SEGURANÇA CONTRA INCÊNDIO: Estudo de caso em uma universidade em Natal-RN1

RESUMO

As características de ocupação das edificações de uso coletivo demandam dedicação dos profissionais da engenharia e da arquitetura, já que são estes os responsáveis pelos projetos dos edifícios residenciais e comerciais, devendo implementar-se, nas obras, técnicas e materiais capazes de atenuar os riscos de ocorrências de incêndios, passando-se a adotar métodos que promovam a segurança contra o fogo. O objetivo geral desta pesquisa é demonstrar um estudo de caso concernente às saídas de emergência constantes em uma universidade, com observância para a NBR 9077/2001, localizada no município de Natal, Estado do RN. Os objetivos específicos foram apresentar os métodos que a instituição adotou a respeito da prevenção de incêndios e discorrer a respeito da relevância do correto dimensionamento das saídas de emergência. A metodologia consiste em um Estudo de Caso. A respeito dos resultados, constatou-se que o dimensionamento das saídas de emergência é 16,19m. Concluiu-se que é necessário estabelecer o dimensionamento adequado das saídas de emergência, com o objetivo de anular comportamentos danosos à integridade física dos usuários da edificação.

Palavras-chave: NBR 9077. Incêndio. Edificação. Engenharia civil. Saídas de emergência.

INTRODUÇÃO

Com o decorrer da história brasileira, diversas foram as ocorrências abarcando os incêndios residenciais, enfatizando-se os ocorridos em edificações caracterizadas como prédios, implicando em consequências notáveis, tais quais perda de vidas humanas e enormes prejuízos financeiros. Neste contexto, o Brasil é personagem frequente de incêndios de grandes proporções, estabelecendo a perda de vidas humanas; todavia, não vislumbra-se, ainda, uma política efetiva de combate aos incêndios.

É necessário promover a dedicação dos profissionais da engenharia e da arquitetura, já que são estes os responsáveis pelos projetos dos edifícios residenciais e comerciais, devendo implementar-se, nas obras, técnicas e materiais capazes de atenuar os riscos de ocorrências de incêndios, passando-se a adotar métodos que promovam a segurança contra o fogo.

Na atualidade, há a intensificação da construção de empreendimentos de grande porte nos centros urbanos, demonstrando que é necessário preocupar-se com a segurança contra incêndios, dando atenção especial aos prédios residenciais, caracterizados pela elevada concentração populacional.

O desenvolvimento das medidas preventivas de incêndios evolui hodiernamente, em paralelo aos meios nos quais empregam-se a utilização de energia, de forma que a utilização de energia demanda, de forma diretamente proporcional, a intensificação de investimentos em programas voltados para prevenir-se os incêndios. Nos períodos pretéritos, nos quais utilizava-se a energia proveniente do foto apenas para promover-se o aquecimento das instalações do ser humano pré-histórico, realizava-se a correção dos incêndios através dos rios e lagos próximos; entretanto, com a expansão populacional e a evolução tecnológica, tem-se que a utilização da energia é intrínseca ao cotidiano humano, sendo necessário estabelecer meios seguros de combater os incêndios.

O incêndio consiste em uma reação de natureza química, denominada combustão, que é uma oxidação rápida entre combustível e comburente. O primeiro pode ser de natureza sólida, gasosa ou líquida, destacando-se o oxigênio do ar, ocasionando uma fonte calorífica, dinamizadora de calor e luz (BRENTANO, 2007).

O objetivo geral desta pesquisa é demonstrar um estudo de caso concernente às saídas de emergência constantes em uma universidade, com observância para a NBR 9077/2001, localizada no município de Natal, Estado do RN. Os objetivos específicos foram apresentar os métodos que a instituição adotou a respeito da prevenção de incêndios e discorrer a respeito da relevância do correto dimensionamento das saídas de emergência.

2 METODOLOGIA

Severino (2011, p. 123), afirma, acerca da pesquisa exploratória, “é uma preparação para a pesquisa explicativa”, ou seja, este tipo de pesquisa almeja revelar dados acerca de um objeto, com campo de trabalho restrito, observando-se como se dá a pronúncia deste elemento, tendo como procedimento um estudo de caso (MARTINS, 2008), o qual foi implementado no município de Fortaleza, em uma edificação com xx andares.

O método de abordagem utilizado foi uma suplementação entre o quantitativo e o qualitativo, com o respaldo de Gil (2010), Richardson (2011), Yin (2012) e Severino (2011), os quais foram os autores nos quais inspirou-se a orientação para elaboração desta pesquisa.

A pesquisa acerca da temática de interesse foi levantada por meio da busca de literatura científica na internet, em periódicos, livros e repositórios de universidades públicas e privadas, com a utilização das seguintes palavras chave: certificação, construção civil, engenharia civil, LEED e PEB Edifica..

Num primeiro momento, foram selecionados textos pertinentes ao assunto da pesquisa, ou seja, artigos de revistas científicas e capítulos de livros; publicações em português e inglês, realizadas entre os anos de 2000 e 2018. Em seguida, efetuou-se a leitura do referido aporte bibliográfico. Posteriormente, selecionaram-se os textos relacionados à pesquisa, efetuando-se o seu fichamento.

Os dados levantados foram analisados de forma qualitativa que, segundo Vergara (2013), almeja a obtenção de informações de natureza subjetiva. Foram analisados segundo autores descritos no referencial teórico.