COLÉGIO WINNER NAVIRAI - PROVA DE SOCIOLOGIA - PROFESSOR ME. CIRO TOALDO - 1º ANO EN. MÉDIO 

AS ALTERNATIVAS DE MÚLTIPLA ESCOLHA TENDO RASURA NÃO SERÁ CONSIDERADO.

1. (1,5) O que Karl Marx e Max Weber priorizaram em relação ao trabalho? _____________________________________________________________________________________ _________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_____________________________________________________________________________________

 

2. (1,0) De acordo com Émile Durkheim, os fatos sociais são características que moldam o comportamento dos indivíduos em sociedade. Os fatos sociais são definidos pelo autor como sendo:

 

A) Coercitivos, naturais e expressivos.                

B) Exteriores ao indivíduo, coercitivos e generalizados.  

C) Generalizados, expressivos e naturais.           

D) Exteriores ao indivíduo, expressivos e generalizados

E) Exteriores, expressivos e naturais.

 

3. (1.0) (UEL, 2016). O objeto de estudo da sociologia, para Durkheim, é o fato social, que deve ser tratado como “coisa” e o sociólogo deve afastar suas prenoções e preconceitos. A construção durkheimiana do objeto de estudo da sociologia pode ser considerada:

 

A) nietzschiana, pois coloca a “vontade de poder” como fundamento para a pesquisa.

B) kantiana, pois trata da “coisa em si” e realiza a coisificação da realidade.

C) dialética, pois reconhece a existência de uma realidade exterior ao pesquisador.

D) weberiana, pois aborda a ação social racional atribuída por um sujeito.

E) positivista, pois se fundamenta na busca de objetividade e neutralidade.

 

4. (1,0) Quais os três tipos de poder e dominação segundo Weber? Comente um deles.  _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________

 

5.  (0,5) Uma forma de organização da sociedade, estrutura social unificada e relativamente permanente, que estabelece padrões de comportamentos através de normas e valores específicos, com finalidades próprias, é chamada de:

 

A) mudança social.  

B) ação afirmativa. 

C) ação social.

D) instituição social.

E) cultura de massa

6) (1,0) Na produção social que os homens realizam, eles entram em determinadas relações indispensáveis e independentes de sua vontade; tais relações de produção correspondem a um estágio definido de desenvolvimento das suas forças materiais de produção. A totalidade dessas relações constitui a estrutura econômica da sociedade, fundamento real, sobre o qual se erguem as superestruturas política e jurídica, e ao qual correspondem determinadas formas de consciência social. MARX, K. Prefácio à Crítica da economia política, In: MARX, K.: ENGELS, F. Textos 3. São Paulo: Edições Sociais, 1977 (adaptado).

Para o autor, a relação entre economia e política estabelecida no sistema capitalista faz com que:

A) o proletariado seja contemplado pelo processo de mais-valia.

B) o trabalho se constitua como o fundamento real da produção material.

C) a consolidação das forças produtivas seja compatível com o progresso humano.

D) a autonomia da sociedade civil seja proporcional ao desenvolvimento econômico.

E) a burguesia revolucione o processo social de formação da consciência de classe.

 

7) (1,0) (Unioeste 2016) Max Weber (1864-1920) afirma que “devemos conceber o Estado contemporâneo como uma comunidade humana que, dentro dos limites de determinado território […], reivindica o monopólio do uso legítimo da violência física” (Weber, Ciência e Política: duas vocações. São Paulo: Cultrix, 2006, p. 56).

Assinale a alternativa CORRETA, a respeito do significado da afirmação de Weber.

A) Para Weber, no caso do Estado contemporâneo, apenas seus agentes podem utilizar a violência de modo legítimo dentro dos limites do seu território.

B) O Estado foi sempre o único agente que pode utilizar legalmente a violência com o consentimento dos cidadãos – a violência dos pais contra os filhos, por exemplo, sempre foi ilegal.

C) Atualmente, o Estado é o único agente que utiliza a violência (ameaças, armas de fogo, coação física) como meio de atingir seus fins – assim a segurança de todos os cidadãos está garantida.

D) Outros grupos também podem utilizar a violência como recurso – por exemplo, as empresas privadas de vigilância – independente da autorização legal do Estado.

E) Todos os cidadãos reconhecem como legítima qualquer violência praticada pelos agentes do Estado contemporâneo – por exemplo, quando a polícia usa balas de borracha contra grevistas.

 

8) (1.0) (Ufu 2011) De acordo com Durkheim, para se garantir a objetividade do método científico sociológico, torna-se necessário que o pesquisador mantenha certa distância e neutralidade em relação aos fatos sociais, os quais devem ser tratados como “coisas”.

Considerando a frase acima, assinale a alternativa correta sobre fato social.

A) Corresponde a um conjunto de normas e valores que são criados diretamente pelos indivíduos para orientar a vida em sociedade.

B) É desprovido de caráter coercitivo, uma vez que existe fora das consciências individuais.

C) Corresponde a um conjunto de normas e valores criados exteriormente, isto é, fora das consciências individuais.

D) É um fenômeno social difundido apenas nas sociedades cuja forma de solidariedade é igualitária.

E) É um fenômeno social desprovido da generalidade, uma vez que é ligado exclusivamente ao indivíduo.

9) (1,0) TEXTO I - Uma estranha loucura apossa-se das classes operárias das nações onde impera a civilização capitalista. Esta loucura é o amor pelo trabalho, a paixão moribunda pelo trabalho, levada até o esgotamento das forças vitais do indivíduo e sua prole.  LAFARGUE, P. O direito à preguiça. São Paulo: Hucitec, 2000. 

TEXTO II  - Vivemos numa época em que as pessoas são tão trabalhadoras que ficam estúpidas. WILDE, O. apud MASI, D. O futuro do trabalho. Rio de Janeiro: José Olympio; Brasília: UnB, 1999. 

De acordo com os textos, a reflexão sobre o mundo do trabalho no século XIX aponta para o conceito sociológico de:

Alternativas  A) emancipação.  B) higienismo.   C) passividade.     D) alienação.    E) mercantilização.

10) (1,0) O que Fayga Ostrower trata a respeito do trabalho artesanal dos povos pré-históricos