Benildo Gemo

bennygemo@gmail.com

Universidade  Save –Maxixe (Mocambique)

Resumo

Em toda Historia da humanidade, foi sempre característica dos homens, a necessidade de deslocarem se de um ponto ao outro, em busca de melhores condições, convista a satisfazer suas necessidades básicas e consequentemente, suas culturas iam interagindo entre elas, durante algum tempo, meses, anos, seculos, ou mesmo de maneira permanente dependendo de cada tipo de circunstância que envolvera um determinado grupo. É neste contexto em que volvido certo período de tempo, nota-se de modo natural, certas alterações, em ambas culturas em contacto permanente, dai o surgimento do fenómeno aculturação, onde cada um perde, mas ganha um pouco da cultura do outro.

Palavras Chave: humanidade, língua, interação cultural

Introdução

No âmbito cultural, olhamos para o termo “cultura” como sinónimo de “identidade de um determinado grupo”. Após várias leituras, fomos percebendo de que, várias identidades culturais existentes hoje, nem sempre foram o que são. A explicação seria a de que elas evoluíram ao longo do tempo, mas poderia - se ainda questionar como ou porque é que evoluíram/ tiveram que evoluir? Portanto, o presente ensaio não visa responder a estas prováveis questões mas porém, em linhas gerais pode – se dizer que vários foram/ são os factores que contribuíram/ contribuem para este fenómeno (o processo da aculturação); só para citar alguns: A expansão europeia pelo mundo a fora, o que influenciou hábitos e costumes dos povos nos respectivos destinos; as trocas comerciais que de certa forma impõem domínio da língua franca entre comerciantes e consequentemente afectando as comunidades locais ao longo dos tempos, o comércio e tráfico de escravos, onde pode-se ainda pensar que nas colónias de destino a necessidade de haver comunicação entre escravos forçou a construção de novas identidades entre eles, politico religiosos que referem ao facto de envio de padres (missionários) cuja tarefa era “a disprimitivização” do africano através de um processo de civilização, introdução das políticas de assimilação etc.

Neste trabalho interessa nos reflectir em torno da aculturação como uma manifestação particular da diversidade cultural, e não além do contexto “Cultura”. Este tema surge como resposta de um complexo debate havido no âmbito das aulas do módulo de Relações Internacionais. Como partes do trabalho, incluem a Conceitualização; aculturação como dinamismo cultural; modelos ou formas de aculturação e por fim a Globalização como factor da aculturação. [...]