Quantas marcas temos dentro de nós;
Quantos projetos sonhamos em realizar;
Quantas vezes temos vontade de soltar a voz,
E num só grito, tudo o que somos revelar.

Quantos cheiros adoramos sentir;
Quantas lembranças temos da infância;
Quantos momentos nos fizaram sorrir;
Quantas preces rezamos cheios de esperança.

Quantas paixões tivemos na adolescência;
Quantas surras levamos por desobedecer;
Quantas vezes nos enganaram por nossa inocência;
Quantas vezes sofremos por obedecer.

Quantos amigos já passaram por nós;
Quanta coisa boa aprendemos com a vida;
Quantos momentos desejamos ficara à sós;
Quantos prêmios já ganhamos por uma vida bem vivida...