INOVAÇÃO, TECNOLOGIA E CONTABILIDADE

Ana Clara M. S.1, Gustavo Henrique S. Q.2, Luana Stephanie G.3, Maria Clara M. M.4,

Nadine N. M.5.

 

1Ciências Contábeis, Coração Eucarístico; email: [email protected],  2Ciências Contábeis, Coração Eucarístico; email: [email protected],  3Ciências Contábeis, Coração Eucarístico; email: [email protected], 4Ciências Contábeis, Coração Eucarístico; email: [email protected], Ciências Contábeis, 5Coração Eucarístico; email: [email protected]

 

INTRODUÇÃO

 

O projeto de extensão desenvolvido teve a prerrogativa de abordar o posicionamento do profissional contábil diante das disrupções causadas pela constante evolução da tecnologia, observada em todas as áreas, mas com um impacto singular no modo de execução das tarefas atribuída à profissão em questão.

Nessa seara, torna-se imprescindível salientar a importância da contínua atualização do contabilista, de modo que este esteja apto a exercer a profissão com a diligência tipicamente necessária e, além disso, muna-se da capacidade de manuseio de hardwares e softwares para maximizar os benefícios advindos do correto processamento da informação contábil.

Ademais, consoante afirma Souza (2018), a busca por transcender o tecnicismo da profissão permite a compreensão da organização de forma sistêmica, englobando todas as etapas que contribuem para o surgimento dessa informação, o que abrange inclusive o âmbito externo de atuação das entidades.

Assim, diante da percepção da progressiva automatização e da emersão de um mercado completamente novo – que demanda indivíduos igualmente modernizados – constata-se, por conseguinte, a urgência da aproximação entre estudantes do ensino superior e profissionais em atuação e a promoção do contato desse público com o conhecimento high-tech que deles será exigido.

Sob essa ótica, os objetivos do projeto centraram-se na busca pelas novas tecnologias desenvolvidas na área contábil, passando à sua identificação em escritórios locais no município de Belo Horizonte. Adicionalmente, o projeto foi realizado com o intuito de propiciar o entendimento dos benefícios dessas inovações para a contabilidade, coletar dados e reunir informações pertinentes para serem posteriormente repassadas aos escritórios e demais interessados.

 

METODOLOGIA

 

O trabalho foi realizado em duas etapas: primeiramente, foi construído por meio da pesquisa qualitativa, a fim de reunir dados para um embasamento teórico e permitir o estudo mais aprofundado da situação-problema. O referencial teórico foi desenvolvido por meio de pesquisa bibliográfica, pois, em se tratando de pesquisa qualitativa, a revisão bibliográfica viabilizou o contato com fontes fidedignas, a saber: livros, artigos, dissertações e teses. A opção por sua utilização se justifica, de acordo com Ferrari (2011), no caso da Educação, porque não basta identificar a quantidade de pessoas que dizem sim ou não a uma determinada pergunta, é preciso conhecer o contexto em que os sujeitos estão inseridos, saber como as informações são consideradas, como as pessoas se relacionam, como dividem tarefas e se comunicam naquele ambiente. 

Concluída a pesquisa, procedeu-se à fase de execução, quando da utilização de questionários e da exposição do tema ao público-alvo a fim de possibilitar uma troca de conhecimentos e a configuração de um parâmetro das demandas de aprimoramento, de forma que as próximas ações do projeto fossem balizadas pela interação e pelos interesses específicos do público a que se destinaria.

A ação de impacto consistiu na realização de uma rodada de palestras com profissionais experientes no campo da atuação contábil disruptiva: Tadeu Mitraud, auditor externo da PWC; Denis Bessa, CEO na Contabilidade Bessa e criador do Korok; Adyr Coelho, especialista em gestão fiscal e tributária. Ao final das exposições individuais, o professor da PUC Minas, Alex Magno Diamante, foi mediador do painel e participou das discussões, dando palco às dúvidas dos alunos, contadores e demais membros da comunidade externa que se fizeram presentes.

Esse momento, em específico, foi essencial para a consolidação do projeto e a reafirmação de sua relevância, viabilizando um intercâmbio de experiências e de conhecimento enriquecedor, principalmente por ter criado a ponte entre a faculdade e o mercado de trabalho. Nesse sentido, houve o surgimento de networking pautado em exigências atuais e oportunidades de aprendizado que privilegiam um novo perfil: o do profissional proativo e comprometido com a evolução ininterrupta.

Ao final do evento, o público presente realizou uma pesquisa de satisfação, com vistas a expor observações, críticas ou elogios que pudessem contribuir para a melhoria da experiência. Também foi facultada a disponibilização de endereços eletrônicos para o recebimento do material didático utilizado nas palestras. 

 

RESULTADO 
 

Inicialmente foi feita uma pesquisa de mercado para apurar o que os profissionais e estudantes de contabilidade sabiam e queriam estudar sobre inovação e tecnologia na contabilidade para, assim, montar uma roda de palestras que atendesse a expectativa dos possíveis presentes.

Após análise dos resultados, o grupo procurou por pessoas capacitadas para tratar dos assuntos de interesse visualizados a partir do questionário. Ao final do evento, foi feita uma nova pesquisa, dessa vez para verificar se as expectativas dos participantes foram atendidas. Foram obtidos os seguintes resultados:

Portanto, através dessa pesquisa o grupo foi capaz de concluir que atingiu os resultados esperados, que era o de oferecer um evento que trouxesse desenvolvimento profissional e intelectual dos participantes, de forma a persuadi-los a estar em constante mudança e inovação.

 

CONCLUSÕES
 

O projeto desenvolvido teve grande significância no fomento da integração entre os estudantes e os profissionais da área contábil, permitindo um crescimento conjunto e o alinhamento de esforços no sentido de aprofundamento tecnológico. Destarte, a experiência foi capaz de criar um cenário fértil para estudo e análise, partindo da busca pela superação das expectativas dos envolvidos e do empenho para estimular discussões imperativas tanto no ambiente acadêmico quanto no profissional, dado que este é extensão daquele.

Ainda nesse sentido, foi evidente o atingimento de todos os objetivos propostos pelo grupo, considerando que a atividade promoveu o maior contato com tecnologias locais, e a interação com profissionais da área contábil dentro da área da inovação disruptiva.

Em termos mais técnicos, conclui-se que o mercado de trabalho está se tornando cada vez mais competitivo e, por óbvio, mais seletivo. O perfil do contabilista deve estar adequado ao novo, isto é, disposto a enxergar nas mudanças grandes oportunidades e, não, ameaças. O contador do futuro é aquele que sabe, como disseram os palestrantes, manusear ferramentas de alta performance a favor da maximização da produtividade, como o Korok e pode transpor desafios aprendendo linguagens de programação diversas, como o SQL (Structured Query Language).

 

AGRADECIMENTOS

 

O grupo gostaria de manifestar sincera gratidão a todos que tornaram o projeto possível, em especial à PUC-MG, que proporcionou a oportunidade de desenvolvimento e pesquisa, além de disponibilizar o espaço para a execução das ações que deram forma e concretude ao conhecimento acumulado anteriormente por meio de embasamento teórico. Além disso, agradece o apoio e a colaboração dos profissionais palestrantes, dos professores, dos alunos e de toda a comunidade acadêmica que esteve apta a compartilhar dessa proveitosa experiência.

 

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

 

FERRARI, M.E.M.P. Ciência e interdisciplinaridade. 2011. In FAZENDA, I.C. (org) Práticas Interdisciplinares na Escola.

 

SOUZA, E. S. Características e Impactos da Indústria 4.0: Percepção de Estudantes de Ciências Contábeis. 2018. Monografia – Curso de Graduação em Ciências Contábeis – Universidade Federal de Santa Catarina.

 

 

 

 

ANEXO

 

1 VIDEO

 

https://youtu.be/XWFrp9oe2e4