SER GENTILEZA

Ser gentileza
É olhar para o próximo e sempre ajudar
Buscar ser amigo sem discriminar
Ter sempre um sorriso a oferecer.

Ser gentileza
É aceitar os outros do jeito que são
Aprender amar sem ter restrição
Não julgar o irmão sem o conhecer.

Ser gentileza
É saber perdoar ao ser magoado
É pedir perdão se estiver errado
Plantar a bondade dentro do coração.

Ser gentileza
É não dar lugar para a arrogância
Afastar de vez a ignorância
E fazer da vida uma bela canção.

Ser gentileza
É dar obrigado quando for necessário
É ter humildade e ser solidário
Não cansa a boca de quem faz ou diz.

Ser gentileza
É não ver o próximo com indiferença
Não ter preconceito, de raça ou crença
O preço é ter uma vida feliz.

Ser gentileza
É pedir licença e nunca ordenar
Não é ser grosseiro e com o outro e gritar
É saber respeitar o irmão.

Ser gentileza
É saber se expressar ao falar com alguém
É sempre ajudar sem olhar a quem
Isso são gestos de bom cidadão.

Ser gentileza
É ser amável em qualquer circunstância
Tratar com igualdade idoso ou criança
Pois todos merecem consideração.

Ser gentileza
É dizer sempre não para a violência
Nunca estimular a inconseqüência
Daqueles que tenham pouca educação.


Ser gentileza
É não dá lugar para a intransigência
É cumprimentar sempre com freqüência
Bom dia, boa tarde, nunca é demais.

Ser gentileza
É ser educado acima de tudo
Pois a educação modifica o mundo
E nos faz viver num mundo de paz.

Ser gentileza
É nunca esquecer de ter gentileza
É sempre viver com a grande certeza
Que grande fraqueza é não ser gentil.

Ser gentileza
É sempre lembrar com muita alegria
Daquele que já foi humilde um dia
Que ao povo amou e com ele sorriu.

Maria Aparecida de Sousa Cardoso
São João do Rio do Peixe, 21 de agosto de 2011
Revisado por Editor do Webartigos.com