No início da década de 1920 nos Estados Unidos, cinco dos maiores studios de filmes - Paramount Pictures, Twentieth Century Fox, MGM, RKO e Warner Brothers juntaram-se para ter o controle da produção, distribuição e exibição dos filmes que são produzidos fora de Hollywood e esse era o conceito de como funcionava os filmes independentes. De modo que os filmes independentes eram filmes produzidos fora dos studios de Hollywood, mas eram controlados pelos cinco maiores produtores.

Os filmes independentes cresceram bastante desde o seu começo. Hoje, eles são geralmente considerados como filmes americanos cujo financiamento e distribuição são controlados pelos grandes studios e suas subsidiárias. A grande parte dos filmes independentes concentra-se em New York City. Há alguns studios que são subsidiários de studios maiores - por exemplo, Sony Pictures Classics foi projetado para desenvolver filmes com menos finalidades puramente comerciais, e filmes com mais conteúdo, sendo propriedade da Sony Pictures. Igualmente a Fox Searchlight é uma subsidiária da 20th Century Fox. Além desses studios independentes e com perfil mais elevado, outras companhias de produções menores estão produzindo filmes independentes todos os anos.

Estas companhias menores tentam liberar seus filmes regionalmente para os cinemas ou para conseguir financiamento adicional e recursos para distribuir, anunciar e exibir seu projeto em escala nacional. Entretanto, devido à tecnologia avançada, equipamentos digitais de filme de alta qualidade a nível do consumidor, produtores de filmes independentes já não dependem dos grandes studios para fornecê-los as ferramentas que precisam para produzir um filme. Mesmo com a ajuda de edição não linear e outros softwares disponíveis a produção final foi também simplificada.

Um obstáculo principal dos produtores de filmes independentes é o anúncio de seus filmes. Há a opção dos comerciais de jornais ou outros suportes de mídia impressa, mas devido ao orçamento limitado, o produtor tem que realmente ver quais são as vantagens e as desvantagens do seu investimento para promover o seu filme. Por exemplo, em vez de grandes investimentos em jornais, pequenos comerciais que chamam a atenção podem ser publicados em intervalos regulares de tempo para chamar a atenção dos leitores. Este método seria menos dispendioso e a finalidade de popularizar o seu filme seria também cumprida. Naturalmente que a internet surgiu como sendo de grande ajuda para resolver este problema.

Hoje a internet fez o mundo muito menor. De modo que as grandes firmas de produção com a FOX e O DREAMWORKS realizaram o potencial de mercado de banda larga. Começaram o investimento em vídeo de banda larga que hospeda os filmes independentes na internet como que permitindo que seus filmes em páginas da web alcancem uma audiência maior e a nível mundial.

Os filmes independentes atualmente não se restringem a seu tempo normal de 90 minutos. Os filmes bem menores estão sendo feitos de acordo com a escolha e a demanda da audiência em todo o mundo. Especialmente os filmes que são hospedados na internet têm uma duração curta de aproximadamente 15-20 minutos e estão cada vez mais populares. Vários sites que hospedam filmes tornaram-se populares apresentando estes filmes independentes. Um nome proeminente é o YouTube.com.

De modo que em um resumo, os filmes independentes cresceram bastante desde a época da sua criação e conseguiram sobreviver adaptando-se às mudanças do tempo e da tecnologia. Hoje os filmes independentes têm uma grande audiência para assisti-los e isso prova a sua popularidade.

Este artigo também pode ser acessado a partir da página http://www.polomercantil.com.br/dvd.php

Roberto Sedycias trabalha como consultor de informática para  http://www.polomercantil.com.br