O detetive particular SP não trabalha só no cinema. Cada dia é mais comum o uso desse serviço. Homens e, cada vez mais, mulheres estão interessados em saber se o cônjuge realmente está fazendo o que diz. Por isso, vamos tirar algumas dúvidas sobre esse tipo de trabalho. 

O maior número de casos

A indústria dos detetives particulares está crescendo. Em grande parte, por conta de pedidos de investigações conjugais, cujo número está ficando cada vez maior e é, de longe, a maior fonte de negócio de algumas agências. 

É difícil afirmar com certeza o motivo desse crescimento, mas existem algumas possibilidades. Em primeiro lugar, devido a tecnologia atual, fica muito mais difícil esconder qualquer mentira. Entre redes sociais, vendo cada movimento, e celulares, nos mantendo conectados praticamente o tempo todo, é muito mais fácil desconfiar e perceber as pequenas mentiras, que em outras épocas, talvez passassem despercebidas. Um aumento natural no número de traições também é um fator. 

Outro motivo que pode estar levando ao crescimento é o interesse feminino. Mulheres, mais do que nunca, estão perdendo o medo de desconfiar ou confrontar o marido. Felizmente, estamos vivendo em uma época em que as mulheres são cada vez mais independentes e fortes. A mulher traída não é mais culpada, e sim vai atrás do verdadeiro culpado. O homem que a traiu. E vice-versa, é claro. 

O primeiro fator, é claro, é o tempo. O profissional precisa se dedicar ao caso para fazer um trabalho minucioso. O detetive de traição geralmente leva uma semana para resolver um problema, visto que esse é em média o tempo que leva para que o investigado seja pego com a mão na massa. Mas, quanto maior a demora, maior a despesa para o detetive e, é claro, para o cliente. 

Outro fator importante são as despesas naturais do caso. Digamos que o marido de uma mulher traída seja um alto executivo, que viaja constantemente, para outras cidades. É possível que a traição ocorra longe de casa. Um bom detetive vai atrás de onde o caso o leve, o que gera ainda mais despesas. 

Por fim, o objetivo principal de qualquer investigação é obter provas e saber como descobrir uma traição, seja para ganhar uma disputa no tribunal ou mesmo só pelo prazer de jogar na cara do outro. Dependendo da dificuldade de obtenção das provas, o detetive pode precisar fazer algumas manobras mais caras, porém eficientes.