Responsabilidade social nas empresas
 
Responsabilidade social nas empresas
 


Cada vez mais há o aumento da competição nos mercados de consumo e a busca constante da maximização de lucros pelas empresas, atualmente se produz e se consome muito. As empresas de olho nisso estão procurando formas de agregar valor aos seus produtos ou serviços, criando diferenciais competitivos e assim atingindo maiores fatias de mercado.

Além dos valores como, qualidade, segurança, comodidade que rapidamente são reconhecidos pelos consumidores, agora as empresas também estão associando os valores éticos aos seus produtos e serviços. A responsabilidade social é o valor ético que mais vem sendo associado às marcas. Mas será que as empresas a utilizam da forma adequada? Pois não adianta as empresas pagarem propinas a fiscais do governo, por exemplo, e ao mesmo tempo realizar programas de responsabilidade social, é preciso que haja coerência e harmonia entre seu discurso e suas reais ações.

A responsabilidade social tem base na cadeia de negócios da empresa e engloba preocupações com um público maior (acionistas, prestadores de serviços, funcionários, fornecedores, consumidores, comunidade, governo e meio ambiente), cuja demanda e necessidade a mesma deve buscar entender e incorporar em seus negócios.

Os programas de responsabilidade social geram valor a marca da empresa, muitos consumidores não se importam em pagar um pouco mais por um produto desde que saibam que houve uma preocupação por parte daquela marca em de alguma forma contribuir, seja para comunidade, para o meio ambiente ou por uma causa que o consumidor julgue justa. O emprego de ferramentas de marketing apropriadas pode criar um diferencial competitivo em relação aos concorrentes, principalmente tornando os consumidores mais fiéis a determinadas marcas.

A prática da responsabilidade social precisa estar inserida na cultura da organização, os funcionários precisam ter acesso e sentirem-se parte integrante do processo para que realmente a cultura seja difundida.

Alguns passos a serem seguidos por empresas socialmente responsáveis:

  1. Adotar valores e trabalhar com transparência;
  2. Valorizar empregados e colaboradores;
  3. Fazer sempre mais pelo meio ambiente;
  4. Envolver parceiros e fornecedores;
  5. Proteger clientes e consumidores;
  6. Promover a comunidade;
  7. Comprometer-se com o bem comum.

Para finalizar, a responsabilidade social não deve ser encarada pelas empresas, apenas como obrigatoriedade legal ou um simples marketing social, mas sim como um comprometimento permanente em adotar comportamentos éticos que contribuam para desenvolver a sociedade como um todo.

 

 

 

 
Avalie este artigo:
(3 de 5)
14 voto(s)
 
Revisado por Editor do Webartigos.com


Leia outros artigos de Angela Simoes 30
Talvez você goste destes artigos também
Sobre este autor(a)

Membro desde novembro de 2011
Facebook
Informativo Webartigos.com
Receba novidades do webartigos.com em seu
e-mail. Cadastre-se abaixo:
Nome:
E-mail: