Delegacia 

Crônicas do Absurdo 

De A César Silva 

 

(Um certo dia, uma mulher vai até a uma delegacia prestar uma queixa.)

-Bom dia! Em que posso ajudar? (Diz o delegado.)

- Roubaram o meu relógio. (diz a mulher)

-Quando a Senhora percebeu o roubo?

-Quando ele sumiu oras!

-E a que horas ele sumiu?

-Eu não sei!

-Quando eu fui ver as horas ele já havia sumido!

-Ahaaa, entendi.

- Relógio de pulso?

-Não de parede. (Responde a mulher já irritada.)

-A senhora anda com um relógio de parede no pulso? (pergunta o delegado espantado)

-Mas é claro que não, eu apenas achei a sua pergunta bastante incoerente, aliás todas elas. (diz a mulher)

-Desculpe, mas vamos ao que interessa, o que a senhora deseja?

-Eu já disse! roubaram o meu relógio! (diz a mulher)

-Roubaram ou sumiu?

-Eu não sei quando percebi não estava mais lá! (diz a mulher)

-Lá aonde?

-No meu pulso oras!

-Relógio de pulso?

-Não da central do Brasil... (responde ela irritada)

-A senhora roubou o relógio de central?

-Naaaooo! Foi sarcasmo!

-Quem é Sarcasmo, este meliante é o seu comparsa?

-Que mané comparsa, esquece tudo vamos voltar ao princípio... quero prestar uma queixa sobre o suposto roubo de meu relógio, ok! “Cara burro” (sussurra)

-O que???

-Nadaaa!

-Relógio de pulso?

-Grrrrrr!!! Siiimm! (responde ela irritada)

-Ei muita calma nessa hora, a proposito que hora são?

-Eu não sei roubaram o meu relógio!

-Sério! quando?

-Eu não sei e é por isso que eu estou aqui para prestar uma queixa.

-Ah sim então vamos lá.

-Qual era tipo e cor do objeto furtado?

-Ai meu Deus era um relógio digital de pulso preto.

-Preto ou escuro?

-Tá de brincadeira tem isso ainda?

-Por exemplo, quando chega as 19 horas fica escuro, quando eu tô sem dinheiro a coisa fica preta e por aí vai, a proposito já são 19 horas?

-Eu não sei roubaram meu relógio esqueceu?

-Roubaram quando? Mas que abuso vamos fazer uma ocorrência agora!

-Isso, isso, isso! (vibra a mulher)

-Era um relógio de pulso?

-O que! GRRR, eu desisto!

-O que é isso, minha senhora, onde a você vai?

-Comprar um relógio novo.

-Relógio de pulso, não um marca passo

-Cara essa mulher é doida agora vai caminhar! Viu só rapaziada é com esse tipo de doido que a gente tem que lidar todo dia.