RESUMO

O presente trabalho tem como principal objetivo pesquisar sobre a influência do treinamento resistido no processo de emagrecimento. Realizado a partir de uma revisão de literatura nas bases de dados PUBMED e BVS (biblioteca virtual de saúde), obtendo assim dados qualitativos para a realização da mesma. Através das informações obtidas a partir dos trabalhos revisados, vimos que o treinamento resistido de fato influencia no processo de redução do percentual de gordura, além do ganho de massa magra. Palavras chave: Treinamento resistido; Obesidade; Emagrecimento. 1.

INTRODUÇÃO

Atualmente, muito se fala sobre a obesidade e como a mesma vem causando diversos problemas a saúde de milhões de pessoas ao redor do mundo. Com toda a tecnologia disponível nos dias atuais, um quantitativo considerável de informações é lançado todos os dias sobre este tema. Em meio a esse turbilhão de informações, um método que cada vez mais ganha notoriedade é a utilização do treinamento resistido como recurso para se alcançar o objetivo desejado, a diminuição do percentual de gordura corporal. Segundo Azevedo et al. (2012) treinamento resistido ou treinamento de força consiste na ativação ou contração voluntaria dos músculos específicos envolvidos no movimento contra uma resistência. Resistencia essa proveniente de pesos livres, aparelhos, elásticos ou 1 Graduado no curso de licenciatura em Educação Física pela FADIMAB – Goiana/PE. 2 Mestre em Educação e graduado em Educação Física pela Universidade Federal de Pernambuco. 2 até mesmo o peso do próprio corpo. Onde tem sido cada vez mais recomendado em programas de atividades físicas, voltados para determinados objetivos. Dentre os vários objetivos para qual o treinamento resistido é recomendado como mecanismo de auxilio, destaca-se um programa voltado para o emagrecimento, ou seja, o mesmo deve ter sua importância reconhecida e isso vai ser mostrado ao longo do texto. Segundo Guisellini (2013) emagrecimento é o resultado da diminuição de gordura ou massa gorda em excesso no corpo humano e não simplesmente perder peso, visto que esse processo diferentemente de emagrecer, se beneficia da perca de outros elementos presentes no corpo, tais como: perda de liquido e músculo ou massa magra. Temos como problema de pesquisa o seguinte questionamento: Qual a influência do treinamento resistido no processo de emagrecimento? Defendemos como hipótese que de fato o treinamento resistido causa um impacto positivo no processo de emagrecimento. Sendo assim, temos como objetivo geral da pesquisa, pesquisar sobre a influência do treinamento resistido no processo de emagrecimento. E como objetivos específicos: Explicar a relação do sedentarismo com a obesidade; Apresentar protocolos de treinamento para emagrecimento baseado em evidencias e realizar uma revisão de literatura nas bases de dados: PUBMED e BVS (Biblioteca virtual de saúde) a respeito da intervenção do treinamento resistido na perda de peso. A justificativa do presente estudo está na relevância do mesmo, visto que apresenta a obesidade como um fator de risco a saúde e o treinamento resistido como uma possibilidade de auxílio no tratamento para a mesma. Nos dias atuais a obesidade e o sobrepeso vêm se tornando um grande problema de saúde ao redor do mundo e cada vez mais se alastra dentro da sociedade. Acarretando assim para uma série de complicações à saúde, tais como: Aumento das taxas metabólicas e consequentemente o surgimento de outras doenças metabólicas, dificuldades no dia a dia e consequentemente na qualidade de vida e também podendo levar ao óbito. Além da relevância cientifica, o mesmo apresenta uma importância social, tendo em vista que as informações apresentadas proporcionam um entendimento a respeito de uma das alternativas que podem tratar e combater a obesidade e o sobrepeso.

Revisado por Editor do Webartigos.com