O Brincar E A Brinquedoteca: Uma Pesquisa Na Comunidade
 
O Brincar E A Brinquedoteca: Uma Pesquisa Na Comunidade
 


APRESENTAÇÃO

O presente artigo tem como objetivo a apresentação dos resultados obtidos e conclusões decorrentes da sondagem realizada pela Prefeitura Municipal de Pereiro - PMP do Ceará, tendo como eixo de interesse o projeto BRINQUEDOTECA

O trabalho realizado se apresenta como sondagem junto a zona urbana e a zona rural  do município de Pereiro para implantação do projeto brinquedoteca. Os resultados apurados poderão subsidiar, num futuro imediato, as decisões para elaboração das ações da prefeitura para a implantação de um MIX DE BRINQUEDOTECA e de levar às crianças e famílias do município de Pereiro uma proposta nova e inovadora nos serviços de lazer, diversão e recreação coletiva.

Com isso, espera-se melhorar o nível de qualidade de vida, estimular a cultura lúdica, democratização dos equipamentos lúdicos, otimizar o tempo livre além de ser mais uma opção de lazer para os habitantes de Pereiro. Um outro aspecto é possibilitar a manutenção da cultura lúdica infantil, das expressões artísticas e culturais resgatando o brincar na sociedade local como um dos elementos importantes na vida cotidiana do adulto e em especial na vida da criança.

A coleta dos dados foi realizada no mês de abril/2002, na zona urbana e zona rural do município de Pereiro. Parte dos sítios da zona rural e os locais da zona urbana visitados foram escolhidos pela equipe técnica da prefeitura.

2. ASPECTOS METODOLÓGICOS

A pesquisa aqui apresentada se classifica como exploratória e visa fazer uma sondagem junto as comunidades do município de Pereiro escolhidos pela prefeitura para implantação do Mix de Brinquedoteca.

De acordo com MATTAR (1996, p.18) "a pesquisa exploratória visa prover o pesquisador de maior conhecimento sobre o tema ou problema de pesquisa em perspectiva. Por isso, é apropriada para os primeiros estágios da investigação quando a familiaridade, o conhecimento e a compreensão do fenômeno por parte do pesquisador são, geralmente, pouco ou inexistentes".

Uma pesquisa do tipo exploratória pode fazer uso de diversos métodos de coleta de dados, sendo os principais: levantamento em fontes secundárias, estudos de casos selecionados, aplicação de questionários e observação informal.

2.1. Nome da Pesquisa

Sondagem Sobre o Brincar e a Brinquedoteca Junto à Comunidade de Pereiro - CE

2.2. Questões Norteadoras da Pesquisa

  • Identificar jogos, brincadeiras e brinquedos preferidos pelas crianças e pelos pais;
  • Analisar o grau de importância dado pela comunidade ao jogo, ao brinquedo e à brincadeira;
  • Verificar o nível do conhecimento sobre o tema brincar e brinquedoteca na leitura das crianças e dos pais;
  • Avaliar a valorização dada pelos pais e crianças ao brincar e à brinquedoteca;
  • Identificar as reais necessidades da brinquedoteca para as famílias do município de Pereiro;
  • Servir como um instrumento para planejamento e ações futuras da Prefeitura Municipal de Pereiro na implantação de outros projetos de brinquedoteca.

2.3. Método de Coleta de Dados

Antes de realizar a coleta dos dados, foram feitas visitas no municipiuo e realizadas reuniões com os técnicos da prefeitura, professores, coordenadores e representantes da comunidade local. Estas reuniões serviram de esclarecimento sobre o projeto brinquedoteca, sensibilização dos participantes no sentido de compartilhar com eles a proposta e a importância desse projeto, como também para orientação aos pesquisadores voluntários para a aplicação do instrumento de pesquisa.

Outro aspecto importante da visita técnica foi também fazer um diagnóstico do local e do espaço onde seria estruturada a brinquedoteca. Foram tiradas fotografias de cada possível espaço para implantação do projeto.

A pesquisa de campo foi realizada principalmente através de entrevista estruturada com roteiro orientado (questionário aplicado pelo pesquisador) com as famílias (pais e crianças) que moravam na zona rural e famílias (pais e crianças) que moravam na zona urbana do município de Pereiro. Este instrumento foi criado de forma coletiva pelo coordenador da pesquisa, técnicos da prefeitura, professores e representantes da comunidade das áreas envolvidas.

Os dados coletados através de questionários foram agrupados em 2 (duas) categorias, de acordo com o público pesquisado, a área de atuação da brinquedoteca e a categorização do fenômeno

abordado na questão. Este agrupamento apesar de indicar o número de escolhas não tem significado numérico devido ao fato de não se tratar de estudo quantitativo. Desta forma, as análises são de ordem qualitativa, ou seja, a busca é pelo significado.

Os questionários foram analisados qualitativamente e quantitativamente um a um, sendo observados os pontos de destaque tanto no sentido de coincidência quanto no de diferenciação. A partir desta análise, foram criados gráficos representativos para melhor apresentação e visualização dos resultados.

No estudo aqui referido, fez-se uso também de levantamento em fontes secundárias, no caso levantamentos bibliográficos, levantamentos documentais e levantamento de pesquisas realizadas. Além disso, utilizou-se também o método da observação informal, por ocasião das visitas aos locais que participam do projeto brinquedoteca.

A análise dos dados considerou também as situações diferenciadas de cada localidade no que se refere às condições sócio-políticas e econômicas, além da localização geográfica como também a população de criança existente em cada localidade.

A pesquisa utilizou os seguintes instrumentos para a coleta dos dados:

  • Questionários das crianças;
  • Questionários dos pais;
  • Observações descritivas;
  • Fotografias.

Os instrumentos de pesquisa aplicados foram dois (2):

a) Um dirigido tanto às crianças (idade de 4 a 9 anos) da zona rural e urbana.

b) E o outro dirigido tanto aos pais (ou responsáveis) da zona rural e urbana.

2.4. Amostra e Universo de Pesquisa

A amostra, neste estudo, se classifica, de acordo com a literatura, como não-probabilística do tipo intencional ou por julgamento, já que houve recomendação da Prefeitura Municipal de Pereiro para a inclusão das localidades (sítios e instituições escolares) participantes, esses locais já estavam articulados e abertos a participar do referido estudo. Além disso, foram considerados como critérios para escolha das instituições e sítios da amostra os seguintes fatores: 1. Disponibilidade de recursos financeiros; 2. O número de crianças existente no local dentro o perfil etário da pesquisa e; 3. O censo Demográfico de 2000 ? Resultado de Universo (população residente, por grupos de idade)

Para MATTAR (1996), "a suposição básica da amostra intencional é de que com bom julgamento e uma estratégia adequada, podem ser escolhidos os casos a serem incluídos e, assim, chegar a amostras que sejam satisfatórias para as necessidades da pesquisa".

De acordo com o censo demográfico de 2000 fornecidos pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística ? IBGE na zona urbana do Município de Pereiro existem 583 crianças

e na zona rural 1.462 crianças com a faixa etária de 4 a 9 anos, o que representa, respectivamente, em cima do universo total aproximadamente 28% e 72%. Considerando um erro absoluto de 3% e utilizando as Tabelas de Erro Absoluto de Amostragem Aleatória Simples[2], foi encontrado o tamanho da amostra como mostra o Quadro 1.

Quadro 1

Tamanho da Amostra da Pesquisa para as Crianças e Pais[3]

Brinquedoteca: Amostra da Pesquisa para as Crianças e Pais.
A distribuição geográfica do universo da pesquisa  encontram-se no Quadro 2 e 3.

Quadro 2

Relação dos Locais Escolhidos para Aplicação da Pesquisa
Instituições Educacionais na Zona Urbana

Instituições Educacionais - Brinquedoteca.

[2] As tabelas foram retiradas do livro Pesquisa de Mercado de Marco Antonio de Souza Aguiar, Editora SEBRAE, 1998.
[3] O tamanho da amostra dos pais foi também de 950.

Quadro 3

Relação dos Locais Escolhidos para Aplicação da Pesquisa
Distritos/Sítios da Zona Rural

Locais Escolhidos - Brinquedoteca
O universo da pesquisa foi de 950 crianças e 950 pais, perfazendo um total de 1.900 instrumentos aplicados e distribuídos da seguinte forma conforme apresenta o Quadro 4:

Quadro 4

Distribuição da Pesquisa



Como já apresentado no Quadro 2 e 3 a pesquisa foi aplicada em um número de 28 áreas. Destas, seis (6) foram da zona urbana de Pereiro e vinte e dois (22) na zona rural de Pereiro.

Importante salientar que todos os resultados aqui apurados são válidos para grupo etário de crianças escolhidas e para as 28 áreas participantes da sondagem, não podendo ser generalizados para o restante das idades e outras áreas do município como um todo.
 
Avalie este artigo:
 
Revisado por Editor do Webartigos.com


Leia outros artigos de Marcos Teodorico Pinheiro De Almeida
Talvez você goste destes artigos também
Sobre este autor(a)
Professor Adjunto da Universidade Federal do Ceará (UFC) do Instituto de Educação Física e Esportes (IEFES). Doutor pela Universidade de Barcelona (UB). Mestre em Educação da América Latina pela Universidade de São Paulo – USP. Mestre em Educação pela Universidade de Barcelona – UB. Graduado em Educ...
Membro desde outubro de 2006
Facebook
Informativo Webartigos.com
Receba novidades do webartigos.com em seu
e-mail. Cadastre-se abaixo:
Nome:
E-mail: