INTRODUÇÃO

    

A proposta em foco para o projeto de pesquisa está voltada para o processo de inserção das novas tecnologias (Tic’s) nas escolas desde o ensino Fundamental.  Essa ferramenta tecnológica, tornou-se uma necessidade de essencial importância em todos níveis educacionais. 

As novas tecnologias trouxeram novas ferramentas, novas técnicas para ensinar e aprender. Visto que atualmente ninguém mais consegue sucesso em qualquer área de trabalho se não estiver habilitado a lidar com as novas ferramentas tecnológicas. Tais ferramentas apresentam nova forma de facilitar a inclusão dos alunos que são portadores de dificuldades de aprendizagem, levando a sentir interesses pelas aulas, porque as novas ferramentas serão instrumentos para promover interação entre professores e alunos.

 Assim sendo nascerá sentimentos de afetividade e autoconfiança levando ao expandir da socialização entre todos participantes do meio escolar. A sala de aula será ampliada para os corredores, entradas e saídas do ambiente escolar prolongando até o momento da lição de casa. Com a nova tecnologia os alunos serão estimulados a estudarem e doutrinar não só nas escolas, más também em famílias, vão se sentir entusiasmados para falar sobre as novidades aprendias em salas de aulas. A inovação despertará curiosidades que serão estímulos para vivenciar novas experiências por meio do mundo digital, que colabora para espertar novas habilidades contribuindo para o desenvolver-se do indivíduo. 

Por fim o uso de novas tecnologias já é parte da vida de nossas crianças desde muito antes de frequentar uma sala de aula.  Nesse contexto é significante ter sabedoria para integrar os novos métodos que engloba: planejar, ensinar e aprender. Sabe-se que é necessário o aprimoramento junto a educação, assim sendo, vai proporcionar diferentes horizontes para o ensino e o aprendizado. A formação dos educadores deve passar por um certo treinamento que os ajudam a encontrar novas estratégias para idealizar indicadores do desenvolvimento da educação básica. 

Em presença de tal inovação, o emprego de novas tecnologias no ensino da língua portuguesa; que por meio das quais, nasçam possibilidades de inovar o espaço educacional, trabalhando com a leitura e grafia, fazendo do ambiente escolar, um ambiente onde os saberes e novam podendo ser explorados pelos alunos e professores.

JUSTIFICATIVA


O que justifica a execução desse projeto que traz o tema a inserção das novas tecnologias em salas de aula, é a possibilidade vista por meio das inovações florescer aulas de língua portuguesa com dinamismo capaz de atender as consternações expostas pelos alunos da “geração digital”, de maneira que possa volver o ensino/aprendizagem ao mesmo tempo mais expressivo.

O professor carece, deste modo, encontrar-se preparado para acatar às cobranças ocasionadas pelo período social que a sociedade está atravessando. Como afirma Martins (2015) é necessário preparar professores com novas habilidades, para encararem os desafios já existentes e os novos que estão por vir futuramente.  A difusão por meio da internet gerou novos espaços de emprego do “código escrito”, o que revoga determinando do autor-leitor inovações da escrita, e do mesmo modo, da leitura.

A inovação no campo estudantil vai fazer com que as aulas se tornam fascinantes, e inovadoras, aumentando expectativas para estudantes e educadores transformando o aprendizado em algo prazeroso e expressivo. Com a inovação nas escolas pode ser reduzido o número de alunos reprovados e também grande gama de alunos que abandonam as escolas antes de concluírem o ensino fundamental e médio. 

    O uso das novas tecnologias (Tic’s) no ensino da Língua Portuguesa na atualidade é imprescindível tanto quanto em qualquer outra matéria em estudo. O uso de tais ferramentas quando bem instruído e apresenta subsídios importantes para o método de ensino/ aprendizagem. Com tudo, para que aconteça uma bom emprego das ferramentas tecnológicas em sala de aula é imprescindível que tanto o docente quanto a escola em que leciona, percebam o potencial das Tic’s como novo instrumento de ajuda para o ensino. (BRANCO,2015).

A grande maioria da população que atua na área da educação já estão acostumados ao fato de que estamos arraigados em uma sociedade que vive em busca de conhecimento, que sempre se moderniza e se transforma. De modo que, torna-se quase impraticável avaliar o desenvolvimento de um aluno, ou grupo de alunos sem considerar suas afinidades com as novas tecnologias, tão influentes em nossa sociedade.




PROBLEMA

Porque é conveniente usar as novas tecnologias digitais? Como esta metodologia pode ajudar no ensino/aprendizagem? Quais são os elementos operacionais? Como as novas tecnologias podem aprimorar a técnica pedagógica dos docentes graduados em língua portuguesa? Será que vai melhorar ou nada vai mudar na prática do ensino/aprendizagem?

O extenso questionamento é como o novo método de ensino, será incorporado a novas tecnologias acoplado ao conhecimento e a comunicação, através do “uso da internet, das redes sociais”, no contexto da gênese dos alunos em todos níveis de ensino?

De acordo com o pesquisador, a definição e a missão do curso de letras nas universidades tem como responsabilidade o seguinte compromisso: “A Licenciatura em Língua Portuguesa deve ter o compromisso de promover no estudante um processo contínuo de reflexão sobre o papel da linguagem, na constituição do homem e da sociedade” (FAMASUL, 2015, p.4).

A grande maioria da população que atua na área da educação já estão acostumados ao fato de que estamos arraigados em uma sociedade que vive em busca de conhecimento, que sempre se moderniza e se transforma. De modo que, torna-se quase impraticável avaliar o desenvolvimento de um aluno, ou grupo de alunos sem considerar suas afinidades com as novas tecnologias, tão influentes em nossa sociedade.

Pode dizer que a nova tecnologia é, a associação de ferramentas tecnológicas que traz um moderno estilo de se comunicar. Perante a esse fato, as novas tecnologias ampliam novos horizontes, desafios e expectativas no trabalho educador, o exemplo claro é o uso da internet, que permite “romper as fronteiras do tempo e do espaço”, ajustando um acrescentamento de informação e da comunicação, por meio da velocidade e “dinamismo na manipulação de conteúdo” a ser desvendado ou observado em recinto de aprendizagem. (MARTINS,2015).

Deste modo abrange a conscientização de que o docente de língua portuguesa desempenha a função transformadora, o mesmo precisa proporcionar ao aluno a norma culta, através das novas ferramentas tecnológicas e do acesso à metodologia escrita da língua e etc. [...]