Esteja sempre atento às oportunidades do mercado de trabalho, pois esse é o fator essencial na gestão da própria carreira.

            Isso não é questão de estar satisfeito ou estar insatisfeito com a posição atual que ocupa, mas sim, é questão de querer crescer e se desenvolver profissionalmente.

            Nunca deixe de ter um foco principal para a tua carreira.

            Na gestão da própria carreira você pode buscar a “segurança no trabalho” e fincar raízes na empresa com o passar do tempo. Isso pode te acarretar confiança para desempenhar as mais diversas atividades, porém, mais cobrança e excesso de trabalho. E o pior, remota possibilidade de ascensão profissional.

            Pode ser que você nunca teve chance de mostrar que pode fazer mais, ou você já atingiu o máximo do teu potencial.

            Se não te deram as oportunidades, provavelmente você não soube criá-las ou percebê-las quando apareceram e se vieram faltou algo para aproveitá-las.

            E como você sempre pode aprender novas tarefas, o fundamental em todo processo de gestão da própria carreira é que você precisa procurar sim outras opções, mesmo que arranque as raízes para cair após um vôo raso.

            Se você tiver ambições profissionais mais altas, não deixe de trazer para a própria carreira novas experiências, pois somente cresce quem cria asas e não quem finca raízes.

            Mesmo assim, atualize-se constantemente, mantenha o teu currículo atualizado e esteja sempre atento às oportunidades do mercado de trabalho.