RESUMO 

O atual trabalho tem como objetivo apresentar os riscos e equipamentos de proteção individual e de proteção coletiva numa instituição de saúde e a importância de se ter maior segurança de trabalho, sendo necessário prevenir e conscientizar. No sentido de orientar os colaboradores para o uso correto do EPIs e o hospital para adquirir os EPCs necessários, Levantar os desafios do técnico de segurança do trabalho, quanto à prevenção e conscientização;  Sugerir soluções. É de extrema importância para as pessoas que colaboram na área da saúde conhecer os diversos itens de segurança que possa proporcionar, cada vez mais, um trabalho de forma mais segura, oferecendo a preservação da saúde e mais qualidade de vida. Oferecer  melhores condições de trabalho, sendo necessário não só oferecer, mas também conhecer os meios que possibilite o uso adequado de itens de segurança no dia a dia do trabalho, e saber quais sãos possíveis riscos que podem ser evitados para todos adquiram o hábito de trabalhar de forma mais segura.

Palavras-chave: Proteção, trabalho, saúde, segurança.

INTRODUÇÃO

Todo trabalho requer compromisso e dedicação, sendo muito importante no dia adia do trabalhador, se confiante e sentir segurança, é um dos fatores mais importante nos dias atuais no mercado de trabalho, é promover a segurança do funcionário, ou seja, assegurar a equipe de trabalho, para que esta possa dar maior rendimento, ter maior disponibilidade e acima de tudo ambos saíram ganhando, pois com uma maior segurança de trabalho, o patrão não correrá o risco de gastos desnecessários, com a saúde do funcionário, e evitará maiores danos. É necessidade que o funcionário esteja preparado psicologicamente para desenvolver um trabalho de qualidade, o mesmo deve sentir ser seguro e com estabilidade adequada para atuar no mercado de trabalho. É importante lembrar que apesar do EPI controlar a exposição do funcionário ao risco, ele não elimina da empresa a obrigação de pagamento do adicional de insalubridade. Para eliminar é preciso comprovar através de testes realizados para certificar a eficácia do equipamento de proteção individual. (SANTOS p.3, 2018) É importante ressaltar que a segurança no trabalho deve ser incentivada e divulgada, com o aprimore, pois todo um investimento em relação ao material humano das empresas. São validos e a sua a prevenção, ao se prevenir de acidentes o ambiente torna mais leve e o trabalhador se sente seguro e também motivadas e valorizadas aumentando sua produtividade, em todos os segmentos. Pois ele passa a ser motivo de maior rendimento dentro da empresa que ele trabalha, pois trabalha mais concentrado. Passando a ter mais carinho e respeito com a equipe administrativa. E o resultado certamente aparecerá na produtividade e na melhor qualidade dos serviços prestados pelos funcionários. A empresa que não investe na segurança de sua equipe ela correrá o risco de ter grandes percas, pois se acontece algum acidente de trabalhos por negligencia empresarial, o dono de a empresa ira ter grandes prejuízos com suas consequências, tanto com despesas médicas, como contratação de novos funcionários temporários, pelo afastamento das pessoas, sem contar outros possíveis danos acontecidos em diversas empresas brasileiras, que poderemos detalhar melhor no decorrer do trabalho. Neste contexto diante desta problemática resolvi fazer um trabalho voltado na segurança de trabalho, buscando esclarecer e conscientizar a importância do bom uso de se ter segurança no trabalho. Segundo Kanaane (1999) ressalta que as gestões empresariais que investem nos seres humanos, através de cursos de qualificações materiais de trabalhos de qualidades, investimentos em socializações, com trabalhos psicológicos o funcionário deve estar bem emocionalmente seres humanos que estarem bem terão rendimento no trabalho sendo assim, a empresa terá mais lucros, porque são os trabalhadores que desenvolvem um trabalho de qualidade gerando assim mais lucros e qualidades. 3 Para Barbosa (2001) Relata que o profissional da segurança do trabalho tem como uma das propostas em estudo a implementação de medidas que visam eliminar ou controlar os riscos existente na execução do trabalho, sendo eles relativos ao ambiente ou relativos aos indivíduos que atuam no ambiente do trabalho. Proporcionando dessa forma a redução dos acidentes. Segundo o art. 200 da CLT ( Consolidação das Leis do Trabalho) - DL.5452 de 01/03/1943 O ministério do trabalho estabeleceu normas gerais através da portaria 3214, de 08 de junho de 1978 estabeleceu as NRs ou seja normas que normatizou a segurança e a medicina do trabalho, que garante a segurança do trabalhador.