Gilson Silva de Lima

Gilson Silva de Lima
Gilson Silva de Lima é natural do estado do Pará, nascido na cidade de Marabá em 24 de Fevereiro de 1986, filho de Domingos Rodrigues de Lima e Ana Silva Souza. Estudou todo o Ensino Fundamental e Médio em escolas públicas, e o nível superior em instituição particular por meio de bolsa do Programa Para Todos (PROUNI). Graduou-se em Matemática em 2013 pela UNIASSELVI. Pela mesma UNIASSELVI, cursou especialização em Engenharia de Produção (2013), Metodologia de Ensino de Matemática (2013) e Educação e Artes (2015). Ainda no final de 2015 ganhou uma bolsa para cursar Mestrado Livre em Teologia pela Faculdade Teológica Nacional (FTN), o qual concluiu em 2016. Atualmente e membro emérito da Câmara Brasileira de Jovens Escritores (2015), membro da Associação Postal Club (2015), Autor Credenciado e Representante da CBJE (2015), acadêmico correspondente da Academia de Ciências Letras e Artes de Vitória – ACLAV (2013), Patrono Cultural do Fórum Sobreviver do Rio de Janeiro (2008), professor e escritor. É autor das obras: Amor e Versos (2007), Discurso de um sonho (2011), Ondas Emotivas: Supremo Paraiso (2012), Sentimentos Revelados (2015), Lágrimas de Letras (2015), Rei dos reis Senhor dos senhores (2016), Da alma as palavras (2017), Sons e Rimas (2018) e O Ingênuo? Não Mais (2018). Além das suas obras é integrante de diversas Antologias de Contos, Crônicas e Poesias pelas editoras: CBJE, Celeiro de Escritores, Delicatta, Scortecci, Casa do Novo Autor e Literarte. Possui também publicações on-line no Jornal Mundo Jovem, na Revista Varal do Brasil, no Artigonal, no Webartigos, no Jornal Postal Club e em Blogs. Seus trabalhos foram reconhecidos e premiados por diversas editoras e academias. Sendo o “Prêmio Destaque Poético” outorgado pela ACLAV em 2013 o mais importante. Paralelamente as suas atividades, dedica-se a produção de arte visual por meio da fotografia e do vídeo.
(31) artigos publicados
Membro desde janeiro de 2014
Publicado em 18 de December de 2018 em Crônicas

O trouxo que outrora fui...

Publicado em 18 de January de 2016 em Poesias

Cada uma na sua linha do tempo.

Publicado em 08 de January de 2016 em Poesias

Como é o meu mundo?

Publicado em 08 de January de 2016 em Poesias

O variável tempo...

Publicado em 24 de December de 2015 em Poesias

Não só de pão...

Publicado em 24 de December de 2015 em Poesias

Falsas promessas

Publicado em 14 de August de 2015 em Poesias

O trapaceiro

Publicado em 14 de August de 2015 em Poesias

O engraçado

Publicado em 16 de July de 2015 em Poesias

Vento saliente!

Publicado em 16 de July de 2015 em Poesias

Só promessa...

Publicado em 16 de July de 2015 em Poesias

Mal entendido

Publicado em 06 de January de 2015 em Poesias

A mão do poeta...

Publicado em 29 de December de 2014 em Educação

A Educação a Distância

Publicado em 29 de December de 2014 em Arte

A poesia virtual divulgada em blogs

Publicado em 29 de December de 2014 em Saúde

A Saúde Pública no Brasil

Publicado em 28 de December de 2014 em Poesias

Tempos de angustia e turbulências...

Publicado em 21 de December de 2014 em Poesias

Por acaso...

Publicado em 21 de December de 2014 em Poesias

“Humanidade” com a mente presa.

Publicado em 19 de December de 2014 em Poesias

Que Deus te ilumine!

Publicado em 17 de October de 2014 em Poesias

Um Mundo Livre

Publicado em 16 de May de 2014 em Educação

Conformismo: uma arma que ajuda a manter corruptos no poder

Publicado em 15 de May de 2014 em Engenharia

Projeto de manutenção industrial: manutenção preditiva

Publicado em 15 de May de 2014 em Poesias

Se tivesse uma luz...

Publicado em 14 de May de 2014 em Educação

Música ou falta de respeito?

Publicado em 12 de May de 2014 em Educação

UMA DAS FUNÇÕES DA POESIA E DO POEMA “MORTA”

Publicado em 04 de February de 2014 em Educação

EDUCAÇÃO CONTEMPORÂNEA: REFLEXÕES E DESAFIOS

Publicado em 27 de January de 2014 em Educação

O perigo escondido atrás da mensagem poética

Publicado em 26 de January de 2014 em Educação

NOVAS METODOLOGIAS PARA ENSINAR E APRENDER MATEMÁTICA