Estágio Supervisionado em Gestão
 
Estágio Supervisionado em Gestão
 


UNIVERSIDADE ESTADUAL VALE DO ACARAÚ ? UVA
CURSO DE PEDAGOGIA
DISCIPLINA: ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM GESTÃO EDUCACIONAL
PROFESSORA ORIENTADORA: EVELINE ANDRADE




Estágio Supervisionado em Gestão




Maria Gilmara Mesquita Bezerra




Sobral/Ce
Jul/2010








Escola Priscila Maciel de França
A Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Priscila Maciel de França foi a instituição escolhida para a realização do Estágio em Gestão, cujo estabelecimento trabalha somente com o Ensino Médio, apesar de apresentar em sua descrição também o Ensino Fundamental. Está situada no Município de Hidrolândia - Ce, no Bairro da Caixa D?água e na Rua: Professora Argentina Façanha, Nº 471. Apresenta suporte em seu aspecto físico para atender a demanda do Município. Tendo em sua estrutura sete salas de aula em funcionamento normal e uma reservada para outra função; dois banheiros adaptados para deficientes; Sala de multimeios; sala de Informática; Biblioteca; Sala de Professores; Diretoria; Pátio e a Quadra de esporte. Todos esses espaços são adaptados com rampas para deficientes e tem duas salas em construção para funcionar com Educação Especial.
Tem como objetivo construir uma sociedade ansiosa pelo bem comum, pelos ideais coletivos e pela busca do conhecimento para a emancipação de todos, formando assim pessoas capazes de compreender a vida e a si mesmo. Sendo também capazes de transformar a realidade através da sensibilidade, mobilização e desenvolvimento de habilidades especiais, de forma a atender as necessidades que o mundo impõe, trabalhando com profissionais capacitados e comprometidos com os seus deveres e práticas docentes. O ambiente pedagógico é democrático e tende a atender as expectativas dos envolvidos, desde que estes também atendam as suas diante dos esforços desenvolvidos para a formação dos alunos.
Apresenta em seu meio pedagógico uma conduta transformadora, por se destacar em práticas sociais que ajudam a transformar a realidade da sociedade fazendo com que assim o discente conheça e aceite sua própria realidade.

Ter o humano como objeto de trabalho traz uma segunda consciência para o trabalho do professor: o seu componente ético e emocional. O intenso processo de relações que se trava na prática educativa produz mudanças emocionais inesperadas, leva o professor a questionar suas intenções, seus valores, suas maneiras de ensinar, enfim, a conhecer melhor as próprias reações e suas consequências e na formação dos alunos. (GUIMARÃES, p. 52)

Pois a partir das transformações sociais que ocorrem é necessário que a escola tenha uma visão lúcida da realidade social com a qual está lidando para que possa desenvolver um trabalho educativo, dinâmico e atual. E desta forma poder destacar as suas ações diante das inovações nos acontecimentos e problemas sociais que são aparentes na nossa sociedade atual. A escola foi observada durante os turnos tarde e noite, e diante disto nota-se nos recursos humanos que vem da comunidade uma tamanha diferença de acordo com o horário de frequência. Pois apesar de Hidrolândia ser uma cidade de pequeno porte, há uma grande variação de qualidades de vida na população quando desrespeito a economia e a educação sistemática e assistemática.
No ano corrente ainda não houve atualização do Projeto Político Pedagógico, contudo quem formulou este documento foram os seguintes membros da Escola: Maria Amélia Martins Torres (Antiga diretora); Maria Helenita Farias Sena (Coord. Pedagógica); Maria Regina Araújo Matos (Coord. Pedagógica, Anexo); Maria Fátima de Aragão Timbó (Coord. de Gestão) e a Secretária Escolar Maria de Fátima Oliveira Chaves.
Durante o ano corrente de 2010 esta Instituição sofreu várias mudanças, pois teve que acolher tanto novos alunos, quanto novos profissionais, que antes atuavam na Escola Estadual Olcino Pereira de Sousa também estadual, que hoje não mais funciona, foi desligada por aquisição do Estado, com intuito de formar apenas uma Escola já que de acordo com as pesquisas iria atender a demanda da Cidade quando se refere ao Ensino Médio, como de fato aconteceu. Por este motivo o núcleo gestor foi renomeado após a posse do diretor vigente Francisco George da Silva e muitos desses profissionais não trabalham mais nesta instituição, ou seja, foram transferidos para a cidade vizinha (Santa Quitéria) onde tem compatibilidade com o Crede. Os organismos Colegiados em atuação na Escola são o Conselho Escolar e o Grêmio Estudantil. Todos os professores atuantes têm licenciatura plena
Todos os setores com exceção da Quadra de Esporte estão em ótimo funcionamento com materiais suficientes e abrangentes para um bom desenvolvimento dos discentes, no entanto a professora de Educação Física Adriana Cid está com um projeto da construção de um campo em um terreno que pertence à escola para suprir essa necessidade até que se possa fazer esta reforma. A Biblioteca é um maravilhoso exemplo para se destacar em qualidade, pois a quantidade de livros atende tanto a demanda do local quanto as procuras que existem de outras escolas do município. A limpeza fixa de todo o espaço é feita três vezes ao dia e sempre que necessário, já que neste período há três Serviços Gerais trabalhando nesta área.
Como aspectos gerais da sociedade a Escola encontra-se no contexto social globalizado, onde o índice de crescimento urbano cresce consequentemente aumentando o desemprego, a exclusão social e outros males sociais, deixando assim uma responsabilidade maior por parte das Instituições escolares em transformar esta realidade em uma que consiga resolver os seus problemas sem muita dificuldade. A educação atual apresenta avanços significativos principalmente na adoção de concepções e práticas mais participativas, interativas e democráticas, porém ainda há altos índices de analfabetismo, repetência e evasão. Pois ainda se vê pouco investimento na capacidade dos profissionais da educação, que acaba se tornando mais um agravante para a falta de estímulos.

Quando nos defrontamos com a premente necessidade de, pelo desenvolvimento da educação brasileira, contribuir para que o país possa participar efetivamente do concerto das nações, nos planos econômico, cultural e político, enfrentamos o desafio de não apenas melhorar a qualidade da educação brasileira, mas de promover-lhe um significativo salto qualitativo, visível e urgente que mude a sua cultura conservadora e tímida (...) (HELOISA LÜCK,p 29)

De acordo com as necessidades e exigências do contexto atual, esta escola vem buscando inserir a tecnologia na prática escolar, pois a exclusão digital é considerada uma nova forma de analfabetismo. O acesso as informações e o intercâmbio tornaram-se mais acessíveis, fazendo as instituições educacionais trabalharem mais para adequação dos novos paradigmas. Pois as tecnologias da informação e da comunicação estão presentes em todos os grupos sociais, influenciando o comportamento humano através de ideologias alienadoras, manipuladoras e consumistas, gerando assim a cultura de valorização do supérfluo, por outro lado, estas mesmas encurtaram as distâncias e fizeram com que as informações circulassem mais rapidamente.
Processo de Gestão
Para esta instituição a educação constitui valor sistemático para o desenvolvimento de qualquer sociedade e é condição importante para melhoria da qualidade de vida das pessoas. Assim, ela não é somente responsabilidade da instituição educacional, mas da sociedade de como um todo, por isso as parcerias se apresentam como fatores positivos. Na sociedade vigente o ser humano apresenta-se mais aberto às discussões e mais participativo, menos resistentes às mudanças, mais preocupado com a longevidade, com ações voluntarias e desejos coletivo.

Afirmar o direito da pessoa humana à educação é assumir uma responsabilidade muito mais pesada do que assegurar a cada um a capacidade de ler, escrever e contar. É garantir a toda criança o inteiro desenvolvimento de suas funções mentais e a aquisição de conhecimentos e valores morais correspondentes ao exercício de suas funções, até adaptação à vida social atual (PIAGET 2007)

E é pensando nisso que o núcleo gestor da Escola Priscila Maciel de França desenvolve seus planejamentos democraticamente com horários e local prescrito. Os planos ocorrem nas quinzenas de cada mês, fazendo assim sempre um diagnóstico de todas as turmas na visão de cada professor, para que possa ocorrer solução de problemas através da reflexão sobre a prática e haver um bom rendimento na aprendizagem.
Com relação à seleção dos materiais didáticos, ocorre através de uma reunião com os professores, um de cada área especifica que analisam os materiais disponíveis e fazem a escolha da melhor alternativa. Levando-se em conta que esta gestão não se limita somente a transição de informações, pois procuram desenvolver níveis diversificados de participação da comunidade e para interesse dos alunos, procurando assim desenvolver uma gestão democrática, desde que se conhece que o desafio de construir e principalmente colocar em prática um Projeto Político Pedagógico comprometido com a democratização do ensino e da escola é imenso. Onde é necessário fazer primeiro uma definição da prática educativa e essa definição deve ser fruto de um estudo de grupo formado pelo corpo docente da escola, representante de pais e alunos interessados numa escola de qualidade, crítica e responsável pela formação da cidadania. Sendo que a escola se encontra em meio a um contexto social globalizado, onde o índice de crescimento urbano cresce consequentemente aumentando o desemprego, a exclusão social e outros males sociais. Deixando assim uma responsabilidade maior por parte das Instituições escolares em transformar esta realidade em uma que consiga resolver os seus problemas sem muita dificuldade.
Para atender a esta responsabilidade o núcleo gestor através das aulas e eventos, problematizam e fazem relação com a realidade, abordando questões atuais, estas que preparam o discente com uma bagagem mais direcionada para o seu próprio meio social e econômico. Essas realizações acontecem também como incentivos a participação das pessoas, despertando seus interesses e colocando-as numa situação de envolvimento ativo com o cotidiano da escola. Durante a composição das horas aulas, usa-se de recursos tecnológicos e criativos para entreter a atenção dos alunos mostrando-os a importância da aprendizagem e da participação.

A atividade profissional do professor pode ser caracterizada como uma atividade de mediação não só entre o aluno e a cultura, mas também entre a escola, pais e alunos, Estado e comunidade, etc. Esse caráter de mediação (...) justifica os investimentos de organismos diversos na configuração de uma identidade do professor na sociedade. (GUIMARÃES, 2004, p. 32).

A relação existente entre a gestão e a comunidade é de tamanha satisfação, pois especialmente o diretor é bastante comunicativo e faz sempre questão de estar mostrando os resultados satisfatórios e não satisfatórios no desenvolvimento do conhecimento e tentando com ajuda dos pais, traçarem uma estratégia para solucionar esses impasses. Assim o gestor coloca-se como mediador e articulador dos processos da instituição, dando oportunidade para que o corpo docente também participe dessa união com a mesma conduta democrática. Quando ocorre descumprimento de horários por parte dos profissionais, causa descontentamento, pois a atividades planejadas ficam sem direcionamento certo, deixando a desejar, até que alguém decida tomar as "pontas" soltas e resolva suprir a falta de algum membro, sendo que deve ser observada aqui a tamanha criatividade em elaborar e cumprir uma função que não estava prevista naquele momento.
Quando se deparam com um erro deste tipo ou outros, de inicio usam um pouco de preocupação pela surpresa de ter que mudar os planos, mas no decorrer tudo é solucionado pelo simples fato de esta escolar contar com um comprometido grupo quando se necessita de conhecimento, criticidade, criatividade e trabalho em equipe. Existem hoje muitos profissionais na rede estadual que vivem ociosos, pelo fato de não existir mais a sua profissão que lhe foi dada a alguns anos atrás, cargos estes que ficaram sem função no decorrer das mudanças dos tempos e tecnologias, ou seja, foram superados por novos. Diante disto a escola tenta somente integrar estas pessoas nas funções que melhor possa atendê-la, já que é dever do Estado e da Instituição continuar dando assistência e vaga a este profissional, até que venha o tempo da aposentadoria já que o mesmo é concursado e têm seus direitos.
Sabendo-se que o Plano de Ação é o planejamento de todas as ações necessárias para atingir um resultado desejado, ou seja, é um momento importante para a entidade pensar sobre a sua missão, identificando e relacionando as atividades prioritárias para o ano em exercício, tendo em vista os resultados esperados. E saber também que quanto maior a quantidade de ações e pessoas envolvidas, mais necessário e importante é ter um Plano de Ação. E, quanto melhor o Plano de Ação, maior a garantia de atingir a meta. Foi pensando nisso que a Escola Priscila compôs o seu documento com todas as previsões sobre o ano letivo de 2010, mesmo que no decorrer tenha havido acontecimentos inesperados, o Plano de ação elaborado e apresentado está conseguindo acompanhar e atender bem as exigências pretendidas e alcançar os objetivos esperados, sendo que de acordo com dados do CRED esta instituição está em correto funcionamento, não deixando a desejar em nenhum aspecto formal. Assim colocando com mais simplicidade pelo gestor o Plano de Ação é basicamente um formulário para execução e controle de tarefas onde são atribuídas as responsabilidades e determinado como o trabalho deverá ser realizado, assim como o departamento, motivo e prazo para conclusão com os custos envolvidos.

Fontes de Dados
Ao finalizar o estágio pude perceber ás muitas questões que rodeiam uma escola e os conflitos ocorrentes diante de situações de trabalho, falta de comunicação, falta de recursos financeiros e recursos humanos. Situações estas que é normal ocorrer quando se trabalha diretamente com recursos humanos, administração e gestão, que é o que se passa em uma escola que se preocupa com a transformação da realidade dos discentes. Essas informações para composição deste relatório foram adquiridas através de vivências na realidade da escola e fala dos profissionais em momentos propícios. A observação foi de tamanha significação para caracterizar como é o comportamento da gestão com relação a vários aspectos citados no texto. O comportamento dos alunos também foi bem observado para fazer relação com o que é falado e posto em prática no núcleo gestor.


Referência Bibliográfica

GUIMARÃES, Valter Soares. Formação de professores: Saberes, identidade e profissão. Campinas, SP: Papirus, 2004. p. 25-60.

LÜCK, Heloisa. Gestão Educacional: Uma questão paradigmática. 4 ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2008. Série Cadernos de Gestão. p 1-116.
PIAGET, Jean. Para onde vai a educação?. Rio de Janeiro: José Olimpio, 2007

TARDIF, Maurice. Saberes docentes e formação profissional. Petrópolis, RJ: Vozes, 2002. p.31-43.

 
Avalie este artigo:
 
Revisado por Editor do Webartigos.com


Leia outros artigos de Maria Gilmara Mesquita Bezerra Gomes
Talvez você goste destes artigos também
Sobre este autor(a)
Maria Gilmara Mesquita Bezerra Gomes, nasceu em Hidrolândia, Ceará, no dia 14 de março de 1989. Filha de Gilberto Bezerra Dourado e Francisca Amélia de Mesquita Dourado, residiu os primeiros anos de sua vida em Santa Tereza do Alípio, e posteriormente no Distrito de Irajá. No ano de 2002 mudou-se pa...
Membro desde maio de 2010
Facebook
Informativo Webartigos.com
Receba novidades do webartigos.com em seu
e-mail. Cadastre-se abaixo:
Nome:
E-mail: