ESCRITORES e POETAS não morrem de fome,
Se partem é por congestão de livros e poemas
Que não foram escritos e ficaram na alma.

Por: Lourival Jose Costa