Qual a importância dos ciclos biogeoquímicos para a manutenção da vida?
 
Qual a importância dos ciclos biogeoquímicos para a manutenção da vida?
 


Analisando o meio ambiente, tudo gira em torno da sobrevivência havendo uma dependência de vários elementos, no caso, o ar que respiramos, a água e entre outros que são favoráveis à obtenção de energia na terra, que são fatores essenciais à vida. Na teia da vida todos os seres são membros de comunidades ecológicas ligadas um às outras numa rede de interdependência que significa nutrir, construir e assim gera um ciclo de necessidades de alimentação das varias espécies de seres vivos que compõe essa teia.

Na formação desse ciclo temos várias outras características que demonstra muito bem à utilização dos grandes números de componentes presentes no desenvolvimento do planeta, como os ciclos biogeoquímicos que são processos naturais que reciclam elementos em diferentes formas químicas do meio ambiente para os organismos. Água, oxigênio, nitrogênio e outros elementos percorrem estes ciclos, unindo os componentes vivos e não-vivos da terra. A terra que é um sistema dinâmico, em evolução, o movimento e a estocagem de seus materiais afeta todos os processos físicos, químicos e biológicos. Um ciclo biogeoquímico é o movimento ou o ciclo de um determinado elemento ou elementos químicos através da atmosfera, hidrosfera, litosfera e biosfera da terra.

Nessa interação dos ciclos o autor argumenta muito bem sobre os fenômenos da união e da dependência para realização de cada fase, pois nós somos humildes perante a natureza, havendo uma necessidade mutua de sua existência. A também um fator essencial perante a dependência, pois fazemos parte desse processo cíclico da natureza. No argumento do físico Fritjof Capra, que cita a concepção sistêmica da vida não ver as coisas como elementos isolados, mas como partes vibratórias integrados, cujas características, mas importantes não estão em parte, mas na maneira como estas partes si relacionam.

Com essas idéias analisadas, extraímos algumas noções de como os ciclos ou processos realizados pelo meio ambiente, sempre a uma interação de ambas as partes, bióticos com vários fatores que os indivíduos realizam suas atividades de maneira organizada, conjunta e havendo a interação de diferentes níveis. Nessa necessidade de organização o homem acaba exagerando na obtenção de fatores acíclicos, que atrapalha os fatores naturais como grandes emissões de gás, gerando resíduos que acaba si acumulando com esse aumento, gera perdas e desequilíbrio, diferentes da natureza que gera fatores cíclicos, sempre havendo um aproveitamento de tudo.

O homem tem que buscar alternativas para diminuir sua desorganização no meio dos processos naturais, produzirem seus resíduos sem afetar o meio ambiente, assim proporciona uma interação apropriada nas interações homem e natureza.

Baseado em:

A Teia da vida: Uma nova compreensão dos sistemas vivos. Fritjof Capra

 
Avalie este artigo:
(4 de 5)
10 voto(s)
 
Revisado por Editor do Webartigos.com


Leia outros artigos de Silas Dumont Pires Horta
Talvez você goste destes artigos também
Sobre este autor(a)
Graduação em Ciências Biológicas pela Unidade de Ensino Superior do Sul do Maranhão - UNISULMA, Pós-graduação em Gestão Ambiental e Desenvolvimento Sustentável pela UNINTER, Pós-graduando em Gestão Administrativa na Educação pela ESAB.
Membro desde novembro de 2009
Facebook
Informativo Webartigos.com
Receba novidades do webartigos.com em seu
e-mail. Cadastre-se abaixo:
Nome:
E-mail: