Amarildo Taquidir de Gussule

agussule88@gmail.com

UCM– Nampula

Resumo

A avaliação de desempenho é um método gerencial que permite ao avaliador verificar os proveitos obtidos por um colaborador ou por uma equipe, em determinado ínterim e sectores específicos, quais sejam de conhecimentos, objectivos, aptidões, posturas, entre outras. O presente estudo visa mostrar a avaliação de desempenho do docente como um meio de apoio ao desenvolvimento profissional dos empregados nas escolas, evidenciando alguns de seus principais conceitos, e abordando desde métodos de avaliação de desempenho tradicionais aos mais recentes, utilizados pelas instituições de ensino. Outrossim, a presente pesquisa bibliográfica, pretende buscar informações importantes sobre o tema em estudo. Por meio deste trabalho, nota-se que ao adoptar uma avaliação de desempenho do docente, uma organização além de conseguir apreciar o desempenho dos colaboradores no andamento de suas funções, oportuniza o incentivo ao desenvolvimento dos profissionais que mostrarem melhor desempenho nas escolas em particular.

Palavras-chave: Avaliação; Desempenho; Docente; Qualidade; Ensino.

INTRODUÇÃO

O estudo reflecte sobre “Avaliação de desempenho do docente como instrumento de melhoria da qualidade no processo de ensino-aprendizagem”. E, visa avaliar o desempenho do docente como instrumento de melhoria da qualidade no processo de ensino-aprendizagem. Bem como identificar os resultados da avaliação de desempenho do docente no processo ensino-aprendizagem; descrever o processo de avaliação do desempenho docente e, caracterizar os principais constrangimentos e desafios na melhoria da qualidade do docente no processo de ensino-aprendizagem.

De acordo com Marras (2000), “…a articulação entre o ensino e a aprendizagem, a selecção de conteúdos relevantes e as metodologias a serem adoptadas fazem parte dos processos de socialização dos saberes que são múltiplos e complexos, pois a apropriação do conhecimento pode ser vista como objectivo comum tanto do ensino como da aprendizagem”.

Mas, para Silva (2007, p.12), que citam Woolnough (1988), referem que “um bom professor é mais precioso que um rubi, pois é capaz de exercer o papel decisivo de orientador e facilitador da aprendizagem do aluno”.

Todavia, é necessário considerar que nos últimos anos na educação têm sido conturbados; o papel de desempenho do docente perdeu muitas das especificidades de que usufruía e os professores unem-se repetidamente em acções que vão do desacordo com as reformas educativas, mudanças nos currículos, alterações ao estatuto da carreira docente, até aos modelos de avaliação de desempenho que vêm surgindo.

Daí que, com as várias mudanças de critério de avaliação proposta pelo sistema educativo em Moçambique. Se a avaliação for aceite e entendida por todos como um contributo para um melhor desempenho profissional, como uma oportunidade de formação e reflexão, aliada a factores motivadores como sendo a progressão na carreira e aumento salarial, talvez se entre num círculo de consenso e participação, onde o envolvimento de todos aconteça e promova a qualidade de ensino e da organização escolar.

Apesar de actualmente a Avaliação do Desempenho Docente (ADD) ser um assunto amplamente discutido, a verdade é que concordamos com Motas & Vasconcelos (2006) quando referem que a “avaliação não é o problema maior, mas antes o modo como, a partir dela se poderá gerir mais eficientemente a “qualidade”; estabelecer as bases e a estrutura de um sistema de avaliação de professores, não é tarefa fácil” (p.91).

No processo de ensino-aprendizagem o professor é um dos principais intervenientes, pelo papel que desempenha na condução do mesmo processo, com vista o alcance dos objectivos educacionais previamente definidos nos programas de ensino. Mas tem se verificado fraco desempenho do docente, na melhoria da qualidade do ensino-aprendizagem, consequentemente a qualidade dos alunos e baixa tendo em conta o aproveitamento pedagógico. Facto que nos leva a questionar: Ate que ponto a Avaliação de desempenho do docente e vista como instrumento de melhoria da qualidade no processo de ensino-aprendizagem?

De acordo com os objectivos traçados bem como a questão de investigação, chegamos a seguintes questões: (1) Como ocorre o processo de avaliação de desempenho do docente? (2) Em que medida a melhoria do desempenho do docente influencia na qualidade do ensino-aprendizagem? E, (3) Quais os constrangimentos e desafios encontrados pelo docente na melhoria da qualidade no processo de ensino-aprendizagem?

No contexto educacional, tem em vista contribuir para a melhor percepção sobre a avaliação de desempenho do docente não só como também a qualidade no processo de ensino-aprendizagem que se pretende no sistema educativo, através de subsídios que poderá vir a fornecer às instituições de ensino.

Visto que o desempenho do docente, nas instituições de ensino tem sido bastante polémico, uma vez que o seu produto final que é o aluno não tem uma qualidade adequada. Dai a necessidade de aprofundar o estudo no contexto motivacional, para poder-se ultrapassar os constrangimentos que fazem com que haja um desempenho fraco do docente no processo de ensino-aprendizagem.

Assim, os professores, pelo papel que desempenham no processo de ensino-aprendizagem, são o factor fundamental para prover uma educação segura e de qualidade. Conscientes do seu papel e da necessidade de elevarem o seu nível de conhecimentos e melhorarem o seu desempenho na sala de aula.

Tendo como finalidade a motivação profissional do docente no contexto educacional, a inquietação que se tem pelo facto de notar-se cada vez mais a fraca qualidade de ensino-aprendizagem e o desejo de saber que causas poderão estar aliadas aos problemas apontados, no que concerne ao desempenho do docente no exercício da sua profissão. O interesse de contribuir para o melhoramento do ensino-aprendizagem, é o principal foco do projecto visto que irá beneficiar a comunidade académica. [,,,]