Uma Ciranda amigável

Logo ao despertar numa manhã mórbida, a primeira palavra que eu pensei foi "TRANSFORMAÇÃO", contudo ela me chegou sem significado algum. Apenas pensei. Provavelmente já lhe ocorreu isso: pensar em alguma coisa sem o seu significado. Já lhe aconteceu? Quando uma palavra representa somente uma junção de letras e vogais desprovida do seu real sentido, fica para nós não o que significa, ao contrário, ela reflete o desenho de palavras. Foi o que me chegou naquele malsã amanhecer: palavra sem significado.

Do mesmo jeito se eu pegar as duas palavras mais usadas _nos grupos familiares, entre amigos de ideologias, nas cidades, no Brasil e, visceralmente, no mundo_ sem os verdadeiros significados podem incorrer ao mesmo dissenso quanto a "Transformação".

A palavra "AMOR" é usada para fins afetivos, está intimamente ligada à alteridade, pois faz elos entre as pessoas. Sabiamente em muitas culturas usam a palavra "PAZ" que no seu significado trás o desejo de nossa vida tão marcada pela agitação, uma correria desmedida que esvazia o significado destas três letras juntas.

O "Amor" pela paz modifica todo relacionamento humano. Principalmente porque a experiência do amor já humaniza os corações angustiados,  as vidas sem sentido, os sentimentos vazios de afeto. Por outro lado, a paz sendo querida com amor restaura os corações, as vidas, os sentimentos e ainda possibilita o uso afetivo de tudo que relaciona com o humano.

A "Paz" que ama quebra, separa e divide todos os desamores e, porque é paz, dá ao homem uma serenidade, uma calmaria interna. Um alento na vida.

Contudo, a "Transformação" que se deixa significar o que verdadeiramente é e ainda se une ao "Amor" e a "Paz" consegue uma significação capaz de modificar quem ama buscando a paz. Sendo que a "transformação" pelo "amor" canta um humano que se exalta em meio aos seus desafios cotidianos por recordar todos os dias que o que lhe modifica é o que está dentro de si mesmo: _ é o seu querer_: sua força em viver. Destarte, a "transformação" da "paz" é o resumo da existência humana. Porque se deixa viver pela transformação da vida. É o momento que consegue o cume do significado da palavra "amor" que transforma e que dá paz.


A palavra quando deixa de ser um "desenho" de muitas letras juntas e significa a escrita com todas as interpretações possíveis, ela consegue criar um universo de capacidades. Vejamos: "TRANSFORMAÇÃO" familiar,  profissional, ética, moral, espiritual e humana; "AMOR" pelo afeto, trabalho, pelos valores; "PAZ" interna e externa. Assim, toda palavra fazia do seu significado não passa de uma sequência de letras "vogariadas", mas por outro lado, ao valorizá-la na sua totalidade ela será capaz de transformar no amor e trazer a paz para todos os seus intérpretes.


[PADRE
                 Joacir d'Abadia, Pároco de Alto Paraíso-GO]☆
_________________________________________
> Filósofo, Escritor, articulista e Especialista em Docência do Ensino Superior < E-mail: joacirsoares@hotmail.com 015 61 9 9931-5433