Não sou eu quem está te dizendo, é o Universo. Através dos sinais que chegam na tua vida por meio do cotidiano que parou de banalizar tua essência e está se concentrando na tua beleza por completo. Mulher fascinante e inspiradora. Mulher cativante e sedutora. Mulher com conteúdo, que anda na moda com seu estilo próprio. Não sou eu quem está te dizendo, é o Universo. Ouve isso. Abre teu coração e deixa essa música tocar tua alma. Deixa cada verso dessa poesia tornar tuas questões em alegria (veja, nem falamos mais em angústias ou traumas). Você é evolução pura. Olha sendo afável e com doçura. O teu caminhar é mais firme e seguro, a tua conversa é mais clara e ainda mais interessante. Tua expressão vocal e corporal são movimentos sincronizados que fizeram o Universo entender que você faz parte dessas “Luzes” (você é fagulha Divina) que chegam até as pessoas para modificar elas para melhor. Você cativa e cultiva sementes de afeto, amor e carinho. E da tua presença, depois, não sobra nada em ausência, porque você é capaz de preencher lacunas com boas conversas, risadas sinceras e abraços acolhedores. Especial? Claro que sim. Mais: você é sempre mais, porque sempre extrai mais daquilo que os outros necessitam. Não sou eu quem está reconhecendo teus atributos femininos de corpo, alma e coração... É o Universo quem está te respondendo com a soma de todos os sentimentos bons que você, mesmo sem perceber, têm plantado em alguns muitos terrenos energéticos por aí. E eu que já nem sei mais dizer quem sou eu sem antes me lembrar de como você é Amor e Carinho na minha vida.