Resumo

O presente artigo tem como objetivo mostrar breves aspectos do agronegócio e os impactos socioambientais gerados por este setor, enfatizando que por um lado é uma atividade econômica de grande importância para o país, por outro lado pode levar a diversos impactos ambientais, e assim nessa lógica contrastar os aspectos positivos e negativos relacionados à atividade em questão, denotando que em análise foi concluído que o discurso de preservação não cabe as necessidades de consumo humanas, onde é entendido que os ecossistemas serão sempre inevitavelmente alterados para atender às demandas de recursos, mostrando que um ambiente natural quando humanizado trará avanço positivo, com tudo sempre terá seu lado negativo, e nessa linha de pensamento, tomando por razão que o mercado internacional impulsiona e incentivam a produção de determinados produtos sem a preocupação necessária com o meio ambiente, contextualizando que a exploração pode acontecer de forma ordenada, buscando meios de controle contra a degradação de solo, águas subterrâneas entre outros aspectos naturais que englobam o meio ambiente em relação ao agronegócio, obtendo-se de cuidados que visem à disponibilidade futura de tais recursos.

Palavras-agronegócio, impactos ambientais, atividade econômica.

Introdução

Por meio de uma pesquisa bibliográfico-analítica, foi feita uma breve visão do contexto do agronegócio em seus impactos em nosso pais, mostrando os tipos de ações degradantes deflagradas pela ação da agropecuária entre outras formas de produção que envolvam o agronegócio, o proposto artigo tem como propósito apresentar e pôr em discussão, o supercosumismo de países desenvolvidos que impulsionam e demandam a produção dentro do universo alimentício, entre outros setores, assim como também denotar o quanto o uso dos recursos naturais para produção é instigante no contexto socioambiental: degradação e contaminação de nossos solos e águas superficiais e subterrâneas, e muitas das vezes contaminação de seres humanos ocasionando doenças decorrentes do processo produtivo em grande escala, o qual se utiliza de produtos químicos como fertilizantes e agrotóxicos.

Em contexto da produção para demanda do consumo humano, dar ênfase nos efeitos causados pelo uso dos recursos em escala extensa e agressiva ao meio natural, os quais seguem a ser conhecidos como impactos ambientais, os quais, conforme Christofoletti (1980), são todo e qualquer desiquilíbrios no meio físico ocasionado pela ação humana, e nessa linha de pensamento com decorrência a partir de pesquisas em sites e revisão bibliográfica reunir os resultados coerentes sobre o assunto em questão e com isso somar aos demais conhecimentos sobre a temática, agronegócios e seus impactos sobre a natureza. [...]