Gestão Organizacional
 
Gestão Organizacional
 


Gestão Organizacional

É a filosofia administrativa que visa planejar, organizar, implementar, avaliar e controlar a performance conjuntural de uma organização empresarial, buscando a eficiência dos processos, a eficácia das ações, o aumento da produtividade e o desempenho qualitativo dos serviços e das atividades afins, e por fim, mas, não por último, a Qualidade de Vida no ambiente empresarial.
A Gestão investe na melhoria do clima organizacional, no aprimoramento dos recursos técnico-operacionais, na maximização dos resultados, na profissionalização e qualificação da mão de obra e na real rentabilidade econômica do negócio.
A Gestão capacita a empresa a julgar, decidir e agir, ou provocar ação no tempo correto, corrigindo, qualificando e auditando o desempenho empresarial.
A Gestão desenvolve competências gerenciais, cria auditorias internas para checar a Qualidade dos Processos, promove sinergias departamentais, elabora políticas internas, normas e diretrizes, documenta todas as atividades, informatiza as operações. Planeja a estrutura organizacional.

GERÊNCIA

Como vimos, a GESTÃO é a filosofia administrativa da empresa. Por conseguinte, é a virtual esquematização do contexto empresarial.
A Gerência é o instrumento, por excelência, da Gestão. É o desempenho, propriamente dito... Antes de ser uma técnica, a Gerência é uma prática!
Ela possui a responsabilidade (delegada pela GESTÃO) de obter os resultados --- (eficácia), planejar, avaliar e controlar os processos e a performance organizacional (eficiência) produzir mais e a custos menores (produtividade) melhorar, sistematicamente, a Qualidade no ambiente empresarial (desenvolvimento organizacional) promover o LUCRO e administrar bem os recursos da empresa, garantindo a longevidade do Negócio.
A Gerência deve maximizar os "Ativos" da empresa e minimizar os "Passivos".
O grande problema gerencial não está somente em definir "O QUE É A EMPRESA", e sim em formular "O QUE SERÁ A EMPRESA".
Ao gerente compete tomar as decisões, a partir do conhecimento de suas conseqüências... O sucesso de uma empresa depende, fundamentalmente, do desempenho gerencial. O gerente se concentra no que pode fazer (e não no que não pode...) através da ênfase nos pontos fortes da empresa, tentando neutralizar as fraquezas e deficiências conjunturais. O foco principal da Gerência está nas oportunidades e não nos problemas. Uma reflexão: nem todos os problemas empresariais podem ser resolvidos. Se assim fosse, "as empresas seriam perfeitas". Não esqueçamos também, que as empresas são administradas por pessoas.
As pessoas (que pena!) "erram"... Isto é, totalmente, incontestável! E elas "aprendem" com os erros... Esta é a parte boa...
Controlar a balança dos erros X acertos é uma atribuição estratégica X tática da Gerência. Além do que, toda solução tem um custo associado...
Os gerentes que não erram são maus gerentes. Desencorajam sua equipe, possuem um baixo desempenho (afinal, não ousam, não arriscam...) são desconfiados, inseguros e vivem em permanente estado de ansiedade...

A Gerência é uma Instituição:

Cabe à Gerência a missão de garantir a sobrevivência empresarial!

Reinaldo Müller
Consultor de Marketing
e-mail:[email protected]
 
Avalie este artigo:
(4 de 5)
21 voto(s)
 
Revisado por Editor do Webartigos.com


Leia outros artigos de Reinaldo Müller
Talvez você goste destes artigos também
Sobre este autor(a)
Reinaldo Müller é Consultor de Marketing e Vendas - Instrutor de Vendas - Especialista em Gerência de Vendas pela ADVB-SP - Multiplicador de Endomarketing (Planeta Marketing/SP). Um intelectual que escreve poemas, prosas e crônicas. Artigos científicos, opinativos, ensaios, papers, críticas literá...
Membro desde outubro de 2010
Facebook
Informativo Webartigos.com
Receba novidades do webartigos.com em seu
e-mail. Cadastre-se abaixo:
Nome:
E-mail: