Neide da Silva Vital de Barros (SEMECETEL) neidesilva_66@hotmail.com
Licenciatura Plena em Pedagogia e Pós-graduação em Psicopedagogia e Gestão Escolar, Educação Infantil e Alfabetização.  

RESUMO: 

Contar historia na pré-escola é uma maneira de transmitir conhecimento, estimular a imaginação das crianças, além de desenvolver valores, respeito, e amizade com os demais colegas de sala, proporciona um aprendizado lúdico e participativo.  

DESENVOLVIMENTO: 

Contar historia na pré-escola é essencial para o desenvolvimento da criança, além de desenvolver valores, respeito, e amizade com os demais colegas de sala, proporciona um aprendizado lúdico e participativo. As historias fazem parte da cultura das pessoas desde os primeiros anos de vida contribuindo na formação de seu imaginário.  
“A criança como todo ser humano, é um sujeito social e histórico e faz parte de uma organização familiar que está inserida em uma sociedade, com uma determinada cultura, em um determinado momento histórico” (BRASIL, 1998, p. 21-22). Contar histórias na pré-escola proporciona à criança despertar a criatividade e ir além de seu tempo e espaço, podendo se imaginar em outros mundos e situações diversas.   
A atividade desenvolvida na turma do Pré II foi a historia do Gato Xadrez, é um livro que chama muito atenção das crianças pelas figuras coloridas, traz uma mensagem positiva com rimas, e a transformação do gato com suas cores, além de belas são divertidas. 
No primeiro momento foi feito uma roda no cantinho da leitura e apresentado o livro o livro as crianças, em seguida a professora colocou um avental com o molde de um gato vasado e as placas de eva com as cores dos gatos idêntica a historia, no andamento da historia ia retirando as placas ate chegar no término da historia, 
As crianças ficaram encantadas com as cores e as rimas, após ouvir a historia confeccionaram  cartaz com o tangram  envolvendo pintura, recorte e colagem, onde em coletivo montaram os gatos conforme  as cores apresentada na historia. 
Foi gratificante trabalhar essa historia, pois além de montar o cartaz, foram exploradas as palavras que rimava entre outras. 
 
AVALIAÇÃO: 
Quanto à avaliação, houve participação de todas as crianças, se interagiram com os demais colegas cada um com a sua habilidade de desenvolver a atividade proposta do momento.  
REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA: 
 
BRASIL. Ministério da Educação e do Desporto. Secretaria de Educação Fundamental. Referencial curricular nacional para a Educação Infantil. Brasília: MEC/SEF, 1998.