E para quem não acreditava: a 14º fase da operação Lava Jato, Erga Omnes, veio para dizer “a lei é para todos”, e os números confirmam.

            Lembro-me que quando a operação Lava Jato começou a ganhar destaque, muitas pessoas duvidaram, muitas acharam que não ia dar em nada. Afinal, nós brasileiros nascemos e crescemos, meio que achando a corrupção normal. Os brasileiros já levam a fama de tirar vantagem de tudo e, é por aí mesmo. A corrupção começa no dia a dia das “pessoas normais”, quando acham certo “furar” uma fila, sentar no ônibus em uma vaga preferencial, ou pagar para ser liberado em uma blitz, por exemplo. Então me vem uma dúvida: e isso não é corrupção?

            Acredito que existe uma cultura que acredita que corrupção é apenas a cometida pelos políticos, mas na verdade a corrupção começa nos pequenos “delitos” do dia a dia, no cotidiano das pessoas que acham que tirar proveito de tudo é normal, mas mesmo a dinâmica da pequena e da grande corrupção serem diferenciadas e não acontecerem na mesma proporção, existe a cultura da vantagem e, é assim que tudo começa.

            Segundo o dicionário Aurélio (2016), a palavra corrupção significa: depravação, suborno, alteração, sedução.

            De acordo com a pesquisa da Transparência internacional (2017), “Ao tentar medir a "pequena corrupção", que incluiu situações como as citadas acima, a Transparência Internacional contabilizou que apenas 11% dos brasileiros declararam ter pago propina nos 12 últimos meses antes da pesquisa para ter acesso a serviços públicos”.

            Enfim, se propagou também a sensação de impunidade, mas nos dias atuais os criminosos devem estar pensando se o crime realmente vale a pena. Até os mais confiantes e com sede de justiça duvidaram que veríamos empresários, políticos, poderosos, ricos, na cadeia, mas esse dia chegou e não só os negros, pobres, as prostitutas, os homossexuais, vão para cadeia. A Lei, enfim é para todos, como se refere a décima quarta fase da operação Lava a Jato.

            A Lava Jato continua, mesmo diante de tantas tentativas para barra-la, por nomes tão conhecidos da política brasileira, os “figurões” que corrompiam e sempre se “safavam”. Pois é, agora a realidade mudou. A Lava Jato continua sendo um marco não só para o Brasil, mas para o mundo. Afinal, a Lava Jato começou investigando doleiros do Paraná e hoje a força tarefa da Lava Jato chegou a 42 outros países.

            Tendo base o Ministério Público Federal (2018), vemos que os números divulgados mostram a dimensão da operação Lava Jato e nos mostra de forma nítida que os números falam por si só. A seguir, os dados:

  • 1.765 Procedimentos instaurados;
  • 953 Mandados de buscas e apreensões;
  • 227 Mandados de condução coercitivas;
  • 103 Mandados de prisões preventivas;
  • 118 Mandados de prisões temporárias;
  • 6 Prisões em flagrante.
  • 395 Pedidos de cooperação internacional, sendo 215 pedidos ativos para 42 países e 180 pedidos passivos com 31 países.
  • 163 Acordos de colaboração premiada firmados com pessoas fisicas.
  • 11 Acordos de leniência       
  • 1 Termo de ajustamento de conduta
  • 73 Acusações criminais contra 305 pessoas, sendo que em 45 tiveram sentença pelos seguintes crimes:
  • Crimes contra o sistema financeiro internacional;
  • Trafico transnacional de droga;
  • Formação de organização criminosa;
  • Lavagem de ativos, entre outros.
  • Até o momento são 188 condenações contra 123 pessoas, contabilizando 1.861 anos e 20 dias de pena.
  • 8 Acusações de improbidade administrativa contra 50 pessoas físicas, 16 empresas e 1 partido político pedindo o pagamento de R$ 14,5 bilhões.
  • Valor total do ressarcimento pedido (incluindo multas): R$ 38,1 bilhões.
  • Os crimes já denunciados envolvem pagamento de propina de cerca de R$ 6,4 bilhões, 11,5 bilhões são alvo de recuperação por acordos de colaboração, sendo R$ 756,9 milhões objeto de repatriação, 3,2 bilhões em bens dos réus já bloqueados.

            Portanto, a Lava Jato vem desarticulando os esquemas de corrupção no Brasil, mas os cidadãos também precisam fazer a sua parte e eliminar “a pequena corrupção” do dia a dia. Dando o exemplo podemos cobrar a honestidade dos governantes. Eliminando a corrupção, o nosso país terá uma maior qualidade de vida para todos.

Referências:          

Disponível em: . Acesso em: 15 Abr. 2018

Disponível em: <http://www.mpf.mp.br/para-o-cidadao/caso-lava-jato/atuacao-na-1a-instancia/atuacao-na-1a-instancia/parana/resultado>. Acesso em: 13 Abr. 2018

Disponível em: http://www.bbc.com/portuguese/brasil-41559916. Acesso em: 15 Abr. 2018

Revisado por Editor do Webartigos.com