Segue algumas orientações para montar um projeto na escola, consiste em oportunidade de resignificação da ação do professor e o aluno, onde o aluno terá a oportunidade de vivenciar a atividades ricas e diferenciadas. Trata-se de um processo provocativo, investigativo, que permite que o discente uma participação ativa e articula as atividades do professor com o aluno.

Roteiro para construção do projeto: em primeiro momento precisa do tema do projeto; conseqüentemente o título, o próximo passo e conhecer a justificativa e fazer a seguinte pergunta como: Por quê e qual a razão do projeto? Tendo uma resposta; definir os objetivos, ou seja, aonde se deseja chegar?

Nesse próximo passo criar a referencia, ou seja, quem pode ajudar e que autores consultar? Logo em seguida criar a metodologia, sendo essas perguntas quais as estratégias, como? Onde? Com quem?

O cronograma serve para saber quando ou em quanto tempo estará pronto; Já o recursos descreve que materiais foram consultados

A avaliação para saber  como avaliar? e por ultimo a referência que mostrara  que materiais foram consultados.

Tema

É importante que o tema a ser trabalhado no projeto seja discutido, analisado e escolhido por todo o grupo, sendo selecionado através do planejamento participativo. Deve ser relevante, significativo e traduzir as necessidades da escola ou do grupo. Precisa buscar a coerência entre as idéias  apresentadas por cada membro, ou seja, todos devem ser ouvidos, respeitando-se a opinião de cada um.

Titulo

O titulo deve representar as idéias expressas no projeto, expressando o tema de forma sugestiva, intrigante, desafiadora e despertando a atenção, no sentindo de levar os participantes a se envolverem no projeto. Precisa traduzir o sentindo, abrangência ou natureza do projeto, de forma objetiva e sintética.

Justificativa

 

Necessita expressar-se o “ Por quê e Qual razão” da realização do projeto. Deve apresentar a relevância da teoria, tanto educacional como social, do tema a ser trabalhado. Precisa conter as informações sobre as causas que geraram o estudo e a intervenção, alem da contribuição que o projeto pretende trazer à escola, alunos e comunidade em geral.

Objetivos

 

Define os resultados, a direção e o ponto de chegada do que se pretende alcançar com a realização do projeto. Direciona as ações a serem realizadas e a avaliação, expressando os fins desejados. São expressos como resultados alcançáveis num determinado tempo limitado, estabelecendo um compromisso de trabalho. Devem ser definidos conforme sua abrangência, apresentado-se em dois níveis: gerais e específicos.

O objetivo geral necessita expressar de forma clara o foco principal e unitário a que se destina o projeto. Sua abrangência e maior, necessitando de mais tempo para sua realização. E expresso através de verbos e ações mais abrangentes.

Os objetivos específicos são desdobramentos do objetivo geral, em conformidade com a interpretação que se faz das possibilidades, a luz da problemática. Enforcam uma parte ou área do projeto, sendo alcançado em menor tempo, de forma que o grupo de objetivos específicos proporcione o alcance do objetivo geral. São expressos através de verbos e ações mais especificas.

Referencial teórico

 

É  a produção realizada a partir da revisão bibliográfica especifica referente ao tema trabalhado. O estudo bibliográfico e de suma importância, já que proporciona a sustentação do estudo. Deve ser pautado e autores consagrado, fazendo-se um recorte das produções voltadas ao tema. É passo inicial para a produção de um bom estudo.

Metodologia

 

É a explicação do plano de ação, ou seja, do caminho a ser percorrido por todos os envolvidos, para o alcance dos a objetivos. Deve conter a descrição de todas as etapas e ações a serem realizadas no desenvolvimento do projeto.

Cronograma

 

É o detalhamento das etapas e prazos. Deve conter as datas limites as quais cada etapa do projeto será realizadas. Assegura o cumprimento dos prazos e a realização do projeto no tempo previsto, possibilitando a implantação e readequação dos prazos, conforme as necessidades surgidas no decorrer da execução do projeto,. Possibilita a visão do geral do período de realização do projeto.

Recursos

 

É apresentação dos recursos materiais necessário ao desenvolvimento do projeto, bem como a planilha de sustos, se houver. Necessita prever s custos e quantificação de todos materiais utilizados em cada etapa do projeto.

Avaliação

 

 

Deve expressar as formas e os instrumentos utilizados na avaliação do projeto como um todo um todo e de cada etapa. Necessita ser continua e constante, possibilitando a verificação do alcance dos objetivos propostos, o acompanhamento das ações desenvolvidas e a realimentação do projeto.

Os instrumentos de avaliação selecionadas e utilizados necessitam estar em conformidade com os objetivos e as estratégias propostos para o desenvolvimento do projeto, sendo indicado o uso de relatórios e registros de observação. Quando o projeto envolve a avaliação de aprendizagem de alunos é recomendado, alem destes, a utilização de portfólio, auto avaliação, produções individuais e grupais, entre outros.

Referencias

 

Deve arrolar as referências utilizadas na realização do projeto, sendo necessário citar s fontes de citação e pesquisa

                                Edilaine Vagula e Marlizete Cristina Bonafini Steinle

 

As autoras demonstram uma síntese bem resumida de como fazer passo a passo o projeto escolar, boa sorte!

 

Referência

Edilaine Vagula e Marlizete Cristina Bonafini Steinle

ADRIANA PERES DE BARROS, graduada em Pedagogia: Professora na Rede Municipal de Ensino Público na cidade de Rondonópolis.

GEAN KARLA DIAS PIMENTEL- Professora na Rede Municipal de Ensino Público na cidade de Rondonópolis.

GRACIELE CASTRO SILVA- Graduada em Administração: Professora na Rede Municipal de Ensino Público na cidade de Rondonópolis.

JANE GOMES CASTRO, Graduada em Ciências Biológicas; Professora na Rede Municipal de Ensino Público na cidade de Rondonópolis.

RENATA RODRIGUES DE ARRUDA; Professora na Rede Municipal de Ensino Público na cidade de Rondonópolis.