Dia 15.09.05, por volta das quatorze horas e vinte minutos, estava na Delegacia Municipal de Polícia de Araquari e após receber o documento do responsável pela repartição, Escrevente Policial Adelson Westrup, passei a leitura:

Em seguida peguei o documento das mãos de Adelson e comecei a me inteirar do seu teor:

“De: ‘Denuncia denuncia denúciajlle@hotmail.com – Para: a.mariano@cvj.sc.gov.br , Dalila@cvj.sc.gov.br, Darci.m@cvj.sc.gov.br,  dalonso@cvj.sc.gov.br, j.cardoso@cvj.sc.gov.br, girardi@cvj.sc.gov.br,  Lauro@cvj.sc.gov.br, bini@cvj.sc.gov.br, marcucci@Wcvj.sc.gov.br, marquinhos@cvj.sc.gov.br, m.peixer@cvj.sc.gov.br, odir.nunes@cvj.sc.gov.br – Enviada em: domingo, 23 de outubro de 2005 17:29 – Assunto: Denúncia – Polícia Civil – Sou despachante pobre em jlle, pois não sou dado a ‘rolos’, e lendo os jornais vejo que parece que a coisa é séria, sou a mesma pessoa que mandou o e-mail ontem e que não pode se identificar se não sabe lá o que vai me acontecer e tenho filhos e netos, agora só para complementar já que estão investigando a coisa toda nos últimos 8 anos poderiam ver: 1) como a ex-delegada... ‘M.L.Z.’ enriqueceu tendo diversos imóveis em Joinville com a sonegação de taxa estadual feita pelo despachante Salles e a venda de CNH que causou na época até o seu afastamento junto com o outro ladrão o d. ‘J. P.’; 2) poderiam ver as CNH vendidas pelo policial civil ‘V. R.’ (vereador) de São Francisco e os rolos de carro feitos por ele e a policial ‘N.’ e ‘E.’  lá naquela cidade; 3) procurarem e descobriram que o início de cobrança para fazer vistoria se deu com o chefe dos chefes o policial civil ‘R,’ (R. K.) ‘cunhado do ex-deputado ‘S. S’ ‘que até hoje vende vistoria em branco por 20,00 reais e com carimbo de quem entrou depois dele, que tinha na quadrilha ‘S. S. , ‘C.’, ‘T.’, ‘S.’, ‘J.’ ‘P.’, ‘M., o ‘C.’ e ‘C. B.’ entre outros até os dias de hoje; 4) aquele Delegado ‘M.’ então nos extorquiu a todos era cobrança de dinheiro direto não só de nós despachantes mas também de inúmeros garagistas que com medo deram rios de dinheiro para aquele delegado, principalmente na época da campanha eleitoral dele; 5) verifiquem como o ‘P. C.’ trocou de carro tão rápido saindo de um Pálio para um Meriva e veja os doc. so desp, Johni, Guerreiro, Mara e Flores que ele conferiu; 6) verifiquem como o ladrão do ‘V. O.’ comprou seu apto que está no nome de outra pessoa e como sua moto zero foi roubada e ele continua pagando ela e de imediato foi na loja Yamaha de Jlle e comprou outra zero, ganhando no máximo 1.500,00 mês e ainda paga pensão para os filhos; 7) verifiquem como esse supervisor atual ‘J. M.’ paga 1.700,00 de prestação de uma Pajero Importada se ganha no máximo os mesmos 1.500,00 e vende material (processos) do arquivo na cara de todos, chega a parar caminhão atrás da Ciretran encher de papel e vendem, como pode-se vender documentos?????? E cadê o dinheiro da venda????? Isso ele e um tal de ‘B.’ que não faz nada ganha diária direto em jlle a meses, e quem comprou foi um ferro velho que fica próximo a ponte do trabalhador e ainda ganha dinheiro do ‘despachante Johni seu amiguinho e do falso despachante que fica bem na frente da regional, que lhe paga semanalmente para não fechar, uma vergonha; 8) verifiquem como pode venderem exame de volante, pegaram 1 mais tem um monte, os piores eram o tal de ‘C. M.’ que também tem uma mansão cada um fica no Bairro Bom Retiro e a do outro no Costa e Silva; 9) como pode jlle ficar com Delegado que não trabalha ‘Z.’ e ‘D.’ sendo que o último estava no episódio da ‘Marlene Rica’ e ainda vai lá até hoje e de viatura assim como o Delegado Regional atual ‘H.’ que leva a viatura para casa todos os dias e ainda fica com ela no finais de semana; 10) já que estão olhando tudo veja como pode aquele tal de ‘H.’ da Identidade vender identidade a 500,000 com certidão de nascimento falsa e todos sabem e ninguém fala e nem faz nada; 11) verifiquem a ‘E. Q.’ se ganha só da polícia civil ou se recebe também da Câmara de Vereadores tendo um nome laranja trabalhando no seu lugar e ainda deu sumiço em vários papeis do seu chefe eterno ‘M.’, fora o que desapareceu da Delegacia tanto Regional quanto do falecido DIC (delegacia de extorsão criminal); 12 vejam também os documentos da época de ‘I. S. R.’ ‘mulher amante’ pois atual é a policial civil ‘M. S.’ que ficou picando papel uma semana  a fio e também era quadrilheira pois o seu ‘marido’ mandava e desmandava na DRP e na Ciretran a ponto dessa mesma ‘I.’ ser afastada pelo Comando Geral, fora a tal de ‘A.’ ‘A. L. S.’ que vendia porte e licença de arma e até hoje nada; 13) APROVEITEM QUE ESTÃO OLHANDO TUDO E VEJAM OS LAUDOS DO PERITO LADRÃO ‘R. G.’ (esse mesmo) também vereador em SFS, uma vergonha e veja quanto ele cobra na cara de pau, em fim espero que dêem um basta em tudo isso, pois esta difícil trabalhar sério e ser honesto nesta cidade. Despachante -----------------------”. 

SEGUNDO E-MAIL:  “De: denuncia – Para: alcamira@terra.com.br , a.mariano@cvj.sc.gov.br, anoticia@an.com.br, benedet@ssp.sc.gov.br, bini@cvj.sc.gov.br, e.bajona@cvj.sc.gov.br, chfia@ssp.sc.gov.br, corregedoria@detran.sc.gov.br, Dalila@cvj.sc.gov.br, dalonso@cvj.sc.gov.br, darel.m@cvj.sc.gov.br, Diogo.vargas@an.com.br, girardi@cvj.sc.gov.br, governador@scc.sc.gov.br, j.cardoso@cvj.sc.gov.br, Jefferson.saavedra@an.com.br, j.l.sdrigotti@cvj.sc.gov.br, jonatas.kosmann@diario.com.br, luver@terra.com.br, marcucci@cvj.sc.gov.br,  Maria.bisoni@ig.com.br, marquinhos@cvj.sc.gov.br, Moacirp@intercorp.com.br, m.peixer@cvj.sc.gov.br, odir.nunes@cvj.sc.gov.br, osmarifritz@cvj.sc.gov.br, polícia@joinvillenoticias.com.br, quinzinho@cvj.sc.go.br, secretario@sei.sc.gov.br, tânia.eberhardt@cvj.sc.gov.br, zulmar.v@cvj.sc.gov.br – Data: 24/10/05 – 15:23 – Assunto: [sem assunto] – Texto: Volto a me manifestar neste espaço devido aos 27 e-mail que recebi de congratulações pelas minhas denúncias que são mais um desabafo do que outra coisa e lhes envio mais alguns dados todos verídicos: já que estão investigando a polícia civil aqui em Joinville vamos lá: 1 -  Procurem e vão achar os rolos e cachorros feitos por ‘E.’ (‘p.’) no setor de CNH, e da ‘S.’ na Ciretran que saiu de lá de carro novo e tal da ‘R,’ todas policiais que entrou a pé e saiu de Gol novo; 2 – voltem a prender o ‘N.’ que além daquele rolo dos 50,00 reais ainda é contrabandista; 3. vejam os cachorros feitos pela tal de ‘K.’ que assim como esse tal de ‘B.’ diz que trabalha na administração, mais não faz nada exceto cachorro o dia todo; 4. investiguem a quadrilheira ‘I. R.’ que foi chefe da Ciretran por quatro (4) anos, tem mansão na praia dos Sonhos em Florianópolis e roubou tudo que pode, para entregar ao seu marido ‘J. R.’ que é marido na verdade da Policial Civil ‘M.’ com quem tem um filho, nesse caso a amante passou a ser a mulher; 5 – Investiguem a ‘D. M. B.’ que é dona de vários terrenos e chácaras em nome de outros e que colocou sua faxineira de nome se não me engano ‘R.’ para roubar no setor de CNH e depois encobriu tudo, aliás a ‘M.’ é amante do Dr. ‘D. S. J.’  a anos, só o ‘L.’ ex-corno e marido é que não sabia e ainda namorou o ladrão de ‘carros e caixeiro’ ‘S,.’ dono da revenda ‘S. A.’, imagina o que não fizeram ali dentro; 6 – ‘R.’ (escrivão) que quando diretor do presídio fez outra mansão; 7 – ‘R.’ – ‘R. K.’ chefão da quadrilha criador de cobrança para vistoria de veículo que falsifica carimbo e tem em casa blocos e mais blocos de vistoria e que assina e carimba várias vistorias com assinatura de outros e trouxe para sua quadrilha os policiais que também enriqueceram ‘S. C.’, ‘S. S.’, ‘S. S.’, ‘E., ‘M. C.’, ‘E.’,  ‘M. J.’, ‘T.’, etc; 8 – ‘A. B.’ – outro com mansão no bairro Bom Retiro e que usava viatura todo dia de Barra do Sul para Joinville ainda usava nos finais de semana, fora que roubou tudo que podia na CNH chegando a ser afastado anos atrás; 9 – ‘M. R.’ (‘M.’ – ladrão do ex-Dic junto com seu Chefe ‘M.’ e também usa viatura de Barra do Sul para Joinville e fica com ela finais de semana; 10 – ‘V. O.’ – ladrão da Ciretran cheio de rolo com moto zero, casas em nome de outros e etc; 11 – ‘S. S.’ – assassino  de 2 meninas anos atrás com o camburão do IML, alcoólatra assim como seu colega de copo ‘J. V.’; 12 – ‘J.’ – louco varrido e confere e assina nossos documentos não sei se não é mais loco quem colocou ele lá o técnico em necropsia que devia estar no IML ainda dava tiro em defuntos anos atrás; 13 – ‘L. R.’ – outro ladrão ex-Dic e fazia rolo na cara de todos; 14 – ‘C.’ – outro ladrão ex-Dic famoso por aplicar golpe do chute, junto com seu comparsa ‘A. P.’ e ‘R.’; 15 – ‘R. R.’  outro ladrão ex-Dic, apropriou-se  de bens de outras pessoas ficou conhecido como o policial jaqueta; 16 – ‘R.’, ‘G.’ e ‘J.’ – todos condenados; 17 – ‘A. W.’ – irmão do ex-presidente da Câmara de Vereadores ‘N. W.’ o campeão do rolo junto com ‘M. de L.’ e ‘L. M.’ a Barbi são os grandes nomes da roubalheira na Ciretran, vão dar uma olhada na mansão que ele tem no bairro Bom Retiro e vai e volta de viatura todo dia de Joinville para Araquari e fica com ela finais de semana; 18 – ‘V.’ e ‘I.’ – outro ladrão e corno, fez horrores em Barra do Sul e dá golpes direto; 19 – ‘F. J.’ – mulher do também corno famoso ‘M. J.’ que também vendia vistoria direto e a sua esposa ‘F.’ ganhou dinheiro aos tubos fazendo flagrantes mal feitos e acertando depois com advogados na época do CPP assim com ela também faziam rolo os policiais ‘L.’, ‘S.’, ‘S.’, ‘I.’, ‘A. B.’ e outros; 20 – ‘Â. C.’ – outro envolvido em golpe do chute é o cabeça e vai na zona com viatura sempre; 21 – ‘G. de S.’ – rolo direto na sua época na Ciretran e esquentava carro importado com nota fria junto com seu colega ex-policial ‘C.’; 22 – ‘N. B.’ – RAINHA DO ROLO 8 anos na Delegacia Regional fazendo de tudo em todos os setores, sempre com a ajuda do seu amante ‘E. F.’ aquele mesmo que está preso, imaginem os senhores quando ela dava para cada Delegado Regional que passou por ali principalmente ‘M.’ e ‘M.’ pois nunca saiu da Delegacia e ainda é a RAINHA DO ‘B.’; 23 – ‘I.’ – ladrão de carro, de motor de carro CAMPEÃO DE ROLO NA CNH só chegando perto do imbatível ‘V. R.’ de São Francisco do Sul que junto com ‘M. de F.’ Delegada fez de tudo na CNH; 24 – ‘A.’ e ‘R.’ – todos sabem que são envolvidos com jogo do bicho ninguém faz nada, chega a fazer segurança para bicheiros na hora do trabalho; 25 – ‘P. S. L.’ – mestre do rolo também na CNH e teste de volante; 26 – ‘D. B.’ – também fez rolo com tudo e com todos era a que  arrecadava para ‘I. R.’ ex-Chefe agora de presente voltou para a doc. de veículo, uma vergonha;  27 – ‘E.’ – tem várias casas e carros sumiu com cheques da delegacia e outras coisas; 28 – ‘H.’ – chutador histórico ‘mestre no golpe do chute’; 29 – ‘J.’ – outro chutador trabalha com ‘H.’ nos golpes e numa empresa de segurança; 30 – ‘L. P.’ – alcoólatra famoso já perdeu algema, arma e a vergonha assim como ‘J. V.’ famoso beberrão da polícia e dirige viatura e tem arma; 31 – Delegado ‘I. B.’ – SFS – campeão de fazer flagrante só o que ninguém diz é que ganha rios de dinheiro pois sua mulher é ‘a.’ e pega todos os casos ou repassa e ainda é amante da ‘E. N.’ junto com a ‘A.’, agora ele trocou e mais novinha; 32 – ‘E.’ – cheirador de droga e amiguinho de traficantes, trabalha para eles; 33 – ‘M. P.’ – trabalhou na CNH e fez todos os rolos possíveis é só verificar junto a auto escola ‘F. W.’ que acharam tudo; 34 – ‘M’ – Delegacia de Trânsito, roubou por 30 anos dentro da Ciretran agora faz rolo na Delegacia de Acidentes de Trânsito; 35 – ‘E.’ – tem o marido enfiado o dia todo dentro da Delegacia Regional fazendo cachorro tem o aval do atual ‘D. H.’ e do Chefe atual ‘J. M.’, deve estar (dar) dinheiro para ambos; 36 – ‘R.’ – vistoriador contratado mestre no rolo, já ganhou dinheiro no teste de volante e na vistoria não cai nunca pois é neto do ex-prefeito FREITAG;  LISTA DE VADIOS CONHECIDOS SEMPRE ESTÃO DOENTES, ATESTADO OU NÃO TRABALHAM: ‘Z. V.’, ‘S. P.’, ‘J. E.’, ‘M. S.’ (AMANTE  ‘J. R.’), DELEGADOS ‘J. A.’ E ‘R.’, ‘R. G.’, ‘M. P.’, ‘R. H.’, ‘N.’. LISTA DOS VIADOS OU ENRUSTIDOS: ‘V. B.’, ‘D. C.’, ‘M.’, ‘L.’ ESCRIVÃO E SEU FILHO, ‘O. M.’ E ‘B. G.’. PEDÓFILOS: ‘V. O.’ E ‘L.’ ESCRIVÃO. Em fim esses são alguns dos policiais que temos em Joinville fora aqueles que já citei no e-mail anterior só estou fazendo isso como já disse tive o apoio e o incentivo de 27 e-mail recebidos, não uma pessoa  aí citada que não seja verdade é só verificar, e ainda não acabou esses são só alguns. Tomem providências urgentes – Despachante de Joinville”.

Depois de ler esses dois documentos apócrifos (suprimi os nomes, deixei só as iniciais), tive a certeza que muita coisa poderia ser verdade e mereceria uma investigação exaustiva. As denúncias demonstravam a total ausência do comando da Polícia no norte do Estado por uma quase "eternidade". Mais, ainda, era visível a necessidade um órgão correcional que realmente orientasse e controlasse efetivamente a vida dos policiais, a qualidade dos seus serviços, a probidade, a vocação, o interesse, o cumprimento dos deveres funcionais..., tudo em nome da sociedade que arca com os custos de manter uma estrutura policial doente.

De tudo isso, pude ainda inferir que entre “santos e demônios”, uma instituição policial acaba contribuindo para a deformação da personalidade dos policiais na medida em que são investidos de “autoridade” e “poder” sobre as pessoas e as coisas, aproveitando-se das ingerências políticas que permeiam a Polícia como um todo. Nesse paralelo, estaria ainda o convívio com a criminalidade todos os dias, cujas condutas acabam corroendo a personalidade e o caráter dos policiais, uns para mais e outros para menos, poucos conseguem passar  imunes ao longo de suas vidas profissionais sem algum tipo de seqüela. Uma cúpula tirânica certamente não irá levar a nada, somente usará o caos para desviar a atenção da sociedade para possa se reciclar e manter o processo autofágico utilitário, também, que possa assegurar a defesa de interesses outros que não a moralização dos serviços em defesa da sociedade, tampouco, adotará medidas voltadas à criação de mecanismos permanentes que garanta assepsia regular e permanente do modelo policial de maneira que possa mudar o curso da história. Será fácil? Não! Mas é preciso começar pela tomada de uma consciência interna em grupo (especialmente no que diz respeito aos Delegados de Polícia) e por uma participação de representações da sociedade.