Origem E Evolução Da Moeda
 
Origem E Evolução Da Moeda
 


Esta abordagem tem como objetivo analisar a origem e a evolução da mercadoria moeda, dos períodos decorrentes da antiguidade até os períodos hodiernos, da nossa sociedade, ressaltando suas diferentes fases e funções.

Na visão de Wassily Leontieff (2005), a moeda é a mercadoria que serve de equivalente geral para todas as mercadorias. Sua origem e evolução podem ser explicadas e definidas em seis fases distintas, como:

1-A ERA DO ESCAMBO: BOI E SAL  é a época em que o homem vivia em pequenas comunidades e se utilizava da vegetação e da caça disponível na região para se alimentar e para o sustento da família. Essas comunidades foram crescendo, se multiplicando e se expandindo, e formando outros núcleos familiares, que procuravam delimitar suas áreas plantio de alimentos e de caça para subsistência dos núcleos. Tem-se ai o inicio do processo de racionalização de atividades agrícolas, enquanto uns núcleos se dedicavam ao cultivo de tubérculos, outros cultivavam grãos e outros se dedicavam á caça. Essa economia primitiva funcionava á base de escambo, que se define pela pura e simples troca de mercadorias, e as de mais valor eram o boi e o sal.

2-A ERA DA MERCADORIA MOEDA: a evolução da sociedade impõe a necessidade de se facilitar as trocas de mercadorias. O homem passa a eleger um único produto como referencial de troca para as mercadorias, algo que tivesse valor e fosse aceito por todos como tal. É a passagem da troca, do escambo de um produto por outro, para as trocas indiretas,feitas através de algo com valor intrínseco. Alguns exemplos:

a)da Antiguidade até 410:

  • no Egito a moeda era o cobre;
  • na Índia era os animais domésticos, arroz e metais;
  • na China era, conchas , seda, sal e cereais.

b)na Idade Média, de 410 a 1.453:

  • na Alenanha, a moeda era o gado, cereais e mel;
  • na Rússia era o gado e prata;
  • no Japão era cobre, perola e arroz.

c)na Idade Moderna, de1.453 a 1.789:

  • no EUA , a moeda era o fumo, cereais, madeira e gado;
  • na França era metais preciosos e cereais;
  • no Japão era o arroz.

O gado foi a mercadoria moeda mais utilizada, pois tinha uma vantagem em relação ás outras, enquanto era guardado como uma poupança, essa moeda aumentava por meio da reprodução, rendia juros. Mas também tinha suas desvantagens, o gado não podia ser dividido em trocados.

Para que uma mercadoria possa ser utilizada como moeda, ela deve ter várias qualidades:

  • ter durabilidade, algo que não fosse perecível;
  • ter divisibilidade, algo que pudesse ser dividido;
  • ter homogeneidade, algo que fosse igual ás outras unidades dessa mercadoria;
  • ter facilidade de manejo e transporte, algo de fácil manuseio e transporte.

3-ERA DA MOERA METALICA: os metais, ouro e prata, foram as mercadorias, cujas características se aproximavam das exigidas para um instrumento monetário da época. Antes os mais usados foram, o cobre, o bronze e o ferro. Com o passar do tempo esses metais foram descartados por não servirem como reserva de valos, pela abundancia associada ás descobertas de novas jazitas. Esses metais denominados de não nobres, foram aos poucos substituídos por outros mais nobres, como o ouro e a prata, que passaram a ser definidos como metais monetários por excelência.

4-A ERA DA MOEDA PAPEL: moeda representativa, que veio eliminar as dificuldades enfrentadas pelos comerciantes com os riscos de assaltos e deslocamentos pelas regiões européias, facilitando a efetivação das operações comerciais e de créditos.Sua origem está relacionada á solução encontrada para as transações comerciais. O comerciante levava apenas um pedaço de papel denominado, CERTIDÃO DE DEPÓSITO, que era emitida por instituições conhecidas como CASAS DE CUSTODIA, onde eles depositavam suas moedas metálicas, ou outros valores sob garantia.

5-A MOEDA FIDUCIARIA : ou papel moeda, as Casas de Custodia passaram a emitir gradativamente, certificados sem lastro, ou seja, sem deposito em moedas metálicas, que serviam de garantia ao papel moeda ou certidão de deposito, dando assim, origem á moeda fiduciária, moeda baseada na fidúcia, na confiança ou papel moeda. A emissão do papel moeda era feita por particulares, que acabou por conduzir esse sistema á ruína . Assim o Estado o sistema e passa a controlá-lo. Hoje, a maioria dos sistemas funcionam á base da moeda fiduciária, e apresentam as seguintes características:

*inexistência de lastro metálico;

*convertibilidade absoluta;

*monopólio estatal das emissões.

6-MOEDA BANCARIA OU ESCRITURAL: com a evolução do sistema bancário, desenvolveu-se estamodalidade de moeda, que é representada pelos depósitos á vista e a curto prazo nos bancos, que passam a movimentar esse recurso por cheques ou ordem de pagamentos.

FUNÇÃO DA MOEDA: o conceito de moeda é entendido a partir das funções que ela desempenha:

*função de  meio ou instrumento de troca;

*função de  medida de valor;

*função de  reserva de valor;

*função de  padrão de pagamento deferido, aprovado.

CARACTERISTICAS DA MOEDA,para que possa desempenhar suas funções básicas:

a)indestrutibilidade e inalterabilidade: deve resistir a inúmeras relações de troca, deve ser de excelente qualidade para que não possa ser alterada;

b)homogeneidade: diferentes unidades monetárias devem ter o mesmo valor de compra;

c)divisibilidade: a moeda padrão de uma economia deve possuir múltiplos e submúltiplos, moeda subsidiárias, para permitir a realização de todos os tipos de transação comercial;

d)transferibilidade: deve circular na economia sem nenhuma dificuldade, facilitando o processo de troca;

e)facilidade de manuseio e transporte: a moeda deve ser impressa de forma a facilitar seu uso e seu transporte.

AS QUESE MOEDAS: compreendem o conjunto de ativos, total de bens, do sistema financeiro, são:

a)títulos da divida publica que estejam fora do BC, obrigações do tesouro nacional, letras do tesouro nacional, bens do tesouro nacional e notas do tesouro nacional;

b)depósito de poupança;

c)depósito a prazo, certificado e recibo de deposito bancário.

Todos os aspectos abordados possibilitam concluir que a MOEDA, o dinheiro de papel ou metálico, é omais liquido de todos os ativos,bens, e o que tem maior capacidade de conversão.

PASSOS, C.R.M.,NOGAMI,O. Princípios da Economia. 5 ed. São Paulo:

Poneira Thomson Learning, 2005.

REGINA CELIA DE FREITAS SOBREIRA

E-mail: ginacelia13@yahoo.com

Tel.: 31-3891 3804

 
Avalie este artigo:
(4 de 5)
12 voto(s)
 
Revisado por Editor do Webartigos.com


Leia outros artigos de Regina Sobreira
Talvez você goste destes artigos também
Sobre este autor(a)
Sou Licenciada em pedagogia pela UFV/MG/1987,tenho cinco anos de experiencia no ensino fundamental, de 5ª á 8ª série e ensino médio, e doze anos de experiencia na área de educação infantil, direção e coordenação de professores, e praticamente dois anos de experiencia em EJA. no momento, curso disci...
Membro desde março de 2008
Facebook
Informativo Webartigos.com
Receba novidades do webartigos.com em seu
e-mail. Cadastre-se abaixo:
Nome:
E-mail: