Usando música na sala de aula
 
Usando música na sala de aula
 


UTILIZANDO MUSICAS NA SALA DE AULA*

Malgorzata Jedynak

*Tradução: Agnaldo Pedro Santos Filho

Tradução do artigo Using Musica in the Classroom, publicado pela revista Forum English Teaching. Publicada pelo Departamento de Estado para Professores de Inglês do governo Americano.

A música é a manifestação de uma cultura e da necessidade humana de comunicar-se. Assim, a música está intrinsecamente associada a linguagem, utilizar a música no ensino de língua estrangeira é uma boa maneira de promover a conversação.

A música tem sido utilizada nas aulas de diferentes maneiras e razões, particularmente no método Sugestopedia (Lozanov 1978) no qual através da música, cria-se um ambiente relaxante de aprendizagem para os estudantes. A música a criação de imagem, mesmo nos estudantes que afirmam não ter nenhuma imaginação. A música promove a conversação porque os ouvintes podem interpretar a mesma música de formas diferentes.A música leva as pessoas a agir espontaneamente, não apenas na pista de dança mas também em sala de aula.

Este artigo descreve algumas atividades para aulas de línguas utilizando música. Todas estas atividades foram introduzidas em dois grupo de idades diferentes em uma escola local de idiomas na Polônia.

Que tipo de música?

Muitos professores gostariam de saber se deveriam tocar pop, rock ou música clássica. Acredita-se que a maior parte dos jovens preferiria as primeiras opções e rejeitariam a última. Mas qualquer música que provoque a criação de imagens ou associações pode ser usada. Os professores devem aceitar respostas negativas dos alunos a qualquer música, pois elas são importantes para o aprendizado da mesma forma que as positivas.Assim, um estudante pode aprender a dizer "Esta música é triste e terrível". Jazz e música clássica são boas escolhas, pois elas não têm letras ou palavras, diferentemente das músicas de rock ou pop. As palavras podem na verdade distrair os estudantes e limitar suas respostas e imagens de interpretação.

Antes de começar

Antes de começar qualquer atividade com música, os professores devem estar preparados. Eles precisam selecionar uma musica adequada a atividade, particularmente uma música que os estudantes possam associar com alguma cultura. Os professores podem precisar ouvir a muitas seleções antes de encontrar a melhor para uma atividade.

Os professores devem escolher pequenas partes e trechos ao invés de trechos grandes. Dessa forma eles terão diversos tipos de música em uma gravação que podem ser usadas em atividades diferentes. Conhecer mais sobre a história de uma música e seu compositor ajudará os professores a prepararem os estudantes para ouvi-la. (Cranmer and Laroy 1992).

Os professores não devem dizer aos alunos o título de um trecho de uma música em particular antes deles a ouvirem. Permitir cada estudante a visualizar a música sem a interpretação de outras pessoas amplia a imaginação dos estudantes.

È essencial ter um gravador de boa qualidade, se disponível. Se as atividades necessitarem de fotografias ou reproduções de pinturas, os professores devem disponibilizar estes recursos.

Lembre-se:

1. Professores precisam encorajar os estudantes a participarem na aula.

2. Música traz talentos inesperados, então, os professores devem dar aos estudantes mais tímidos, que são mais sensíveis e sentem a música mais profundamente, a oportunidade de expressar suas idéias.

3. Como a música pode deixar os alunos mais relaxados, eles podem ficar inquietos e conversarem uns com os outros.

Ao tocar uma música, os professores devem permanecer quietos para não distrair os alunos, eles precisarão de momentos de silêncio depois de ouvi-la, especialmente se estiverem fazendo comentários sobre a música. As respostas de todos os estudantes devem ser tratadas da mesma forma.

Não é aconselhável a correção de estudantes no nível elementar. Suas respostas a música tendem a ser espontânea, desestruturada e freqüentemente na língua materna. A correção dos professores pode inibir sua participação. Contudo, ao lidar com estudantes no nível intermediário, gramática e precisão são mais importantes.

Os professores podem também utilizar a mesma música com estudantes cegos e parcialmente surdos. Estudantes que nasceram cegos não visualizam facilmente mas podem sentir o ritmo, então escolha atividades para eles que não exijam visualização. Estudantes parcialmente surdos podem apreciar a música tanto quanto estudantes não-surdos. (Cranmer and Laroy 1992).

Atividades

A maior parte das atividades levam entre dez e trinta minutos. Algumas podem ser utilizadas como warm-up. Estas atividades facilitam a introdução de um novo assunto, mas devem ser complementadas com atividades que são geralmente usadas nas aulas. Você deverá escolher a atividade apropriada de acordo com o perfil da turma.

Criando uma atmosfera

Música de fiundo pode ser utilizada nos níveis elementar, intermediario e avancado para os seguintes objetivos: criar uma atmosfera relaxante na sala; ajudar os estudantes a se concentrar ao ler um texto; marcar uma breve pausa antes de mudar para outra atividade ou para quebrar o silêncio no início de uma atividade oral em duplas ou grupos. Parar a música e uma boa maneira de terminar uma atividade oral.

Quando os professores utilizam música de fundo, eles precisam observar se não está muito alta ou direcionada a apenas uma parte da sala. Cantar tende a distrair, portanto os professores podem utilizar música instrumental, sons naturais, como de pássaros, ou sons de efeito como estalos.

Expressando sentimentos

Para ajudar os estudantes a criar imagens e expressar sentimentos os professores devem seguir os seguintes passos: primeiro, tocar a música e pará-la bruscamente. Depois encorajar os alunos a dizerem o que sentiram ao escutá-la. Uma boa maneira de fazer isso é perguntá-los que cores ou objetos eles associam com a música. Meus alunos têm respostas bastante criativas. Um disse, "eu me sinto como um pássaro solitário, pois a música é muito triste". Outro expressa seus sentimentos dizendo "Esta música é azul porque me lembra o mar e as ondas". Pergunte também aos estudantes o que a música faz eles sentirem vontade de fazer. As crianças podem batucar o ritmo ou se mover com a música. No nível intermediário a música pode promover discussões sobre as experiências dos alunos. Para esta atividade eu sugiro Mozart "Lullaby".

Criando uma história

Diga aos estudantes para não abrirem os olhos até ouvirem a seleção musical inteira. Enquanto a música está tocando, calmamente faça perguntas como "Onde está? Quem está lá?" Escreva algumas palavras-chave relacionadas a música antes de ouvi-la. Por exemplo, quando os alunos ouvem a música de Tchaikovsky, sugere um feiticeiro, neve, um jardim mágico, uma princesa e vai direcionando-os ao mundo dos contos de fadas. Após ouvir a música, convide-os a dividir sua interpretação com classe.

Utilizando imagens com música

Slides, fotografias, fotos de revistas e reproduces deretratos pintados são recursos úteis. Primeiro mostre alguns retratos aos alunos. Depois, peça para que escrevam as diferenças de três retratos: físico, idade, roupas, expressão posição social. Após ouvirem a três musicas, os alunos decidem que retrato combina com cada música e por que. Por exemplo, eu escolhi "Lullaby" de Mozart para a figura de um bebê, Noturno de Chopin para o retrato de um digno senhor, e Tchaikovsky para o retrato de uma bailarina.

Eu também mostro aos alunos o retrato de um compositor, como Edward Elgar, que escreveu Enigma Variations, uma série personagens de esquetes com características de seus amigos e dele mesmo (Cranmer and Laroy 1992). Depois de tocar a música, eu pergunto aos alunos em grupos para adivinhar que tipo de pessoa (profissão, característica, estado civil) ele estava descrevendo em cada quadro. Então os grupos dividem sua opinião com a turma. Finalmente, falo a eles sobre o compositor. Esta atividade é uma excelente maneira de estimular a imaginação dos alunos e permiti-los a aprender sobre bons compositores.

Tempo na música

Escreva a palavra tempo no meio do quadro e cinco linhas saindo dela. Peça aos alunos para escreverem mais palavras relacionadas a ela. Depois, toque a música selecionada e peça-os para imaginar o tipo de tempomusicalmente descrito na peça. Divida a sala em grupos e discuta sena e o tempo que eles visualizaram. Eu uso gravações com os sons da natureza ou qualquer outra música selecionada para meditação.

Conclusão

Meus colegas da universidade e eu ficamos maravilhados com a reação de nossos alunos depois de ouvirem a musica. Nada traz mais diversão para nós que conseguir que estudantes tímidos e apáticos participem das atividades de música. Utilizar música traz para os estudantes oportunidades de se tornarem criadores ativos de seu próprio processo de aprendizagem (Blair 1982). Ninguém precisa ser um músico para apreciar música mais profundamente e melhoras as habilidades orais ao mesmo tempo.

Referências

Blair, R. W. 1982. Innovative approaches to language teaching. Rowley, MA: Newbury House.

Cranmer, D., and C. Laroy. 1992. Musical openings. Harlow, Essex: Longman.

Lozanov, G. 1978. Outlines of suggestology and suggestopedy. London: Gordon and Breach.

Malgorzata Jedynak é professor assistente na escola em Lektor language school, emWroclaw, Polônia.

Poblicado na English Teaching FORUM - 2000 - Volume 38, Number 4.

 
Avalie este artigo:
 
Revisado por Editor do Webartigos.com


Talvez você goste destes artigos também
Sobre este autor(a)
Professor de língua inglesa das redes pública e privada do Estado da Bahia.
Membro desde janeiro de 2010
Facebook
Informativo Webartigos.com
Receba novidades do webartigos.com em seu
e-mail. Cadastre-se abaixo:
Nome:
E-mail: