberta de potencialidade, através dos conhecimentos construídos além da história da vida de cada um. Uma escola, no entanto possui papel fundamental no desenvolvimento global desse ser, reunidas ações e contribuições distintas que envolvem o homem, numa visão ampla de conhecimento, que beneficiam e aprimoram realização profissional como sendo um dos objetivos da escola, além se pessoal, enfatizando, o lado interior desse processo, acreditando na construção , do cidadão critico-social. Dessa forma, cabe a esse, sistema organizado como grupo social que é referir valores, normas resultante das interações da vida do educando, a escola e a sociedade. Até mesmos, pelos que exigem que a escola se tome o centro da educação.
Contudo, sabemos que a educação não se dá apenas na escola, e sim em qualquer hora e lugar.
A escola é por excelência o lugar social, especifico onde organização de situação educativa e formal, explicita, e onde o espaço pedagógico é penetrado de interações políticas.(Kunz,200,p.73)

Porém é importante que ilustre aqui algo sobre a educação infantil, já que iremos aborda-la sobre alguns pontos marcantes na aprendizagem.
O ministério da educação infantil está regido pelos princípios e fins da educação nacional, e tem como finalidade o desenvolvimento integral da criança até 6 ano, em seus aspectos, psicológicos, intelectual e social (Lei de Diretrizes e Bases da educação nacional (1996) situada na primeira etapa da educação básica Art.21) (Viera.1999,p.31)

Assim, dando ênfase a cultura acumulada historicamente no principio da atividade que envolve a participação ativa da criança no processo de conhecimento, uma vez que ela será auxiliada a desenvolver atitudes positivas que serão úteis mais tarde.
Toda via, mais do que garantir juridicamente a alguns direito, os artigo da LDB trazem uma nova visão de criança a de ser cidadão agora e não no futuro, devemos ser respeitadas enquanto ser em desenvolvimento, com necessidade e características especificas.(Pantoni.1997,p.29)


Para tanto, no que se conceme ao tema: Educação Infantil e Ludicidade no Processo de Desenvolvimento da Aprendizagem. Aqui abordado, é intencional que se discuta sobre a educação, projetando analise e discussão que ressaltam a importância dos jogos e brincadeiras como meios e atividades que proporcionam prazer, diversão e ao mesmo tempo instruir, educar, informatizar, ale de produzir o desenvolvimento do ser de uma forma geral. Dessa forma proporcionando além de um lazer um trabalho construtivo, formando ou até mesmo identificando a personalidade infantil.
Assim, ampliando esse universo referencial que há escola, a criança e a sociedade, demonstrando através da aplicação consciente dos jogos e brincadeiras, como formas significativas que fortalece a identidade pessoal, cultural e social humanizadora, dimensionais criticamente as crianças para um futuro promissor.
No mundo infantil inúmero coisas oportunizam a descoberta do novo, da aprendizagem, como por exemplo: a exploração de todo ambiente que cerca de forma, espontânea , prazerosa.
Não é só na sala de aula que se realiza a prática docente de maneira formal, mas procurando explorar todo espaço da escola e através do processo lúdico indo da fantasia para a realidade, das experiências para a exploração, através das relações sociais estabelecidas e do dialogo fornecendo condições para que a criança questione, assim, proporcionando novos conhecimentos e descobertas. (Oliveira.1992.p.32)

Segundo a mesma autora citada, tais experiências representam improvisações, descobertas, criações, construções conjuntivas de significado a dada situação. O jogo e a brincadeira são por assim, dizer, uma das formas para a concretização dessa experiência.

6-Questões Norteadoras

1. Atividade lúdica é aquela que se faz só com o uso dos brinquedos?
2. Brinquedos, jogos e diversões são formas de atividades lúdicas?
3. Enquanto brinca, a criança aprende a ligar seu mundo interno com a realidade
4. Brincar é uma forma de desenvolver ou um jeito da criança passar o tempo?
5. A principal função da brincadeira é fazer as crianças liberarem energia e relaxarem?


7-Metodologia

O objetivo deste trabalho é identificar as formas de inserção dos jogos lúdicos como recursos pedagógicos para as aprendizagens da educação infantil.
Pretende-se analisar como utilizar esses recursos numa perspectivas construtivas correlacionadas os jogos lúdicos aos conteúdos de forma teórica-pratica no ensino da educação infantil.
O estudo bibliográfico centra-se nas contribuições teóricas de vários autores que realizaram artigos, dissertações e teses sobre as formas de utilização do lúdico em sala de aula, em situações de jogos. Conforme Martins (2000) "Trata-se, portando de um estudo para conhecer as contribuições cientificas sobre o tema, tendo como objetivo reconhecer, selecionar, analisar e interpretaras contribuições teóricas existentes sobre o fenômeno pesquisado."
A pesquisa tem caráter exploratório, segundo Martins (2000) "Se constitui na busca de maiores informações sobre o assunto como finalidade formular problema e hipótese". O estudo tem base descritiva das características apresentada pelos vários autores sobre a importância dos jogos lúdicos, bem como o estabelecimento de relações entre variáveis e fenômenos educativos em uma analise correlacional.


8-RECURSOS NECESSÁRIOS AO DESENVOLVIMENTO DO PROJETO



RECURSOS HUMANOS

PROFESSOR ORIENTADOR......................................................................................02

ALUNO PESQUISADOR..............................................................................................01

DIGITADOR..................................................................................................................01


RECURSOS MATERIAIS


MATERIAS DE CONSUMO UNIDADE QUANTIDADE
PAPEL A4 RESMA 01
CANETA ESFEROGRAFICA UNID. 03
CADERNO UNID. 01
CORRETIVO UNID. 01
CARTUCHO UNID. 01


RECURSOS PERMANENTES


MATERIAIS PERMANENTES UNIDADE
COMPUTADOR 01
IMPRESSORA 01
BIBLIOGRAFIA RS 50,00

9-CRONOGRAMA DE ATIVIDADES


Atividades Ano 2006
Meses
JUL AGO SET OUT NOV DEZ
Levantamento Bibliográfico X
Coleta de dados X
Fichamento X
Analise critica e interpretação dos dados X
Redação X
Revisão X
Resultado final X



 
Avalie este artigo:
4 voto(s)
 
Revisado por Editor do Webartigos.com


Leia outros artigos de Josenildo Tertuliano Santos Silva
Talvez você goste destes artigos também