Sou militar,
disputo guerras,
não posso fugir,
procuro sempre lutar com honra e vençer,
mas essa eu perdi.
perdi para quem não foi preparada para guerra,
para batalhas disputar,
perdi para uma dama,
por ela fui me apaixonar.
ela me venceu
com sua doce voz,
e eu que estava acostumado a gritar
me calei,
veio com tanta doçura,
que eu me desarmei,
dei baixa em minhas armas,
entreguei minhas insígnias,
minha condecoração por bravura foi ao chão.
Ela levou-me tudo,
até meu coração.
Logo eu,
que tantas guerras disputei,
vim perder em casa.
Aqui eu disputei a maior guerra,
e não venci,
mas fiquei feliz.
Pois na disputa do amor,
não existe vencedor,
todos são vitoriosos,
pois a maior vitória
é senti-lo,
e ele esta aqui,
enquanto lhe escrevo,
dando meu último suspiro por amor,
batendo no meu peito dilacerado de dor,
morrendo feliz pelo amor.