A INFLUÊNCIA DO LIDER NA MOTIVAÇÃO DE SEUS COLABORADORES
 
A INFLUÊNCIA DO LIDER NA MOTIVAÇÃO DE SEUS COLABORADORES
 


RESUMO

O presente estudo pretende abordar A Influência do Líder na Motivação de seus Colaboradores. Mostrando a importância de o líder conhecer e reconhecer seus colaboradores, levando até os mesmos elementos que auxiliem na motivação da sua equipe e assim obtendo resultados significativos e almejado por todos.

Palavras-Chave: Líder. Liderança. Motivação.

1 INTRODUÇÃO

O presente trabalho tem como tema A influência do Líder na Motivação de seus Colaboradores.
A justificativa pela escolha deste tema deve-se ao fato do grande aumento da procura de pessoas com espírito de liderança pelas empresas, e pela necessidade de conhecer quais os requisitos para que se possa liderar alguém a ponto de motivá-las. Outro fator que me levou a dissertar sobre este tema é por estar dentro de uma grande empresa, trabalhando diariamente com várias pessoas, o qual me levou a sentir a necessidade de conhecer e reconhecer quem são os colaboradores e como os lideres se direcionam a eles de forma que possam motivá-los a obter resultados significativos, esperado e almejado por todos os envolvidos.
Os objetivos que pretendo alcançar com este trabalho são nos gerais, mostrar a importância de uma boa liderança na motivação dos colaboradores para se ter uma boa eficácia na operação e resultados. Nos específicos Identificar elementos para motivação da equipe e analisar possíveis resultados a serem obtidos através da motivação influenciada pela liderança.
Acredito que este trabalho venha a contribuir com lideres e futuros lideres que hoje estão sendo muito visados pelas empresas, compreendendo as influências que sua liderança e formas de liderar podem exercer sobre a motivação de seus liderados.
Neste mesmo ponto almejo para a sociedade que se descubram como lideres e que consigam diferenciar lideres e chefes, sendo assim, tendo uma sociedade onde todos sejam vistos de uma mesma forma e não como líder e liderado e sim como equipe com os mesmos objetivos.
Mas será que é possível influenciar pessoas, motiva-las para que desempenhem o papel que é esperado pelo seu líder?
Para que esta problemática seja respondida faremos uma breve dissertação sobre liderança e lideres como também as motivações que estes exercem sobre seus liderados a ponto de se sentirem responsáveis pela execução bem sucedida de suas tarefas.


2 EMBASAMENTO TEÓRICO

Existem diversas formas de definir liderança, assim procuramos algumas, as quais pudessem nos dar um conceito geral.
Liderança é o processo de conduzir um grupo de pessoas, transformando-o numa equipe que gera resultados. É a habilidade de liderar e influenciar seus liderados de forma ética e positiva para que contribuam voluntariamente e com entusiasmo para alcançarem os objetivos da equipe e da organização. (WIKIPÉDIA, 2010)
Também temos o conceito de Nunes (s/a apud George Terry, s/a) que diz que " Liderança é a atividade de liderar pessoas fazendo-as empenhar-se voluntariamente em um objetivo de grupo."
Liderança é um termo utilizado atualmente que designa aquele que lidera, mas este termo por muito tempo foi conceituado como chefia, hierarquia ou poder. Neste ponto citamos Gomes (s/a, p. 1) que nos diz " Durante muito tempo, e ainda na era Taylor e Fayol, pouco se ouvia falar em liderança. Os termos mais utilizados eram " chefia", hierarquia, subordinação, poder [...]".
Completando citação acima podemos parafrasear Nóbrega (2008) no qual fala que o ato de liderar não é para qualquer um, pois exige uma lealdade pessoal, do qual poucas pessoas conseguem suportar, e ainda diz que "[...] Chefes soa comuns, lideres são raros. É por isso que existem muitas empresas de sucesso, mas pouca gente feliz lá dentro" (NÓBREGA, 2008 p.18)
Segundo Hunter (2004) a liderança é uma habilidade de influenciar seus colaboradores para que trabalhem com entusiasmo, visando atingir os objetivos para um bem comum.
Seguindo este conceito de Hunter, procurei encontrar as maneiras mais simples, porém eficaz de conquistar a confiança de meus colaboradores e assim tirar o que havia de melhor em cada um.
Para que se considere um líder e não um chefe, temos que levar em conta muitos fatores e valores, um deles é estar em equilíbrio com seus colaboradores, onde trabalhem juntos para o mesmo bem. Afirmando isto temos Carvalho que nos auxilia dizendo que o colaborador deve ser visto como parceiro e não como um subalterno e é papel do líder reconhece-lo pelo trabalho que este desenvolve. Carvalho (s/a, p.1)

Um outro dado importante é fazer com que o colaborador sinta-se responsável pelo seu trabalho e que veja seu trabalho como fator de crescimento pessoal e profissional. Treine-o, faça-o ser bom no que faz, aliás, faça-o ser melhor ainda no que faz. Desafie-o constantemente, com novas tarefas, solicitando sua ajuda. Estimule-o a estudar e a aprender mais.

Para que uma empresa obtenha o resultado desejado é necessário que líder e liderados esteja em uma mesma sintonia, procurando alcançar os mesmos objetivos, e para isso acontecer muito depende da motivação do liderado e esta liderança é que proporcionará esta motivação. Com motivação o liderado trabalhará com mais vontade e os resultados surgirão. Confirmando isso Maillaro (s/a, p.1) afirma que "Um liderado motivado entrega resultados com mais qualidade".
O papel fundamental de um líder é manter seus colaboradores motivados e produtivos, proporcionando resultados satisfatórios para a empresa, e esse resultado só acontecerá através de colaboradores motivados e engajados em gerar tais resultados. ( PALÁCIUS, 2008).
Segundo Katzenbach & Smith (2001) um líder tem que adaptar-se a organização e deve ser capaz de encorajar seus liderados, com respeito e habilidade, estimulando-os para que todos sigam numa mesma sintonia e isso deve ser tarefa cotidiana do líder, pois "manter o empregado motivado é uma missão diária do empresário ou do líder e o resultado de vários fatores" (CARVALHO, s/a, p.1)
Desta forma, entende-se que para se obter resultado o líder deve encorajar e trabalhar em comum com seus colaboradores, pois dentro de uma empresa colaboradores só mostrarão resultados se forem motivados e concluindo citamos Carvalho (s/a, p1) que afirma dizendo " Da próxima vez que você ouvir que ninguém motiva ninguém, duvide. Ou saiba que este não é um líder que tem a responsabilidade de obter resultados através de seus colaboradores.
3 CONSIDERAÇÕES FINAIS

Através das observações em campo e pela pesquisa bibliográfica realizada pude concluir que o líder e a sua forma de liderar tem total influencia no ambiente de trabalho de seus colaboradores.
Hoje em dia para que a empresa obtenha resultados é importante que o líder antes de mais nada procure conhecer cada membro da sua equipe, para que estes estejam dispostos a serem motivados, sendo assim, a problemática que envolve este trabalho poderá ser respondida da seguinte forma:
Motivar pessoas não é algo tão simples, para que sejam motivadas é necessário que elas estejam abertas para isso, que essa motivação também seja seu desejo, pois nada adianta querer motivar se preferirem ficar no desanimo e infelicidade, e cabe ao líder descobrir formas de motivá-las. Contribuindo com esse pensamento citamos Bergamini (1991, p.31):

a motivação é algo intrínsico a pessoa, surge de sua realidade interior. Gerentes ou líderes somente conseguirão estimular as pessoas ao trabalho se estas estiverem predispostas naquele momento a tal comportamento. Esta predisposição envolve atendimento as necessidades fisiológicas, de segurança, sociais, de auto - estima e, principalmente, de auto realização.

Então finalizando, coloco aquilo que julgo ponto negativo e ponto positivo.
O que posso definir como ponto negativo é a insegurança que os liderados sentem quando se deparam com um novo líder, mas também isso é algo trabalhado e que pode se tornar em uma grande parceria.
E podemos destacar como ponto positivo, a relação que o líder tem com seus liderados, jamais se colocando como chefe ou alguém superior, sempre estando no mesmo caminho, procurando alcançar os mesmos objetivos.

REFERÊNCIA
BERGAMINI, C.W. Motivação. São Paulo: Atlas, 1991.
CARVALHO, Zenaide. Como manter o empregado motivado? O líder que faz a diferença. Disponível em: . Acessado dia 01 de março de 2010.

GOMES, L.A. O papel do líder na motivação da equipe: a árdua tarefa de motivar e manter-se motivado. Disponível em: http://www.soartigos.com/articles/1239/1/O-papel-do-lider-na-motivacao-da-equipe-a-ardua-tarefa-de-motivar-e-manter-se-motivado-/Page1.html: Acessado dia 03 de março de 2010

HUNTER, James C. O monge e o executivo: uma história sobre a essência da liderança. Editora Sextante, Rio de Janeiro, 2004.

KATZENBACH, J. R. & S. D. K. Equipes de Alta Performance: conceito, princípios
e técnicas para potencializar o desempenho das equipes. Tradução de Edite Siegert Sciulli. Rio de Janeiro: Campus, 2001.

MAILLARO, W. E. O papel do líder na motivação do liderado metas smart. Disponível em:
http://www.rh.com.br/Portal/Motivacao/Artigo/6078/o-papel-do-lider-na-motivacao-do-liderado-metas-smart.html. Acessado dia 02 de março de 2010.

NÓBREGA, Clemente. Empresas de sucesso, pessoas infelizes? E. Senac Rio de Janeiro, 2006.

PALÁCIUS, Fernanda. Líder e Motivação. Disponível em: http://www.crescimentum.com.br/emkt/05_09_08/pdf/lider_motivacao.pdf. Acessado dia 03 de março de 2010.

WIKIPÉDIA. Disponível em: http://pt.wikipedia.org/wiki/Lideran%C3%A7a. Acessado dia 02 de março de 2010.
 
Avalie este artigo:
2 voto(s)
 
Revisado por Editor do Webartigos.com


Talvez você goste destes artigos também
Sobre este autor(a)
Formado no curso de Mineração pelo Centro Paula Souza. Estudante do curso de Administração de Empresas na Universidade de Santo Amaro
Membro desde janeiro de 2011
Facebook
Informativo Webartigos.com
Receba novidades do webartigos.com em seu
e-mail. Cadastre-se abaixo:
Nome:
E-mail: