eBook gratuito: clique agora e baixe.

Se você deseja iniciar um novo negócio ou adicionar um fluxo de receita ao que já está fazendo, a distribuição de semi joias por atacado oferece uma opção atraente.

Você estará vendendo um produto que é sempre popular, seja ouro fino, diamantes ou peças de moda, para outras empresas ou clientes que compartilham seu amor pela beleza.

Você também pode trabalhar em casa porque precisará de pouca sobrecarga ou espaço de armazenamento.

Vender para empresas ou para pessoas?

Decida se você deseja operar como um distribuidor business-to-business (B2B) ou business-to-consumer (B2C).

No primeiro caso, você estará comprando jóias a preços de atacado e depois vendendo para varejistas de jóias. O preço para o qual você vende seus produtos estará abaixo dos preços de varejo, mas acima do preço de compra. Se você tem dinheiro para investimentos iniciais e um meio de armazenamento de produtos, esta é uma boa opção, porque você pode comprar em massa, o que lhe dá as maiores margens para jogar.

Você também tem menos clientes para lidar do que uma empresa de varejo, e eles são todos profissionais, portanto, suas necessidades de atendimento ao cliente são mínimas. Nos esforços B2C, você estará comprando jóias por atacado e vendendo para o usuário final, seja através de uma loja, em casa, em um site, ou usando um recurso de terceiros, como o Mercado Livre.

Escolha o tipo de jóia

Escolha o tipo de jóia que você gostaria de distribuir, como bijuterias, bijuterias ou joias finas. Você também deve decidir se quer se concentrar em jóias de prata, jóias de ouro e platina, jóias de zircônia cúbica, jóias de contas ou outros.

Bijuterias é o menos caro para comprar e vender, bem como a menor qualidade.

Jóias finas são as mais caras e exigem experiência, cuidado e um olhar perspicaz. No entanto, preço e qualidade com metais preciosos e pedras preciosas variam muito.

Você ainda pode lidar com peças bonitas feitas com materiais naturais, como ouro, prata e pedras preciosas ou semipreciosas, mas que caem na categoria “moda” ou “ponte”.

Descubra que tipo de marketing faz mais sentido para você

Com o B2B, a maneira mais rápida de conquistar clientes pode ser ligar para os varejistas de jóias e oferecer seus produtos a um preço atraente. Outra opção seria participar de feiras comerciais aplicáveis. Com o B2C, seu sucesso em um site como o Mercado Livre será determinado por seus preços, descrições e capacidade de usar as palavras-chave que seus clientes potenciais estão procurando. No entanto, se você estiver confiando em seu próprio website, talvez seja necessário fazer publicidade paga, como Facebook Ads ou Google Adwords.

Crie uma lista de recursos e um plano de negócios básico

Com distribuição de jóias, você também pode fazer uma combinação de B2B e B2C. Ofereça um desconto substancial aos seus clientes B2B que compram um determinado número de peças e as vendam a preço integral a consumidores de varejo que desejam comprar apenas um item por vez.

Como os fabricantes de jóias e os recursos mudam com frequência, é melhor começar com uma pesquisa no Google. Para drop-shippers, procure por “dropshippers de semijoias por atacado” junto com palavras-chave como “prata” ou “fino”.

Se você gosta de tomar posse de seu inventário, faça uma pesquisa para "tornar-se um distribuidor de jóias", voltando a focar no tipo de joalheria.

Conclusão

Escolha os estilos de jóias, preços e termos que você gosta, e aplique para ser um distribuidor por atacado com as empresas que passam seus critérios. Em seguida, abra suas portas, sejam elas reais ou virtuais, e dê as boas-vindas aos novos clientes.

eBook gratuito: clique agora e baixe.