Patricia Cristina Del Mouro Garcia

Graduada em pedagogia — FAEL

Pós-graduada em psicopedagogia- FAEL


INTRODUÇÃO

Devido a grandes impactos que nosso planeta vem sofrendo, a reciclagem tem se tornado um tema muito discutido no decorrer dos dias letivos nas unidades escolares, desta forma, a educação ambiental precisa ser incentivada desde a educação Infantil.

Com o intuito em colaborar com a preservação do meio ambiente, será desenvolvido um projeto no berçário I, turma onde fiz minha atribuição, nesta faixa etária, pode-se dizer que o exemplo é mais poderoso do que palavras, neste sentido é de grande valia que a família também esteja comprometida.

Palavras chave: reciclar, reutilizar, comprometimento, educação, meio ambiente. 

OBJETIVO GERAL

O referido documento objetiva-se orientar os responsáveis, sobre a forma mais adequada de desenvolver hábitos de cuidados com o meio ambiente, desde a construção da rotina diária, no berçário, reciclando e reutilizando objetos do dia a dia que seriam descartados.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS

O CONAMA, o programa de coleta seletiva enfatiza a importância dos 3 R's, sendo eles: Reduzir, Reutilizar e Reciclar.

Reduzir: é necessária a revisão de valores e de consumo a fim de se evitar produzir resíduos em excesso.

Reutilizar: é necessárias a valorização e utilização de bens de consumo duráveis e retornáveis que permaneçam no sistema por mais tempo.

Reciclar: último recurso a ser adotado com os materiais que não possuem mais qualidade ou capacidade de utilização. É um encaminhamento que requer custos de coleta, adequação e tecnologias apropriadas de reciclagem para haver o retorno do material no sistema.

Para isso, é necessário estabelecer com as famílias uma relação de parceria na busca de rotinas e hábitos saudáveis, mostrando a importância do incentivo em casa e estabelecendo um vínculo de conhecimento do que está sendo trabalhado na escola, ou seja, reconhecer a necessidade e importância da reciclagem. 

JUSTIFICATIVA

A implantação do projeto no berçario I, justifica-se como forma de contribuição ao cuidado com o meio ambiente, através da conscientização e da necessidade, por parte de todos nós, em estabelecer hábitos, rotinas e posturas adequadas que além de contribuírem para o cuidado do meio ambiente, estimular de forma significativa o desenvolvimento da criança.

FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA

O símbolo da reciclagem é formado por três setas, com referência a um ciclo: a primeira seta representa a indústria, que fabrica um produto; a segunda faz menção ao consumidor, que consome este produto; a terceira seta representa o retorno do produto ao ciclo produtivo, revalorizado por meio da reciclagem.

Será que estamos fazendo certo? Afinal, compramos, usamos e descartamos continuamente. Precisamos ter responsabilidade sobre os produtos que adquirimos e principalmente sobre o destino que damos a eles.

Solares (2001, p.57) inclui na sua concepção além de reduzir, reutilizar e reciclar, o termo “repensar”. Esse significa por sua vez para que possa ocorrer uma mudança de hábitos e atitudes com relação ao lixo, é necessário, em primeiro lugar, repensar nossas atitudes diárias, reavaliando hábitos de consumo e de descarte, para que se possam adotar comportamentos ambientais corretos, tais como a redução do consumo e a eliminação do desperdício, a reutilização dos materiais e a reciclagem.

Pensando em reciclar, podemos destacar Souza de Vargas 2002 “O brinquedo é peça fundamental no quebra-cabeça do desenvolvimento infantil, sendo muito difícil excluí-lo deste processo. Em situações de brincadeira, a criança constrói a consciência de realidade, possibilitando um maior entendimento das relações e fatos sociais reais.” E, porque não confeccionarmos os brinquedos a partir de sucatas?

 “Quando partilhamos com a criança a reinvenção de um brinquedo, estamos também levando-a descobrir o encanto nas coisas simples e recicláveis. Isso é muito mais que uma nova forma de brincar: a criação de brinquedos com sucata é uma proposta de mudança na forma de ver as coisas, é um convite para uma pequena aventura. Aventura que expõe as potencialidades da criança, afeta suas emoções, põe à prova suas aptidões e testa seus limites. O ato de criar brinquedos com materiais recicláveis de diferentes naturezas permite à criança descobrir as diferentes propriedades e características do lixo. E aqui o erro é parte importante do processo de descoberta. O brinquedo, em especial é concebido como suporte da brincadeira o objeto torna-se brinquedo quando assume uma função lúdica, ou seja, quando a criança reveste esse objeto de um significado que é sempre social, podendo agregar arte, educação, cultura e cidadania.” 

METODOLOGIA

O projeto reciclagem será executado no decorrer do presente ano entre os meses de agosto a novembro. Apresenta como público-alvo os responsáveis e os alunos do berçário I. Para colocar-se em prática, faz-se necessário a efetivação de um cronograma de tarefas a serem planejadas e executadas.

Serão confeccionadas baterias com as latas de leite e baquetes com palitos e medidores. Garrafinhas sensoriais com embalagens de shampoo e garrafa, papa bolinhas com garrafa de 5 litros e chocalhos com arame e tampinhas de garrafa.

 

RECURSOS

Com a ajuda dos pais, conseguimos latas de leite, medidores, palitos, garrafas PET, embalagens de shampoo e tampinhas.

Também serão usados cola, jornal e papel alumínio (bolinhas), arame.

 

CONCLUSÃO

Preservar a natureza e reciclar, são atividades que precisam ser ensinadas com lições e exemplos desde os primeiros anos da vida de uma criança, sem dúvida a forma mais eficaz de qualquer aprendizado, pois quando se cria desde cedo a consciência ecológica fica ainda mais fácil levar esses ensinamentos para a vida adulta, dessa forma, teremos uma geração mais inteligente e preocupada em preservar os nossos recursos naturais e o meio ambiente.

Outra boa ideia é incentivar as crianças a construírem seus próprios brinquedos a partir de sucata. Além de fazer o bem para o meio ambiente, esse tipo de brincadeira ajuda a despertar a criatividade infantil, no caso do berçário, os pais serão conscientizados e professora e pais confeccionarão os brinquedos, esses brinquedos serão confeccionados com itens descartados no dia a dia em sala de aula ou em casa, como embalagens de shampoo, latas de leite, garrafas PET, entre outros. Espera-se total envolvimento dos pais, pois eles são o espelho dos filhos.

 

CRONOGRAMA DE ATIVIDADES

Apresentação do projeto aos responsáveis.

Dialogo com os responsáveis.

Reutilizar embalagens.

Construir brinquedos.

 

REFERÊNCIAS

Quais os símbolos da reciclagem, cores e significados - Como Descartar

ZANETI, Izabel. Reciclar: aprender para preservar e transformar. Porto Alegre: UFRS, 1995

SOUZA, DE VARGAS INGOBERT; Programa Sócio Educativo: “Oficina de Contação de História e Construção de brinquedos de Brinquedos Usando Sucata.

(SOUZA DE VARGAS, 2002; GILLES BIROUGÉRE, 1994)

RECICLAR, RECRIAR E TRANSFORMAR PARA PODER BRINCAR NA EDUCAÇÃO (pedagogiaaopedaletra.com)

Como trabalhar a reciclagem na educação infantil? Veja dicas para abordar o assunto (uol.com.br)