Pelo teu caminho encontrará amizades puras, mas que poderão se degenerar com o tempo diante das tuas precariedades humanas, aí você restará sozinho. Pelo teu caminho conhecerá pessoas apaixonadas, mas que irão parar na primeira vitrine com maior brilho e com maior beleza, ainda que o preço a se pagar para entrar na loja seja mais caro. Pelo teu caminho você cruzará com a companhia ideal e perfeita, mas quando a vida cobrar dedicação, abdicação e ela tiver que abrir mão de algo pelo sonho que juntos construirão, aí verá como o amor sem atitude é suscetível e fraco, deixando você à margem da vida e mais uma vez sozinho. Discórdia, indiferença, medo... É a incerteza de projetos pessoais que podem sim e devem ser compartilhados. Pelo teu caminho não queira fazer dessa partilha uma conquista, não! A conquista é um castelo de areia que se desmancha mais fácil do que você imagina. Faça disso, então, um projeto para as conquistas, pois um bom projeto pode sustentar teus sonhos e ideais com bases sólidas. Queira crescer ao lado de alguém, queira que esse alguém cresça como pessoa ao estar perto de você, ou ao passar pela tua vida. Não deixe que ela passe pela tua vida sem que leve alguma marca do teu caráter. Com propósitos firmes e de valores. O crescimento pelo crescimento mata! Pois este é o princípio das células cancerígenas – que provocam o câncer – quando disseminam células cancerosas – que sofrem de câncer. Não seja leviano e não faça do crescimento puro e simples um motivo para querer isso. O que é uma mentira, se contada várias vezes, acabará se tornando uma “verdade”. E o problema é se você mesmo acreditar nessa falsa verdade. Por isso mesmo enalteça teus projetos de vida e pare de depreciar os teus “quereres” (afinal, se quer tanta coisa na vida, não é mesmo?). Siga teu caminho. Ainda que teu coração pulse mais sereno sem tanta euforia, e daí? Grandes euforias levam a decepções e frustrações de proporções iguais ou maiores. Seja forte, tranquilo e sereno! O teu caminho é de renúncia e grande amor da sua parte. Se o desrespeito, a rejeição, a indiferença e o preconceito fazem dos teus propósitos “atitudes sem valor” para os outros, não se auto-exclua do mundo. Vá adiante, siga em frente, lute pelo teu ideal de vida e se acaso alguém ousar e tiver coragem para ir com você, simplesmente, olhe dentro dos olhos, estenda as mãos e deixe o amor iluminar esse caminho. Somente sob a luz do amor teu caminho poderá ser percorrido, sem o gelo do medo e da indiferença e sem o amargo da incompreensão.

 

Com vídeo da música Walk On – U2 – http://youtu.be/wVb0N9IU9RQ