RESUMO
 
O proposto trabalho teve o objetivo de conhecer e apresentar os aspectos e causas prováveis do fenômeno geológico conhecido como voçoroca, junto a suas dimensões, assim como também dar ênfase aos problemas acarretados; a voçoroca, dentro da geomorfologia é entendido como um desequilíbrio ambiental que consiste em formação de grandes fendas causados pela água da chuva, com escoamento superficial ou subsuperficiais em áreas escassas de vegetação, o presente em si tem o intuito de introduzir o que é voçoroca com o propósito particular de mostrar um problema que está ocorrendo em SANTO ANTONIO DO IÇÁ-AM, mais precisamente no aeroporto “HUGO RIBEIRO DA COSTA” em uma localidade  afastada da cidade, onde uma enorme foça está consumindo uma área lateral, que se encontra desprotegida de vegetação. E com integração ao contexto da geomorfologia, a pesquisa traz os possíveis condicionantes erosivos que possibilitam a erosão na área delimitada, pondo por entendimento que os estudos geomorfológicos tem caráter esclarecedores havendo prática campal com objetivos definidos, sendo assim o referido artigo teve sua realização principalmente ligada a trabalhos na área afetada, com o acompanhamento do processo erosivo através de pesquisas e trabalhos com (analise de condicionadores, medição de área da bacia, profundidade, distância do local de incidência para pista de pouso), registros de fotos, e tendo embasamento teórico com leitura de artigos, livros e outros que possibilitaram o conhecimento do assunto, assim contribuir com informações que possam ajudar no entendimento do fenômeno. 

1. INTRODUÇÃO

Com a aplicação da geomorfologia em estudos de fenômenos que causam desiquilíbrios ambientais, vem-se cada vez mais tendo resultados positivos na questão de utilização, prevenção e combate a degradação do solo, (GUERRA & MARÇAL, 2012), sendo os estudos geomorfológicos uma ferramenta muito importante para obter-se entendimento sobre a evolução do relevo e da paisagem em determinadas áreas, buscando ter uma visão do modelo atual, observando a formação e deformação, verificando que tipo de vulnerabilidade cada ambiente apresenta, tentando assim inibir transtornos que podem atingir populações localizadas tanto em áreas rurais como urbanas (GUERRA, 2005). O presente artigo tem como propósito particular, apresentar os possíveis condicionantes que desencadearam o processo de voçorocamento na área delimitada para o estudo, destacando os desiquilíbrios deflagrados. Com decorrência a partir de pesquisas campais e revisão bibliográfica reunir os resultados coerentes sobre o estudo da área em questão e com isso somar aos demais conhecimentos sobre a temática degradação de solo.

2. LOCALIZAÇÃO DA ÁREA DE ESTUDO

A área de estudo localiza-se na sede do município de Santo Antônio do Iça, o município possuindo as seguintes Coordenadas geográficas, Latitude: 3° 6′ 8″ Sul, Longitude: 67° 56′ 26″ Oeste; situa-se a margem esquerda do rio Solimões, possuindo altitude de 61m, clima equatorial, distante 880,9 quilômetros de Manaus capital do estado, sua área total abrangendo 12.366 km², com população estimada em 23.378 habitantes. O fenômeno em plenitude de estudo instalou-se no bairro Planalto, dentro da área aeroportuária do município de Santo Antônio do Iça, aeroporto (Hugo Ribeiro da Costa), no tocante de suas dimensões contendo 1km de extensão, sendo um aeroporto de pequeno porte, fazendo limite com terras cultivadas por pequenos agricultores. [...]