TEORIAS E PRÁTICAS PEGAGOGICAS NA EDUCAÇÃO INFANTIL (FOCOS DE OBSERVAÇÃO PARA EDUCAÇÃO INFANTIL)

 

MARCIA SANTOS DA SILVA (PEDAGOGA, ESPECIALISTA EM EDUCAÇÃO INFANTIL).

MARILUCY DOS SANTOS SILVA (PEDAGOGA, ESPECIALISTA EM EDUCAÇÃO INFANTIL).

  • Introdução

Considera-se o brincar no processo de aprendizagem da criança de suma importância, pois contribui para o desenvolvimento estimulando a criatividade, flexibilidade, individualidade e coletividade.

Observamos que através dos momentos do brincar as crianças podem adquirir conhecimentos, desenvolvendo motricidade e raciocínio lógico. Deste modo o ato de brincar permite a socialização onde aprendem sobre o respeito, a partilhar e a divisão de tarefas no cotidiano. Assim acontece o desenvolvimento de aprendizagem sem esforço e ainda colabora para que se tornem mais alegres, equilibradas e até mesmo afetuosas. Segundo Vygotsky “o ato de brincar é essencial para o desenvolvimento infantil, pois as crianças se relacionam de diversas formas”.

Desta maneira a brincadeira se usados adequadamente contribuem na construção e compreensão do conhecimento, sendo importante que o educador conheça cada tipo e seus objetivos, para proporcionar um trabalho de qualidade. É por meio da brincadeira que as crianças descobrem o mundo, comunicam e desenvolvem sendo inseridas dentro do contexto social.

Portanto é necessário que no ambiente escolar tenha um espaço e materiais, uma estrutura montada (mobílias e brinquedos adequados) que enriquecerão o brincar das crianças. Assim quando brincam aprendem muitas coisas como, por exemplo: a ser um ser social, ter amizades entre si, o uso sensorial e uso de seus movimentos, disto fazer da brincadeira uma maneira de educar e ensinar.

FALAREMOS DE DOIS FOCOS DE OBSERVAÇÃO NA EDUCAÇÃO INFANTIL:

  • FOCO 1: MÚSICALIDADE

Ao observar em sala de aula verifiquei que ao trabalhar música com os alunos acontecia de uma forma lúdica, em que parlendas, cantigas de ninar, canções folclóricas e brincadeiras cantadas faziam parte do cotidiano.

Algumas delas são: Música do Alfabeto (estimulava a aprender o alfabeto), Música Estátua (estimulava a decifrar as vogais), Música a Galinha do Vizinho (aprendem a contar os ovos), Música Mindinho (aprendem sobre os seus dedinhos da mão) e Música Domingo (aprendem os dias da semana) entre outras.

Deste modo o papel da música no desenvolvimento da criança é de suma importância pois é uma ferramenta pedagógica que ajuda em seu desenvolvimento se for planejada e contextualizada.

A música faz com que as crianças sintam se bem, desenvolve o movimento, contribui para a interação social, além de potencializar a atenção e a concentração.

Constata-se que a construção da música acontece por meios de sons e silêncio, é importante situar a criança. Brincadeira de estátua e dança das cadeiras são ótimos para trabalhar o contraste entre o som e o silêncio, desenvolvendo na criança concentração, disciplina, expressão corporal, regras e limites. Durante as atividades musicais é muito importante que a criança reconheça o silencio: ela começará a perceber sons nunca ouvido.

Trabalhar com música na Educação Infantil tornou-se um conteúdo indispensável para todas as escolas que hoje em dia até se programam para estudos de meio em visitas externas a teatros, cinemas e musicais. Portanto a música é um processo de construção do conhecimento, favorecendo o desenvolvimento da sensibilidade, criatividade, senso ritmo, do prazer de ouvir a música, da imaginação, memória, concentração, atenção, do respeito ao próximo, da socialização e afetividade, também contribuindo para uma efetiva consciência corporal e de movimentação.

  • FOCO 2:JOGOS E BRINCADEIRAS

De maneira geral a unidade educacional necessita de diferentes espaços físicos para que as crianças possam brincar livremente, interagir a até descansar quando sentirem cansados. Sendo necessário possuir uma brinquedoteca (onde possui diversos brinquedos num ambiente propicio a lúdicidade ,com liberdade ,sentido ou seja um mundo de fantasia que estimula a imaginação).Considera-se os jogos e brincadeiras no processo de aprendizagem de suma importância, pois contribui para o desenvolvimento estimulando a criatividade ,flexibilidade, individualidade e coletividade.

Observamos que através dos momentos do brincar as crianças podem adquirir conhecimentos, desenvolvendo motricidade e raciocínio lógico. Deste modo o ato de brincar permite a socialização onde aprendem sobre o respeito, a partilhar e a divisão de tarefas no cotidiano. Assim acontece o desenvolvimento de aprendizagem sem esforço e ainda colabora para que se tornem mais alegres, equilibradas e até mesmo afetuosas. Segundo Vygotsky " o ato de brincar é essencial para o desenvolvimento infantil pois as crianças se relacionam de diversas formas ". Desta maneira os jogos e brincadeiras se usados adequadamente contribuem na construção e compreensão do conhecimento, sendo importante que o educador conheça cada tipo e seus objetivos para proporcionar um trabalho de qualidade. É por meio da brincadeira que as crianças descobrem o mundo, comunicam e desenvolvem sendo inseridas dentro do contexto nacional.

Portanto é necessário que no ambiente escolar tenha um espaço e materiais, uma estrutura montada (mobílias e brinquedos adequados) que enriquecerão o brincar .Assim quando brincam aprendem muitas coisas como por exemplo: a ser um ser social ,ter amizade entre si ,o uso sensorial e uso de seus movimentos.

  • CONSIDERAÇÕES FINAIS.

Concluímos que nós Pedagogas, Especialista em Educação Infantil devemos nos esforçar para aperfeiçoarmos ao lidar com as crianças, saber achegar a elas, termos entrosamento e intimidade, despertando nelas afeto e carinho para com nós. E através disto fazer da brincadeira e musicalidade  uma maneira de educar e ensinar. Conseqüentemente cuidar, educar e brincar são práticas inseparáveis, sendo a brincadeira importante para todas as áreas do conhecimento e aprendizagem das crianças.

  • REFERÊNCIAS
  • Material Teórico (Cruzeiro do Sul Virtual

Jogos e Brincadeiras, o Papel do Espaço Físico no Desenvolvimento da Criança, o Professor e a Educação inclusiva.

Responsável pelo Conteúdo: Profa. Dra. Júlia de Cassia Pereira do Nascimento

Revisão Textual: Profa. Ms. Selma Aparecida Cesarin.

  • Material Teórico (Cruzeiro do Sul Virtual)

Música, Contação de Histórias e Artes Visuais.

Responsável pelo Conteúdo:  Profa. Dra.  Júlia de Cassia Pereira do Nascimento

Revisão textual: Profa. Ms. Selma Aparecida Cesarin.