A discriminação contra usuários de drogas
 
A discriminação contra usuários de drogas
 


Infelizmente desde os tempos remotos até hoje as pessoas mais vulneráveis que mais precisam de ajuda, como os usuários de drogas, a Organizações das Nações Unidas (ONU) reconhecendo esse problema lançou uma campanha contra isso , entre estes estão os usuários de drogas e a seguinte mensagem"igual a você".
O usuário é antes de todos na sociedade a maior vítima das drogas pois é em seu corpo que vai surgir os malefícios dessa pratica e também a relação com as outras pessoas seja da família ou da comunidade nunca mais será a mesma.
Não deve como muitas pessoas o encaram como o culpado do narcotráfico e da violência gerada por esse crime.
Tem países como a Holanda que é liberado o uso e venda da maconha e nessa nação não tem a força violenta o crime organizado na cidade do Rio de Janeiro, ficou assim pelo descaso da Secretária da Segurança Pública até chegar em um limite insustentável para que seja fácil fazer uma ação rápida e eficiente de melhoria na cidade.
O usuário existe não apenas aqui e apresenta vários problemas que poderia também ajudá-lo e não abandona-lo no seu próprio sofrimento e angústia.
Pela medicina ele é um doente carregado pela mísera existência humana de um mundo que não entende e este mundo não compreende.Entra nessa como um barco salvador e nada mais é que um barco sem leme.
Foge de uma realidade infeliz por uma pior e mais dura .Ainda por cima solitária pois muitos os abandonam.
Pois aquele que lhe vira as costas é mais um que lhe deixa rumo a sua ruína.
O seu isolamento e o encontro de amigos com quase a mesma história torna mais difícil a sua recuperação.
É difícil curar, muitos devem achar mais fácil o abandono do que o convívio ao seu lado.
Mas lembra que talvez ao fazer isso contribui para sua destruição.
Esse que virou as costas poderia ter o tirado do desespero na busca de mais um pouco de droga e afundar no abismo , na busca da fuga em cada vez drogas mais pesadas.
Em volta ao ver seu mundo todo destruído, talvez, sem talvez, sem entrar no crime para satisfazer sua última ilusão ou desesperado para aplicar a agulha,solitário ,ferido, coloca a quantidade errada.
E mais um no número de mortes por overdose.
Não é fácil , mas será mais fácil o abandono para esse amargo fim.
É isso que você leitor ,os pais, amigos , a sociedade tem que refletir ao cada um desses jovens , mais tarde se chega subitamente envelhecido, se é isso que desejam para eles.



É preciso uma grande dose de fuga da realidade para atribuir aos viciados a responsabilidade pelo tráfico e pela invasão da Ladeira dos Tabajaras por bandidos da Rocinha. É óbvio que houve mesmo foi um curto-circuito nos órgãos de Segurança do Estado, que carecem de inteligência, inclusive para pagar bons salários aos policiais, para que não se sintam atraídos pelo crime.
http://estradademaria.com/2009/04/03/rogerio-lisboa-contra-punicao-dos-usuarios-de-drogas/ Acessado no dia 07/11/2010
http://www.unesco.org/pt/brasilia/dynamic-content-single-view/news/un_launches_campaign_like_you_against_stigma_and_prejudice_in_brazil/browse/13/back/20950/cHash/6b8744650c/
Acessado no dia 07/11/2010
 
Avalie este artigo:
4 voto(s)
 
Revisado por Editor do Webartigos.com


Leia outros artigos de Priscila Dias De Carvalho
Talvez você goste destes artigos também
Sobre este autor(a)
Graduada pela Fundação Educacional de Fernandópolis em Biologia.Professora efetiva no Estado de São Paulo. Vive no interior de São Paulo.Conhecedora de várias linguas. Autora de romances como Alena e outros que em breve serão publicados. Livros virtuais na área da ciencia como HIV e condições adv...
Membro desde outubro de 2010
Facebook
Informativo Webartigos.com
Receba novidades do webartigos.com em seu
e-mail. Cadastre-se abaixo:
Nome:
E-mail: