O Homem e a Natureza: Uma Relação Desarmônica
 
O Homem e a Natureza: Uma Relação Desarmônica
 


A ação do homem na natureza vem causando muitos desastres, a começar com as catástrofes relacionadas ao sistema ecológico que vem decorrendo ao período desses anos. O impacto ambiental é na verdade um desequilíbrio provocado pela ação do homem com o meio ambiente.

Com o passar dos anos o homem foi ganhando habilidades das quais a maior parte destas ele usa para agredir seu próprio hábitat, ou seja o homem começou a evoluir no seu modo de vida, mais não sabe os danos que essa evolução lhe causará mais a frente.

Desmatamento são inúmeros fatores que levam a isso, derrubada da mata nativa para fazer pastagem pro gado, para a agricultura, para obtenção da madeira, não é errado retirar da natureza aquilo que ela nos proporciona, errado é usufruir dela e não repor o que se tirou, muitos animais já foram extintos e outros estão em extinção por causa da maneira errada de se usufruir da natureza.

Usufruir mais conservar, uma maneira de usar sem abusar, hoje existe ONGs  que se preocupam em mostrar esse lado de que é sim possível usufruir dos benefícios da natureza sem causar um impacto ambiental.

 Alguns impactos ambientais são, diminuição da biodiversidade, erosão, inversão térmica, ilha de calor, efeito estufa, destruição da camada de ozônio, as mudanças climáticas entre outros.

Biodiversidade ou diversidade biológica descreve a riqueza e a variedade do mundo natural. As plantas, os animais e os microorganismos fornecem alimentos, remédios e boa parte da matéria-prima industrial consumida pelo ser humano.

A poluição, o uso desordenado dos recursos naturais, a expansão da fronteira agrícola em detrimentos dos habitat naturais, a expansão urbana e industrial vem levando muitas plantas e animais a extinção.

A sociedade moderna tem sua parcela de culpa, com o uso desenfreado dos recursos naturais como o aumento da produção de papel que vem ameaçando as florestas, a exploração excessiva de algumas espécies para fins medicinais é uma ameaça a espécie podendo levá-la a extinção.

Erosão é um processo que faz com que as partículas do solo sejam desprendidas e transportadas pela água, vento ou pelas atividades do homem, muito comum em áreas de pastagem. O controle é fundamental neste caso para que se preserve o meio ambiente, pois esse processo faz com que o solo perca suas propriedades nutritivas impossibilitando assim o crescimento de vegetação no local atingido podendo causar um serio desequilíbrio ecológico.

Inversão térmica é um fenômeno meteorológico fácil de ser visto a olho nu, principalmente nas grandes cidades como São Paulo ou New York. É um facho de luz cinza alaranjado que divide o céu um pouco antes do anoitecer, visto principalmente no inverno.

O movimento do ar na atmosfera é vertical e linear, em boa parte dos dias, quando o ar quente resultante da ação dos raios solares no solo sobe para dar lugar ao ar frio, os poluentes que são mais quentes e menos densos que o ar, sobem ainda mais e se dispersam.

Mas o que realmente acontece na inversão térmica é que no inverno os raios solares tornam-se mais difusos e frágeis, quando o solo se resfria rapidamente o ar próximo ao solo também se resfria rapidamente, o ar quente que ainda se encontra na atmosfera continua a subir, mas o ar frio próximo ao solo por ser mais denso e pesado fica parado, sendo assim a temperatura cai mais ainda e os poluentes que normalmente são levados pelo o ar quente ficam retidos na camada mais baixa da atmosfera.

A faixa cinza alaranjada é a conseqüência visível do fenômeno, e um dos principais transtornos deste fenômeno é aos problemas de saúde que os moradores das grandes cidades enfrentam, devido à baixa umidade do ar e a poluição.

Ilha de calor é o nome dado para o aquecimento climático maior das áreas urbanas em relação às áreas rurais vizinhas. Isso ocorre devido a geometria das cidades, que coloca obstáculos para a dissipação do calor, o calor é retido pelos os asfaltos, calçadas e edifícios, na zona rural essa dissipação é rápida devido a existência de vegetação sobre o solo permitindo evaporação e evapotranpiração da umidade, sendo isso difícil nos centros urbanos.

O efeito estufa é um fenômeno natural, ele mantém a Terra aquecida ao impedir que os raios solares sejam refletidos para o espaço e que o planeta perca seu calor, sem ele a Terra teria temperaturas medias abaixo de 10ºC negativos. O que vem ocorrendo e o aumento do efeito estufa causado pelas intensas atividades humanas, sendo a principal delas a liberação de CO2 (dióxido de carbono) na atmosfera. Ele é um dos gases que naturalmente contribuem para a o efeito estufa normal do planeta, mas que agora com seu aumento na atmosfera pode intensificar esse efeito, levando a um aquecimento maior do planeta.

A esse caso pode se aplicar a destruição da camada de Ozônio, pois com o aumento de emissões de gases poluentes liberados pelos escapes de carros, pelas usinas, entre outros esse problema vem se agravando. As mudanças climáticas estão relacionadas a todos esses outros fatores, e o mundo já esta sofrendo com essa ameaça.

Os grandes cientistas do mundo já chegaram à conclusão que o mundo já esta sofrendo com os efeitos da mudança climática, o tão falado aquecimento global. São inúmeras as noticias de desastres ecológicos relacionados a esse assunto, um exemplo é a chuva em excesso em Santa Catarina que já causou morte desabrigou milhares de pessoas, e ao contraste deste a seca que também esta predominando em outra região do Estado.

Mudar isso é preciso, mais os feitos dessa mudança poderá demorar a sortir efeito, da mesma forma que se vem a séculos com essa devastação e agora que os sinais estão aparecendo, assim também provavelmente os sinais de uma mudança para melhoria desse problemas demorara para aparecer.

Mais mudar é preciso, pois as novas gerações irão sofrer as conseqüências das ações de anos e anos que nós e nossos ancestrais fizemos para que chegasse a tal desequilíbrio ecológico.

E para que essa historia tenha essa pagina virada, mas na certeza de que a relação entre homem e natureza não seja desarmônica, mais sim harmônica , e de forma sustentável, ou seja pode-se usufruir da natureza desde que não seja de forma desordenada, agredindo e provocando um desequilíbrio ecológico.

 

 

 
Avalie este artigo:
(4 de 5)
95 voto(s)
 
Revisado por Editor do Webartigos.com


Leia outros artigos de Meiryzangela Francisco De Souza
Talvez você goste destes artigos também
Sobre este autor(a)
Aprender é saber que em cada detalhe mesmo que seja pequeno há uma grande lição de vida. Cursando o quinto periodo do curso de ciências biológicas do Centro Universitario Luterano de Ji-Paraná.
Membro desde dezembro de 2008
Facebook
Informativo Webartigos.com
Receba novidades do webartigos.com em seu
e-mail. Cadastre-se abaixo:
Nome:
E-mail: