EDUCAÇÃO ATENIENSE
 
EDUCAÇÃO ATENIENSE
 


EDUCAÇÃO ATENIENSE

Embora os cidadãos atenienses vivessem sobre um regime democrático a educação ainda era um privilegio dos nobres . A principio todas as crianças do sexo masculino a partir dos sete anos eram iniciadas na educação elementar, passando a educação secundaria ao finalizar este modulo os filhos de famílias pobres saiam para trabalhar e os de família ricas continuavam seus estudos na educação superior.
As crianças do sexo feminino permaneciam no gineceu (lugar da casa reservado para as mulheres).
Na cidade de Esparta, o tratamento reservado às mulheres era um pouco diferente. Elas recebiam uma educação atlética e aprendiam a colocar o amor à cidade acima até mesmo do amor materno. Era-lhes atribuído, basicamente, o papel de mães e filhas dos cidadãos-soldados que governavam a cidade.
A literatura grega quase sempre retratou as mulheres de modo simpático, valorizando sua fidelidade, inocência, honradez, bondade e coragem. Às vezes, apresentou-as de modo extremamente negativo.
A mulher na sociedade grega tinha papel secundário, foi imposta a submissão e obediência. Nas sociedades antigas apenas as mulheres cretenses foram valorizadas. Nas demais foi sempre inferiorizada, não esperava ? se que uma menina ateniense aprende ? se a ler ou escrever, foram colocadas apenas um degrau acima dos escravos. Deviam doar- se a seus maridos e filhos e dedicar ?se totalmente a vontade destes.
As camponesas não precisavam ficarem trancafiadas dentro de casa como as mulheres de famílias nobres mas tinha que trabalhar muito no campo, plantavam, colhiam, cuidavam de animais. Na Grécia antiga, a mulher era sempre considerada inferior ao homem. O grande filósofo Platão dava todos os dias graças aos deuses de ter nascido homem e não mulher, livre e não escravo. A mulher ateniense quase não aparecia em publico e tinha papel de pouca importância na vida social encerrada no gineceu, entre suas escravas, distribuía-lhes a lã para fiar, tecia ela própria as roupas, não se juntava aos homens em suas reuniões, saindo apenas para as festas religiosas. A jovem na família recebe instrução rudimentar, cozinha, borda, cose e canta, casa-se conforme a vontade paterna. A mãe de família é completamente sujeita ao marido; este, antes de morrer, pode escolher-lhe uma segunda esposa, é considerada apenas como a primeira entre as escravas e pode ser, sem formalidade alguma, repudiada pelo marido.
É de grande importância a influencia da educação grega na atualidade pois de tudo o que vemos e temos em termo de educação, esportes e até a política foi vivido na Grécia antiga.
Artes Plásticas: os gregos eram excelentes escultores, pois buscavam retratar o corpo humano em sua perfeição. Músculos, vestimentas, sentimentos e expressões eram retratados pelos escultores gregos. As artes plásticas da Grécia Antiga influenciaram profundamente a arte romana e renascentista.
Filosofia: a cidade de Atenas foi palco de grande desenvolvimento filosófico durante a o Período Clássico da Grécia (século V AC). Os filósofos gregos pensavam e criavam teorias para explicar a complexa existência humana, os comportamentos e sentimentos. Podemos destacar como principais filósofos gregos Platão e Sócrates.
Esportes: foram os gregos que desenvolveram os Jogos Olímpicos. Aconteciam de quatro em quatro anos na cidade grega de Olímpia. Era uma homenagem aos deuses, principalmente a Zeus (deus dos deuses). Atletas de diversas cidades gregas se reuniam para disputarem esportes como, por exemplo, natação, corrida, arremesso de disco entre outros. Os vencedores das Olimpíadas eram recebidos em suas cidades como verdadeiros heróis.
Mitologia: para explicarem as coisas do mundo e transmitirem conhecimentos populares, os gregos criaram vários mitos e lendas. As estórias eram transmitidas oralmente de geração para geração. A mitologia grega era repleta de monstros, heróis, deuses e outras figuras mitológicas. Os mitos mais conhecidos são: Minotauro, Cavalo de Tróia, Medusa e Os Doze trabalhos de Hércules.
Teatro: os gregos eram apaixonados pelo teatro. As peças eram apresentadas em anfiteatros ao ar livre e os atores representavam usando máscaras. As comédias, dramas e sátiras retravam, principalmente, o comportamento e os conflitos do ser humano. Ésquilo e Sófocles foram os dois mais importantes escritores de peças de teatro da Grécia Antiga.
Democracia: a cidade de Atenas é considerada o berço da democracia. Os cidadãos atenienses (homens, nascidos na cidade, adultos e livres) eram aqueles que podiam participar das votações que ocorriam na Ágora (praça pública). Decidiam, de forma direta, os rumos da cidade-estado.
 
Avalie este artigo:
(4 de 5)
53 voto(s)
 
Revisado por Editor do Webartigos.com


Leia outros artigos de Lindomar Cosmo Da Silva
Talvez você goste destes artigos também