Metas E Objetivos
 
Metas E Objetivos
 

Muito se confunde a respeito destes dois conceitos quando se faz um planejamento estratégico. A diferença entre Meta e Objetivo, no entanto, é bastante clara como será apresentada a seguir.

 

Quem precisa de metas afinal?  Por que ter metas?

 

Poderíamos responder a estas perguntas apenas com uma frase clássica:

 

“Se não sei onde quero chegar, qualquer caminho é um caminho válido”.

 

É isso mesmo. Quando não se tem uma definição clara das metas de um negócio tanto a longo como a curto prazo, de nada adianta fazer-se um planejamento estratégico, por mais completo que seja, pois qualquer caminho é idêntico.

 

Então, a principal razão de se escrever as metas e objetivos do negócio é procurar adequar e orientar o caminho a ser seguido para que a empresa esteja cumprindo sua missão em direção à sua visão.

 

O objetivo é um ponto concreto que se quer atingir, devendo ter parâmetros numéricos e datas a serem alcançadas, de modo geral: Ressalta-se que a meta é uma segmentação do objetivo, em que o aspecto quantitativo tem uma importância maior, ou seja, é mais preciso em valor e em data, pois é mais próximo que o objetivo.

 

Por exemplo, caso o objetivo seja chegar ao peso ideal em um ano (valor e prazo aproximados), uma das metas pode ser perder três quilos até o final do próximo mês (valor e prazos precisos, caminhando para o objetivo).

 

Quando todas as suas metas são alcançadas a missão da empresa está atendida.

 

Enquanto a missão da empresa descreve o que ela é, as suas metas são a forma de conduzi-la em direção à sua visão.

 

A seguir, algumas características ou atributos que podem estar presentes nas metas de algumas instituições:

 

ü       Objetivos econômicos financeiros;

ü       São mensuráveis e específicas;

ü       Estão atreladas à missão e visão da empresa;

ü       Focam resultados;

ü       São desafiantes, porém realistas;

ü       São controláveis;

ü       Tem tempo limitado;

ü       São estratégicas;

ü       Foca no crescimento do negócio.

 

Pode-se definir as metas de uma empresa com frases como “tornar-se líder de mercado” ou “fornecer alternativas de baixo custo”. Exemplos de metas financeiras são: “atingir o ponto de equilíbrio por empresa em agosto de 2010” ou “Obter o retorno sobre determinado investimento  numa empresa em 24 meses”.

 

Metas são resultados abrangentes com os quais a empresa assume um compromisso definitivo. Para atingir suas metas, a empresa deve estar disposta a comprometer os recursos – dinheiro e pessoas,  necessários para alcançar os resultados almejados. As metas definidas para a empresa devem ditar as opções de negócio, orientando o processo decisório em toda a organização.

 

As metas devem criar um elo indissolúvel entre as ações da empresa e sua missão.

 

A simples definição de uma meta genérica para a empresa não é tudo. É preciso que cada meta seja acompanhada de uma série de objetivos; declarações operacionais que especificam exatamente o que deve ser feito para se alcançar à meta.

 

Objetivos são declarações específicas que se relacionam diretamente a uma determinada meta, fornecem detalhes do que deve ser feito e quando. Geralmente são associados a números e datas.

 

Dessa forma, é fácil de se determinar se um objetivo foi alcançado. Não existem objetivos isolados.

 

A seguir, encontram-se algumas diretrizes que podem ser seguidas para a definição de metas:

 

ü       Determine quem participará da definição de metas de sua empresa;

Como as metas são o centro do negócio da sua empresa,  este grupo deve incluir os responsáveis por todas as suas principais  atividades.

ü       Desenvolva um procedimento para monitorar as metas de sua empresa regularmente, revisando e reformulando essas metas à medida que as circunstâncias externas ou internas se modificarem;

ü       Crie metas individuais que esclareçam as atividades de sua empresa sem restringir a flexibilidade e a criatividade;

ü       Certifique-se de que as metas de sua empresa, em conjunto, constituem um projeto eficaz para alcançar suas abrangentes intenções;

ü       As metas declaradas por sua empresa devem ter estreita ligação com a  missão da empresa;

ü       Use as metas para comunicar as intenções a todos, dentro e fora da  empresa.

 

Diretrizes para a definição de objetivos:

 

ü       Determine quem definirá os objetivos de negócio de sua empresa. Os objetivos indicam o que deve ser feito e quando e devem contar com a participação de todos os funcionários;

ü       Desenvolva um sistema para definição, revisão e administração dos objetivos em toda a empresa;

ü       Certifique-se de que os objetivos podem ser alcançados e verificados      incluindo valores e datas quando conveniente;

ü       Crie objetivos de negócios claramente associados às metas mais abrangentes da empresa;

ü       Garanta que os objetivos de sua empresa, em conjunto, propiciem o uso eficiente de recursos – dinheiro e pessoas – em busca de intenções mais abrangentes;

ü       Considere o uso de um método formal, como a administração por objetivos, para envolver todos os funcionários de sua empresa no processo contínuo de definição, revisão e cumprimento dos objetivos da empresa.

 

 

Muitos não planejam para não se sentirem responsáveis pelas metas.

 

 
Revisado por Editor do Webartigos.com


Leia outros artigos de João Placoná
Talvez você goste destes artigos também
Sobre este autor(a)
Presbítero, Professor de Teologia, Palestrante Evangélico, Articulista.

Visite nosso site: www.siteabencoado.com.brSite AbençoadoJoão Placoná

Membro desde janeiro de 2008
Facebook
Informativo Webartigos.com
Receba novidades do webartigos.com em seu
e-mail. Cadastre-se abaixo:
Nome:
E-mail: