O que o inimigo de nossas almas mais gosta é de gente religiosa.

Já sabemos que o inimigo não anda por aí de tridente na mão dizendo que ele é o diabo.

Uma das estratégias mais bem sucedidas de nosso adversário é a de nos fazer religiosos em vez de praticantes da Palavra de Deus.Desta forma ele escraviza a muitos daqueles que estão por aí nas mais diversas igrejas!

O primeiro truque é o de nos convencer que não temos valor algum, mas será que Deus enviaria seu Filho Unigênito, Jesus Cristo, para morrer por nós se não tivéssemos nenhum valor?? (Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. Porque Deus enviou o seu Filho ao mundo, não para que condenasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por ele. Quem crê nele não é condenado; mas quem não crê já está condenado, porquanto não crê no nome do unigênito Filho de Deus. João 3:16 a 18) Tão alto valor só pode ser pago por quem tem algum valor.É o espírito do engano que toma conta, alienando as pessoas sinceras de coração, mas que estão sendo mal orientadas.

Tenha certeza de que nós temos um valor imenso para Deus.

Outros truques são as penitências, as promessas e outros ritos do gênero, como se o sacrifício de Cristo já não fora suficiente para nos colocar nas mãos todas as bênçãos de que necessitamos, tudo já é nosso! ("seja Paulo, seja Apolo, seja Cefas, seja o mundo, seja a vida, seja a morte, sejam as coisas presentes, sejam as futuras, tudo é vosso" 1 Coríntios 3:22").

O Senhor já nos garantiu nos dar tudo o que precisamos por causa do que Cristo fez pela humanidade. ("O meu Deus, segundo as suas riquezas, suprirá todas as vossas necessidades em glória, por Cristo Jesus." Filipenses 4:19)

As coisas que Deus são simples e descomplicadas, aquilo que você já sabe que lhe pertence através da Palavra é seu e ponto final. Este é o poder de Deus contido na Palavra que entra em ação e te abençoa quando você crê firmemente que é direito seu, adquirido por Jesus na cruz do Calvário.

Você acha que Deus quer a sua saúde ou doença? O entendimento ou as brigas? A sua prosperidade ou miséria? A sua felicidade conjugal ou a separação? Uma família feliz, saudável e unida ou infelicidade e desunião?Claro que Ele quer a nossa felicidade, claro que Ele quer que obtenhamos o melhor em tudo.

É justamente esta simplicidade do Evangelho que atinge a todas as pessoas independentemente de raça, cor, religião, nível de instrução, capacidade intelectual, enfim, todas as pessoas podem ser abençoadas por Deus agora mesmo, desde que creiam naquilo que a Palavra lhes revela.

O religioso é um sujeito muito dedicado, ele até ora muito, lê muito a Palavra, conhece bem a Bíblia, vai à igreja frequentemente, mas, o principal, que o acaba afastando do mover de Deus é que ele crê muito pouco.

Não é por muito falar que seremos ouvidos, não adianta multiplicar as nossas orações se não temos fé!

Jesus disse que se crêssemos veríamos a glória de Deus e não se orássemos muito. Por favor, entenda bem, esta colocação não nos exime da responsabilidade de orar insistentemente e sem desfalecer, mas ressalta a maneira de orar, ou seja, que devemos orar crendo para manifestar as bênçãos de Deus em nossas vidas.

Onde quer que estejamos, em tudo aquilo a que nos dedicamos, devemos fazer a diferença para melhor a fim de honrar ao Nome de Jesus que de está sobre nós que nEle cremos. Senão não passamos de meros "religiosos".

Uma situação simples: você tem um colega de trabalho que diz crer na Palavra de Deus, que freqüenta assiduamente a igreja, mas ele vive triste, descontente, reclamando, é pesado, você percebe que ele não tem alegria de viver.Você acha que ele é um praticante da palavra ou um "esquenta banco de igreja"??Acertou, é só ouvinte da Palavra e o pior de tudo, está agradando ao senhor errado, ou seja, o inimigo...

Jesus nos diz na Palavra que "devemos ser praticantes da palavra e não apenas ouvintes" e que "somos a luz do mundo, o sal da terra"; "a alegria do Senhor é a nossa força", somos diferentes porque sabemos para quem olhamos e a quem nos colocamos a servir.

Quando sabemos aquilo que a palavra nos diz, devemos pautar a nossa vida e ações nela: ganharemos força para vencer e para mudar, assim nos livramos do "religiosismo" para efetivamente viver com Jesus todo o tempo.

Determine-se no seu coração a mudar, a seguir com sinceridade e determinação naquilo que o Senhor mostra em Sua Palavra, isto faz com que a estratégia maligna perca totalmente a sua eficácia e que você entre mais e mais no campo de proteção de Deus.

Não se deixe mais levar pelo desânimo, pela tristeza e pelas mazelas da vida. Expulse todo o mal em Nome de Jesus e conquiste pela fé.

De nada adianta ser fiel, freqüente na igreja, na leitura da Palavra, ter o entendimento bíblico e ser muito aplicado nas orações se você não tem agido de acordo com aquilo que a Palavra está lhe ensinando. ("as nossas iniqüidades fazem divisão entre Deus e nós." Isaías 59:1 e 2; "Se eu atender a iniqüidade no meu coração, o Senhor não me ouvirá" Salmo 66:18)

O sucesso de Deus está nas mãos daqueles que crêem e praticam a sua Palavra.

Em Nome de Jesus.

Mônica Gouvêa Sgarbi Gazzarrini

E-mail: [email protected]il.com

Visite artigos sobre a caminhada com Deus em:

http://bencaossemlimites.blogspot.com/
http://www.webartigosos.com/categories (selecione: desenvolvimento pessoal, estudos bíblicos ou religião)

http://www.artigonal.com(selecione: religião)

http://www.uol.com.br/bemzen(selecione: religião)


"Jesus Cristo é o Senhor"

Revisado por Editor do Webartigos.com