RESUMO

A proposta deste trabalho é compreender as ações da sociedade em relação às práticas de inclusão das pessoas com deficiência física, tendo como referência uma aluna do 4º ano do ensino fundamental de uma escola municipal da cidade de Macapá. Conhecer a origem da educação especial e inclusiva com base nas pesquisas de outros autores que serão citados ao longo deste trabalho, o que permitiu abordar a temática da inclusão do aluno com deficiência no ambiente escolar. Conhecendo o processo de ensino aprendizagem do aluno com deficiência na cidade de Macapá; tendo como campo de pesquisa e observação a Escola Municipal, na qual buscamos subsídios práticos para nossos estudos. Para que possamos apresentar um relatório das observações realizadas neste estabelecimento de ensino e suas práticas realizadas com relação ao que estabelece a lei nº 13.146 de 6 de julho de 2015.; 3o parágrafo do art. 5o da Constituição da República Federativa do Brasil, alínea a, que trata do acesso a educação e o ensino profissionalizante; e abordar os vários métodos e sintomas que estão relacionados a deficiência e inclusão. Os resultados evidenciam que a escola consegue oferecer um atendimento adequado para uma boa adaptação, melhor atendimento e desenvolvimento do aluno. O presente trabalho teve como objetivo analisar o processo de alfabetização e sua relevância para a vida do aluno com deficiência física, tendo como problema as dificuldades de ensino/aprendizagem enfrentadas no processo de alfabetização por aluno com deficiência física, a hipótese trabalhada foi de que o processo de alfabetização de alunos com deficiência física ocorre com dificuldade, porém o trabalho desenvolvido é estruturado de acordo com a necessidade das crianças.

Palavras-chave: Práticas. Inclusão. Deficiência. Tecnologia Assistiva.

INTRODUÇÃO

Na presente análise de pesquisa, o foco de interesse está centrado na investigação dos desafios enfrentados pelos deficientes físicos na perspectiva dos desafios referentes à inclusão da tecnologia assistiva. Com essa análise pretende-se demostrar quais dificuldades foram encontradas e assim, centrada no poder de buscar novas ideias para melhoria deste processo. Pretende-se também discutir inicialmente, a origem da deficiência, considerando aspectos importantes de caráter histórico e suas dificuldades na inclusão da pessoa com deficiência na educação básica do ensino regular, a pesquisa em questão apresenta um discurso voltado ao trabalho de alfabetização e letramento na escola Municipal tendo como enfoque uma aluna do 4º ano do ensino fundamental, observando os pontos positivos e negativos do trabalho realizado pelo professor e pela escola inclusiva. Com a pesquisa realizada foi possível observar com um olhar crítico as inúmeras dificuldades que os deficientes físicos enfrentam no Brasil com o foco principal na cidade de Macapá. A abordagem direciona-se também ao processo de inclusão da tecnologia assistiva e como professores e escola estão preparados para essa metodologia de trabalho, se os docentes utilizam de alguma maneira a tecnologia assistiva para a alfabetização da aluna com deficiência e de como é realizado esse trabalho tendo como objetivo incluir todos os alunos da sala de aula, permitindo uma visão mais ampla quanto ao papel da escola se sua estrutura física encontra-se preparada para receber os alunos com deficiência, se realmente existe a inclusão desse aluno, como ocorre a participação da família na vida escolar da aluna, se há uma comunicação compreensiva entre escola e família. [...]