PEÇA DE TEATRO (AS DEZ VIRGENS E O ENCONTRO DO ESPOSO PARA AS BODAS)

PAIS DAS NOIVAS:

Preparam-se, hoje é o grande dia de irem encontrar com o noivo.

AS NOIVAS:

É verdade, estamos ansiosas por este momento.

PAI S DAS NOIVAS:

Arrumaram tudo para a viagem?

AS VIRGENS:

Sim, arrumamos.          

O  SENTINELA:

O que querem aqui/

AS VIRGENS:

Estamos à espera no noivo, podemos esperar aqui?

SENTINELA:

Podem sim, mais ele pode demorar, não se sabe.

AS VIRGENS DESPREPARADAS.

Vamos encostar aqui, já é tarde.

AS VIRGENS PREVENIDAS:

Vamos deixar nossas lâmpadas acesas e olhem bem se tem azeite de reserva, de repente o noivo demore e não nos pegue desprevenidas.

AS VIRGENS DESPREPARADAS.

Que nada, ele vai  chegar logo.

AS VIRGENS PREVENIDAS:

Pode ser que isso aconteça, mas é melhor estarmos prevenidas.

AS VIRGENS DESPREPARADAS.

Nos não trouxemos azeite de reserva não, porque ele logo virá e não precisaremos de reserva.

AS VIRGENS PREVENIDAS:

Se vocês tenham tanta certeza assim então vão dormir que nós também queremos descansar até que o noivo chegue.

AS VIRGENS DESPREPARADAS.

Está bem, boa noite, que as melhores consigam.

AS VIRGENS PREVENIDAS:

Que Deus tenha piedade de vós.

SENTINELA:

Acordem o noivo está chegando.

AS VIRGENS PREVENIDAS:

Meninas o noivo está chegando, preparem as lâmpadas.

AS VIRGENS DESPREPARADAS.

As nossas lâmpadas secaram o azeite. O que faremos agora?

AS VIRGENS PREVENIDAS:

Prevenimos vocês quando chegar, mas disseram que o noivo ia chegar logo.

 AS VIRGENS DESPREPARADAS:

Por favor nos ajudem!

AS VIRGENS PREVENIDAS:

 Em que podemos ajudá-las?

AS VIRGENS DESPREPARADAS:

Dei-nos um pouco do vosso azeite.

AS VIRGENS PREVENIDAS:

Não podemos ajudá-las, se dermos do nosso azeite vai faltar para nossas lâmpadas.

AS VIRGENS DESPREPARADAS:

Ajude-nos pelo menos a achar nossas lâmpadas, nessa escuridão.

AS VIRGENS PREVENIDAS:

Isto, podemos fazer, mas só isto.

AS VIRGENS DESPREPARADAS:

Pelo menos vendam um pouco do vosso azeite.

AS VIRGENS PREVENIDAS:

De maneira alguma venderemos de nosso azeite.

AS VIRGENS DESPREPARADAS:

Mas o que faremos então?

AS VIRGENS PREVENIDAS:

Vão até o mercado e comprem azeite.

AS VIRGENS DESPREPARADAS:

Ajude-nos.

 AS VIRGENS PREVENIDAS:

Não podemos fazer nada, se vendermos do nosso azeite vai faltar tanto para nós e para vocês, portanto vão comprar no mercado.

AS VIRGENS PREVENIDAS:

Vamos meninas encontrarem o noivo.

AS VIRGENS DESPREPARADAS:

Meu vestido agarrou em um pau, ajudem-me.

AS VIRGENS PREVENIDAS:

Senhor, abra-nos a porta.

O NOIVO:

Quem sois vós?

AS VIRGENS PREVENIDAS:

Somos as virgens prevenidas senhor.

NOIVO:

Deixem as entrar para as bodas, são minhas convidadas.

AS VIRGENS DESPREPARADAS:

Como esse mercado é longe.

NOIVO:

E as outras virgens ainda não chegaram?

AS VIRGENS PREVENIDAS:

Não senhor.

NOIVO;

O que aconteceu com elas?

AS VIRGENS PREVENIDAS:

Os azeites das suas lâmpadas acabaram e elas foram ao mercado comprar.

NOIVO;

Quantas vezes meus mensageiros avisaram que não deviam faltar azeite em suas lapadas e elas não deram crédito.

AS VIRGENS DESPREPARADAS:

Senhor o senhor tem azeite para nos vender? O azeite das nossas lâmpadas acabou.

MERCADOR:

Tenho sim.

AS VIRGENS DESPREPARADAS:

Vamos meninas encontrarem o noivo.

AS VIRGENS PREVENIDAS:

Que festa linda, e que lugar maravilhoso.

AS VIRGENS DESPREPARADAS:

Senhor, chegamos, abra-nos a porta.

NOIVO;

Quem sois vós?

AS VIRGENS DESPREPARADAS:

As virgens que foram comprar azeite senhor, abra-nos a porta.

NOIVO:

Apartai-vos, de mim, eu não vos conheço.

AS VIRGENS DESPREPARADAS:

Mas Senhor, nós pregamos em seu nome, expulsamos demônios e fizemos até milagres.

NOIVO:

Agora é tarde de mais.As portas já foram cerradas,Não há mais jeito para vocês, terão que receber o castigo.

AS VIRGENS DESPREPARADAS:

O Senhor o que será de nós?

 NOIVO:

Tiveram muito tempo para fazerem o bem e não o fizeram.

 Autor: João do Rozario Lima.

 
Revisado por Editor do Webartigos.com
Leia outros artigos de João Do Rozario Lima
Talvez você goste destes artigos também
Sobre este autor(a)
João do Rozario Lima, nascido em 31/10/1955, no municipio de São Gabriel da Palha Estado do Espirito Santo, filho de Athayde Martins de Lima e Zita do Rozario Lima. Graduado em Pedagogia e Pós graduado em Psicopedagogia Clinica e Institucional, atuo na rede Municipal e Estadual como Professor das sé...
Membro desde dezembro de 2007