Assim como uma empresa encerra o ano, ”levanta um balanço” da sua situação patrimonial, você também faz. Seja na parte financeira, profissional, acadêmica e principalmente pessoal. 2009 foi um ano bom ou ruim? Mais ganhos do que perdas? Mais alegrias do que frustrações? Conheceu alguém especial? Foi especial para alguém? Fortaleceu sentimentos? Enfraqueceu o coração? Isso é você quem sabe. Cabe a cada um o próprio julgamento, com justiça, sem ser muito severo, mas também sem ser complacente demais. E daí, em 2009, você teve muitas oportunidades? Deu-se oportunidades ou criou para alguém? Ou preferiu resignar-se ao silêncio, a reflexão, às vezes até porque não a solidão? Fazendo um balanço desse ano não dá para imaginar se foi o melhor ou o pior ano da tua da vida não é mesmo, mas certamente foi único. Assim como quando alguém é único na nossa vida: esse alguém é especial demais. A gente trata com atenção redobrada para não errar com aquela pessoa. As chances que se têm de ser alguém melhor, aconteceram nesse ano para você? Não lamente tanto as perdas, valorize mais aquilo que ficou e permaneceu ao teu lado, dentro do teu coração, como uma chama e não uma fogueira (só porque não ouve e não vê, não quer dizer que não exista). Se você conheceu alguém já evoluiu, se essa pessoa se tornou teu amigo, então, você se tornou uma pessoa melhor, mas se perdeu um amigo (e não somente através da morte), perdeu junto com ele a oportunidade de se tornar alguém melhor. E no trabalho? Mudou, recebeu aumento, está desmotivado, quer jogar tudo para o alto? Quem sabe teus planos não comecem por aí... E nos estudos? Mais um ano passou ou é o final que está se aproximando? A contagem é progressiva ou regressiva? Contudo, você passou por 2009 de cabeça erguida, orgulhando quem tem ama e te admira. Mas 2009 acabou! E daí, e os planos para o ano que vem? Muitos, poucos, os mesmos? Não importa. O essencial é que tua alma se movimente e teu coração pulse mais forte e firme do que nunca. Aprenda, erre, acerte, chore, ria, viva! Viva 2010 como viveu em 2009! Com todo sentimento, como algo maravilhoso que explode como um vulcão em erupção. O balanço desse ano fica para você, afinal “o que eu ganho e o que eu perco ninguém precisa saber”. E que venha 2010!